Ponte sobre o Rio Oiapoque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ponte sobre o Rio Oiapoque
Arquitetura e construção
Início da construção 2008
Término da construção 2011
Data de abertura sem previsão
Comprimento total 378
Geografia
Via 2 vias
início da BR-156 no Brasil e da Route nationale 2 na Guiana Francesa
Cruza Rio Oiapoque
Localização Oiapoque,  Brasil - São Jorge do Oiapoque,  França
Coordenadas 03° 53′ N 051° 48′ W

A ponte sobre o Rio Oiapoque é uma ponte estaiada que liga a localidade de São Jorge do Oiapoque, na Guiana Francesa, e o município de Oiapoque no Amapá, Brasil.

Esta é a primeira ligação terrestre na Fronteira Brasil-França,[1] fazendo com que se possa ir de Caiena a Macapá trafegando em estradas pavimentadas.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Apesar do anúncio oficial do projeto ter ocorrido em 1997,[2] foi apenas depois de dez anos de projeto e tratativas que foi revelado o início da construção de uma ligação entre a França e o Brasil pelos mandatários dos dois países, Nicolas Sarkozy e Luís Inácio Lula da Silva, em 14 de fevereiro de 2008.

A construção da ponte foi concluída em agosto de 2011, mas foram necessários mais de dois anos para que o tráfego pela ponte fosse liberado no fim de dezembro de 2013. Todavia, a ponte ainda não foi oficialmente inaugurada e o posto de aduana brasileiro é uma construção improvisada. A ponte só será inaugurada após a realização das instalações do prédio da aduana brasileira, prevista para conclusão em Março de 2016[3] .

Do lado francês, toda a estrutura viárias e aduaneira está pronta desde o fim de 2011[4] [5] .

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Reunião sobre Questões Migratórias Brasil-França
  2. Lissardy, Gerardo (3 de janeiro de 2016). «A ponte entre Brasil e Guiana Francesa que ninguém pode cruzar 32». BBC Brasil. British Broadcasting Corporation. Consultado em 4 de janeiro de 2016. 
  3. G1 Amapá. «Adiada a inauguração da Ponte Binacional». 07 de outubro de 2015. Consultado em 19 de outubro de 2015. 
  4. CBN Foz (28 de dezembro de 2013). «No AP, posto improvisado fica pronto e ponte binacional é liberada». Consultado em 26 de janeiro de 2014. 
  5. Portal G1. «No AP, posto improvisado fica pronto e ponte binacional é liberada». Consultado em 26 de janeiro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]