Policarpo Bonilla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Policarpo Bonilla 01.jpg

José Policarpo Bonilla Vasquez (1858–1926) foi presidente de Honduras entre 22 de fevereiro de 1894 e 1 de fevereiro de 1899.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu a 17 de março de 1858, em Tegucigalpa, Honduras. Tornou-se advogado em 1878, ocupando cargos no governo de Marco Aurelio Soto. Em novembro 1891, Bonilla foi candidato a presidente de Honduras, mas perdeu para Ponciano Leiva.[1]

Em fevereiro de 1893, foi fundador do Partido Liberal de Honduras; e tornou-se deputado no Congresso Nacional, e foi também governador de Tegucigalpa. Em 1919, foi delegado de Honduras para a Conferência de Paz de Versalhes.[2]

Bonilla, que tinha dividido o Partido Liberal, quando concorreu à presidência na eleição presidencial de 1924[3], morreu em 1926. Depois de sua morte, o Partido Liberal de Honduras foi reunificado e indicou Vicente Mejía Colindres. [4] Conlindres venceria a eleição presidencial em 1928.[4]


Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cáceres Lara, Víctor. Gobernantes de Honduras en el siglo 20 de Terencio Sierra a Vicente Tosta, Editor Banco Central de Honduras, 1992, Procedencia del original Universidad de Texas, U.S.A.
  • Martínez, José Francisco. Literatura hondureña y su proceso generacional. Ediciones Nueva Universidad, Número 28 de Colección Letras hondureñas. Universidad Nacional Autónoma de Honduras, Editorial Universitaria. 1987.


Cargos políticos


Precedido por
Domingo Vásquez
Presidente de Honduras
1894–1899
Sucedido por
Terencio Sierra