Ponte Fabrício

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ponte Fabrício
Pons Fabricius
Vista da ponte
Arquitetura e construção
Estilo arquitetônico Romano
Design Ponte em arco
Arquiteto Lúcio Fabrício
Data de abertura 62 a.C.
Dimensões
Comprimento total 62 m
Largura 5 5 m
Vãos 2
Geografia
Via Ligação Campo de MarteIlha Tiberina
Cruza Rio Tibre
Localização Roma, Itália
Ponte FabrícioPons Fabricius está localizado em: Roma
Ponte Fabrício
Pons Fabricius
Coordenadas 41° 53' 28" N 12° 28' 42" E

Ponte Fabrício[1] ou Ponte Fabrícia (em latim: Pons Fabricius; em italiano: Ponte Fabricio), chamada também de Ponte das Quatro Cabeças (em italiano: Ponte dei Quattro Capi), é a mais antiga ponte romana em Roma, Itália, em condições originais. Construída em 62 a.C., ela se estende por metade do rio Tibre, do Campo de Marte do lado leste até a Ilha Tiberina no meio do rio (a Ponte Céstio continua o trajeto da ilha até a margem oeste). "Quattro Capi" é uma referência aos dois pilares de mármore do deus romano de dupla-face Jano no parapeito, que foram levados para lá da vizinha San Gregorio della Divina Pietà (Monte Savelo), no século XIV[2].

De acordo com Dião Cássio, a ponte foi construída em 62 a.C., um ano depois do consulado de Cícero, para substituir uma ponte de madeira mais antiga destruída num incêndio. Foi encomendada por Lúcio Fabrício, o curador das estradas e membro da gente Fabrícia da cidade. Intacta desde a antiguidade, a ponte tem sido continuamente utilizada desde então.

A Ponte Fabrício tem um comprimento de 62 metros e 5,5 metros de largura. Foi construída a partir de dois largos arco apoiados por um pilar central no meio do vão utilizando tufo. Atualmente está revestida de tijolos e travertino.

Inscrição[editar | editar código-fonte]

Uma inscrição em latim original no travertino comemora seu construtor:"L . FABRICIVS . C . F . CVR . VIAR | FACIVNDVM . COERAVIT | IDEMQVE | PROBAVIT" ("Lúcio Fabrício, filho de Caio, Curador das Estradas, cuidou e aprovou sua construção"). Ela aparece quatro vezes, nas duas faces dos dois arcos.

Uma inscrição posterior, em letras menores, relata que ponte foi restaurada por ordem do papa Inocêncio XI (r. 1676–1689), provavelmente em 1679.

Localização[editar | editar código-fonte]

Planimetria do Campo de Marte meridional


Ver também[editar | editar código-fonte]

CIL VI, 1305, a inscrição na ponte.

Referências

  1. Fernandes 1965, p. 56.
  2. Claridge, Amanda (1998). Rome: An Oxford Archaeological Guide. Oxford: Oxford Univ. Press

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fernandes, Herundina da S. (1965). Circulando pela Europa. [S.l.]: Gráfica-Editora Hélios 
  • O’Connor, Colin (1993), Roman Bridges, ISBN 0-521-39326-4 (em inglês), Cambridge University Press, p. 66 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pons Fabricius