Polesinesuchus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Polesinesuchus aurelioi)

Polesinesuchus
Intervalo temporal: Triássico Superior
~231,4–225,9 Ma
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica e
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Clado: Pseudosuchia
Ordem: Aetosauria
Família: Stagonolepididae
Gênero: Polesinesuchus
Roberto-da-Silva et al., 2014
Espécie-tipo
Polesinesuchus aurelioi
Roberto-da-Silva et al., 2014

Polesinesuchus é um gênero fóssil de réptil da família Stagonolepididae do Triássico Superior do Brasil. Há uma única espécie descrita para o gênero Polesinesuchus aurelioi. Seus restos fósseis foram encontrados na formação Santa Maria no estado do Rio Grande do Sul.[1]

O material é proveniente do afloramento Buriol, que pela presença do rincossauro do gênero Hyperodapedon, pertence ao andar Carniano, do Período Triássico.[1]

Tombado como ULBRAPVT 003, o Holótipo de P. aurelioi tem preservados: elementos cranianos, vértebras cervicais, dorsais, sacrais e caudais, ambas escápulas, úmero, ílio, púbis, ísquio, tíbia, partes do pé direito e alguns osteodermas.[1]

O gênero Polesinesuchus tem origem no nome da cidade onde se encontra o afloramento Buriol, São João do Polêsine. Já o epípeto aurelioi é uma homenagem ao médico Pedro Lucas Porcela Aurélio, que é um entusiasta da paleontologia no Rio Grande do Sul.[1]

Referências

  1. a b c d ROBERTO-Da-SILVA, L.C.; DESOJO, J.B.; CABREIRA, S.R.F.; AIRES, A.S.S.; MÜLLER, R.T.; PACHECO, C.P.; DIAS-Da-SILVA, S.R. (2014). «A new aetosaur from the Upper Triassic of the Santa Maria Formation, southern Brazil». Zootaxa. 3764 (3): 240–278. doi:10.11646/zootaxa.3764.3.2 
Ícone de esboço Este artigo sobre répteis, integrado ao Projeto Herpetológico, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.