Ponte dos Remédios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ponte dos Remédios
Ponte dos Remédios
Nome oficial Ponte dos Remédios - Carmen Fernandes Neves
Arquitetura e construção
Design Ponte sustentada por pilares
Início da construção 1967
Data de abertura 1969
Comprimento total 300 metros
Geografia
Via 4 pistas, divididas em 2 sentidos
Cruza Rio Tietê
Localização Vila Leopoldina/Osasco,
 São Paulo
 Brasil
Coordenadas Gnome-globe.png Ponte dos Remédios

A Ponte dos Remédios - Carmen Fernandes Neves é uma ponte que cruza o Rio Tietê, entre as cidades de São Paulo e Osasco, Brasil. Constitui parte do sistema viário da Marginal Tietê.

Ela interliga as ruas Silva Airosa e Major Paladino, no bairro da Vila Leopoldina em São Paulo à Avenida dos Remédios, na cidade vizinha de Osasco.

Em 2013, através da Lei 15.773, de 28 de Maio de 2013[1], a ponte recebeu um novo nome em homenagem à mãe do radialista e jornalista esportivo Milton Neves, ficando, desde então, "Ponte dos Remédios - Carmen Fernandes Neves"[2].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Lei 15.773» (PDF). Câmara do Município de São Paulo. 28 de maio de 2013. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  2. Haddad mida nome da ponte dos remédios Jornal Estadão - acessado em 8 de março de 2015