Polycarp Pengo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Polycarp Pengo
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Dar-es-Salaam
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Dar-es-Salaam
Nomeação 22 de julho de 1992
Predecessor Dom Laurean Cardeal Rugambwa
Sucessor Jude Thaddaeus Ruwa’ichi, O.F.M.Cap.
Mandato 1992 - 2019
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 20 de junho de 1971
por Dom Charles Msakila
Nomeação episcopal 11 de novembro de 1983
Ordenação episcopal 6 de janeiro de 1984
por Papa João Paulo II
Nomeado arcebispo 22 de janeiro de 1990
Cardinalato
Criação 21 de fevereiro de 1998
por Papa João Paulo II
Ordem Cardeal-presbítero
Título Nossa Senhora da Salette
Brasão
Coat of arms of Polycarp Pengo.svg
Lema ECCE EGO DOMINE
Dados pessoais
Nascimento Mwazye
5 de agosto de 1944 (77 anos)
Nacionalidade tanzaniano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Polycarp Pengo (Mwazye, 5 de agosto de 1944) é um cardeal da Igreja Católica tanzaniano, arcebispo-emérito de Dar-es-Salaam.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Polycarp Pengo foi ordenado padre em 20 de junho de 1971, pelo Bispo Charles Msakila, em Sumbawanga, Tanzânia.[1][2] Obteve seu doutorado pela Pontifícia Universidade Lateranense em 1977, e foi o primeiro reitor do seminário maior de Segerea, de 1978 a 1983.[1]

Em 11 de novembro de 1983, foi nomeado Bispo de Nachingwea, e foi ordenado em 6 de janeiro do ano seguinte, na Festa da Epifania na Basílica de São Pedro. O Papa João Paulo II foi o principal consagrante de Pengo, tendo Arcebispo Eduardo Martínez Somalo e Arcebispo Duraisamy Simon Lourdusamy como co-consagrante.[1][2] Tomou posse da diocese em 19 de fevereiro de 1984.

Em 17 de outubro de 1986, foi apontado Bispo de Tunduru-Masasi, a qual foi instalado em 12 de fevereiro de 1987. Em 22 de janeiro de 1990, foi nomeado Arcebispo-Coadjutor de Dar-es-Salaam, junto ao Cardeal Rugambwa, ao qual sucedeu em 22 de julho de 1992.[1][2]

Em 18 de janeiro de 1998, foi anunciada a sua criação como cardeal pelo Papa João Paulo II, no Consistório de 21 de fevereiro, em que recebeu o barrete vermelho e o título de cardeal-presbítero de Nossa Senhora da Salette.[1][2]

De 2007 a 2009, Dom Polycarp Pengo foi presidente do Simpósio de Conferências Episcopais da África e Madagascar (Symposium of Episcopal Conferences of Africa and Madagascar, SECAM). Foi membro do Conselho de Cardeais para o Estudo de Assuntos Organizacionais e Econômicos da Santa Sé e é membro da Congregação para a Evangelização dos Povos.[1]

Com 75 anos, Cardeal Pengo se retirou da direção da Arquidiocese em 15 de agosto de 2019, da qual permanece Arcebispo-Emérito.[1][2]

Conclaves[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g The Cardinals of the Holy Roman Church
  2. a b c d e Catholic Hierarchy

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Polycarp Pengo
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Polycarp Pengo

Precedido por
Arnold Ralph Cotey, S.D.S.
brasão episcopal
Bispo de Nachingwea

19831986
Sucedido por
Supressão da Diocese
Precedido por
Ereção da Diocese
brasão episcopal
Bispo de Tunduru–Masasi

19861990
Sucedido por
Magnus Mwalunyungu
Precedido por
Laurean Rugambwa
brasão episcopal
Arcebispo de Dar-es-Salaam

19902019
Até 1992 como arcebispo-coadjutor
Sucedido por
Jude Thaddaeus Ruwa’ichi, O.F.M. Cap.
Precedido por
Alfredo Vicente Scherer
Cardeal
Cardeal-presbítero de
Nossa Senhora da Salette

1998
Sucedido por
incumbente