Político

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um político é um indivíduo ativo na política de um grupo social. Pode ser formalmente reconhecido como membro ativo de um governo, ou uma pessoa que influencia a maneira como a sociedade é governada por meio de conhecimentos sobre poder político e dinâmica de grupo. Essa definição inclui pessoas que estão em cargos de decisão no governo, e pessoas que almejam esses cargos tanto por eleição, quanto por indicação, fraude eleitoral, hereditariedade, etc.

Quem é considerado político?[editar | editar código-fonte]

no sentido mais amplo
  • Alguém que participa ativamente de política partidária.
  • Alguém que tem o poder de formar opinião pública
  • Num Estado, membros dos poderes executivo e legislativo, do governo federal, dos governos estaduais e municipais.
  • Também pode-se considerar político alguém que manipule e influencie a opinião de um determinado grupo em favor de uma ideia.

Quem não é considerado político?[editar | editar código-fonte]

  • Membros do governo que sirvam meramente para trabalhos burocráticos, como assessores e consultores técnicos.
  • Membros concursados chamados de funcionário público sejam do poder executivo, do poder legislativo , do poder judiciário e militares, não são geralmente considerados políticos, embora estejam envolvidos nos processos de decisão do governo.
  • Cidadãos comuns com poder de voto não são exatamente considerados políticos, embora possam ser formadores de opinião pública.

Cargos políticos[editar | editar código-fonte]

Alguns cargos políticos são:

Um indivíduo candidato à eleição para qualquer um desses cargos é geralmente definido como político.

Críticas[editar | editar código-fonte]

G20.

Apesar da política ter historicamente sido considerada uma profissão honrada, muitas pessoas hoje, mesmo em países democráticos, têm uma opinião negativa a respeito dos políticos como classe. Eles são vistos, às vezes, como pessoas inescrupulosas, cujas promessas não são verdadeiras. Também são, ocasionalmente, acusados de desvios de verba para o seu próprio interesse e não para o interesse do povo e demais desvios de caráter. De fato, casos de corrupção política não são raros.

Em muitos países, a classe política é composta de pessoas ricas, ou de indivíduos que dependem da classe mais rica da sociedade para se eleger. Esse fato não se restringe a um partido político, sistema de governo ou país específicos; é, ao contrário, um problema altamente difundido na política da maioria dos países democráticos, e é considerado um problema por muitos.

Uma outra crítica aos políticos é em relação àqueles chamados "políticos profissionais", políticos que exercem diversos mandatos e ganham dinheiro unicamente com esses mandatos.

Outra frequente crítica aos políticos, e à política em geral, é a incapacidade de muitos políticos em entender conceitos básicos da economia. Muitos cargos políticos não têm pré-requisitos de formação educacional, e muitos políticos têm pouca ou nenhuma formação na área de administração. Mesmo assim, os políticos têm responsabilidades em áreas de gestão e de tomada de decisão que exigem conhecimentos em economia, finanças e administração pública.

No Brasil, eles são vistos como ladrões do dinheiro público, pois praticam nepotismo, desvio de verba, quebra de decoro parlamentar, quebra de sigilo bancário, superfaturamento de obras, licitações fraudulentas. Além disso, o parlamentar brasileiro é o mais caro do mundo.[1]

Mesmo com todos os contras, os políticos brasileiros ainda se mantém no poder, principalmente porque o poder acaba passando de pai para filho.

Referências

  • Welch, Susan, John Gruhl, John Comer e Susan M. Rigdon. Understanding American Government. 8ª edição. Belmont, EUA: Thompson Wadsworth, 2006.
  • "Meriam Webster Online Dictionary." Definition of politician. 5 de Junho de 2006 [1]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Político