Polónio (Hamlet)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Representação de Apolónio num vitral

Apolônio (em inglês: Polonius) é uma personagem da tragédia Hamlet, de William Shakespeare. Este personagem é conhecido sobretudo por articular as palavras imortais: "To thine own self be true." (ser fiel a ti próprio), bem como outras frases ainda em uso hoje em dia.

Pai de Ofélia e Laertes, e adjunto do Rei Claudio, ele pode ser descrito como um tagarela, uma pessoa enfatuada por uns, ou como um excursionista da sabedoria para outros.

Claudio ordena-o que descubra por que Hamlet age como um louco. Apolônio sugere que Hamlet o faz porque Apolônio não autoriza Ofélia a vê-lo. Ele tenta colocar esta teoria sob teste, mas Hamlet confunde-o ainda mais. Apolônio, apesar de suspeitar que alguma coisa se passa, pode apenas dizer: "Though this be madness, yet there is method in it" (apesar disto ser loucura, há nela algo de metódico) - Acto 2 Cena.ii.

Enquanto Apolônio está escondido por detrás das cortinas no quarto de Gertrude, Hamlet entra e vê que alguém se esconde. Sem confirmar quem seria que ali se esconde, ele apunhala Apolônio, pensando que se trataria de Claudio. Apolônio morre, após o qual Ofélia enlouquece e Laertes exige a vingança.