Polos turísticos do Rio Grande do Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os pólos turisticos abrangem boa parte do Estado do Rio Grande do Norte.

Os Polos turísticos do Rio Grande do Norte foram criados pelo governo do estado e pela Secretária de Turismo do Rio Grande do Norte (SETUR) como forma de desenvolver e aumentar o turismo no estado do Rio Grande do Norte.

São cinco polos, cada polo inclui vários municípios, cada um com sua cultura, clima, lugares e atividades econômicas bem diferenciadas. São eles:

Polo Costa das Dunas[editar | editar código-fonte]

Natal, principal cidade e porta de entrada do pólo Costa das Dunas.
A Praia de Pipa faz parte do pólo Costa das Dunas.

Porta de entrada do estado, localizado no litoral oriental, onde o azul do mar e o brilho do sol dão boas-vindas aos visitantes, que se encantam pelas belezas das praias, lagoas, falésias, dunas e o maior cajueiro do mundo. Fazem parte do polo:

Além dos municípios, as seguintes praias abaixo são consideradas pólos:

Polo Costa Branca[editar | editar código-fonte]

Ficheiro:Praça do Teatro Municipal Dix-Huit.jpg
Mossoró, segunda maior cidade do estado e principal cidade do pólo Costa Branca.

O Polo Costa Branca é marcado por um incrível contraste: de um lado, a vegetação caatinga, repleta de xique-xiques e juremas. Do outro, o mar, dunas multicoloridas, falésias e quilômetros de praias praticamente desertas. Fazem parte do polo:

Polo Seridó[editar | editar código-fonte]

Localizado ao sul do estado, o Polo Seridó é constituído por ecossistemas naturais e possui uma vegetação única no planeta: a caatinga. Faz parte do Nordeste semiárido e abrange importantes sítios arqueológicos, que registram a presença do homem pré-histórico, através de enigmáticas inscrições rupestres. Fazem parte do polo:

Polo Serrano[editar | editar código-fonte]

Martins, uma das principais cidades do pólo Serrano.

O clima ameno de suas cidades, que varia entre 16º a 22º, é uma das principais características dos destinos que compõem o Polo Serrano. Situado no semiárido nordestino, o Polo Serrano é a atração dos adeptos do ecoturismo, pela geografia favorecida com montanhas e grutas. Fazem parte do polo:

Polo Agreste/Trairí[editar | editar código-fonte]

O Polo Agreste/Trairí encanta pela beleza deste pedaço de Sertão Nordestino, excelente para a prática do turismo de aventura pelas suas serras, rochas e lajedos. Fazem parte do polo:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Turismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre o Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.