Polar intermediária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde junho de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

As Polares Intermediárias são uma classe de Variáveis Cataclísmicas magnéticas que apresentam campos magnéticos (B ≈ 106 G) menos intensos que as Polares. Sistema de estrelas binárias com anãs brancas assíncronas (giro mais rápido que o período orbital) e que permitem a formação de um disco de acreção. Entretanto, nas proximidades da anã branca (estrela primária) o disco é rompido pelo campo magnético e o acréscimo final também ocorre pelas linhas do campo até os pólos magnéticos na superfície da anã branca (estrela primária). [1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SAITO, R. K. Mapeamento Espectral de Discos de Acréscimo em Variáveis Cataclísmicas. Tese (Doutorado em Física) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.