Ponte térmica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ponte térmica por diferença de materiais

Um fator importante, que deve ser pensando no desenvolvimento de qualquer construção, é o isolamento térmico, ele evita grandes trocas de calor entre o ambiente interno e o externo. Um bloqueio térmico eficiente reduz o gasto energético dos edifícios, além de fornecer maior conforto aos usuários. Para tanto, além da análise dos matérias a serem usados, é primordial observar a possibilidade da formação de pontes térmicas, que podem comprometer bastante o isolamento térmico.

As pontes térmicas ocorrem em zonas do entorno do edifício onde há alterações no material utilizado, como a geometria dos elementos construtivos e suas propriedades (condutibilidade térmica, por exemplo) ou quando há troca de material: presença de janelas, portas e vigas, por exemplo. O calor tende a ter um fluxo unidimensional, retilíneo, mas nas pontes térmicas ele segue a trajetória em que há um menor gasto de energia, ou seja, o caminho com menor resistência térmica, diante disso, são formados fluxos bidimensionais ou tridimensionais.[1]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Ponte térmica pontual (A)

As pontes térmicas podem ser classificadas em três tipos:[2]

  • Bidimensionais: São constituídas pela ligação de dois ou mais elementos construtivos.
  • Tridimensionais: Resultam da ligação entre duas ou mais pontes bidimensionais. Ocorre nas intersecções de dois elementos planos, horizontal e vertical, por exemplo.
  • Pontuais: São aquelas na ligação entre três dimensões da mesma ordem de grandes, duas paredes e um pavimento, por exemplo.

Consequências[editar | editar código-fonte]

As pontes térmicas permitem o acréscimo das trocas de calor, comprometendo o isolamento térmico, e levam a uma distribuição heterogênea de temperatura dentro da construção. Diante disso, a temperatura das superfícies interiores sofre uma grande diminuição, o que causa condensações superficiais. Estas condensações propiciam o ambiente perfeito para a proliferação de fungos filamentosos e bolores, que resulta num efeito prejudicial para o edifício e para os seus ocupantes, visto que contribui para a degradação dos materiais de construção utilizados e para danos na saúde dos usuários.

Outra consequência é o aumento do gasto de energia relativo à climatização, pois com a maior facilidade de troca de calor entre o meio externo e interno o aparelho utilizado é exigido por mais tempo.[3]

Possíveis correções[editar | editar código-fonte]

A melhor maneira de solucionar os problemas associados às pontes térmicas é a análise do motivo de seu aparecimento, só então é possível encontrar a melhor forma para minimizar seu efeito. Uma solução possível é a colocação de um isolamento na parede exterior ou interior da construção. Neste caso, a situação que melhor previne o aparecimento das pontes é o bloqueio térmico pelo exterior das paredes, visto que as partes heterogêneas serão encobertas, garantindo a continuidade do isolamento. Já nas zonas de portas e janelas é mais difícil a colocação do bloqueio térmico, diante disso a eliminação das pontes térmicas dificilmente ocorrerá.[4]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. GUSTAVO VENTURA OLIVEIRA (2012). "ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O SISTEMA CONSTRUTIVO EM LIGHT STEEL FRAMING E O SISTEMA CONSTRUTIVO TRADICIONALMENTE EMPREGADO NO NORDESTE DO BRASIL APLICADOS NA CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES" (PDF). Consult. Outubro, 2015. 
  2. Júlio Henrique Marques Pessoa (Setembro, 2011). "Análise da influência das pontes térmicas nos edifícios residenciais" (PDF). Consult. Outubro, 2015. 
  3. GIOIELLI, Beatriz Echenique , ALMEIDA, André Basso de , CUNHA, Eduardo Graia da e FERRUGEM, Anderson Priebe. (2014). "ESTUDO DO EFEITO DE PONTES TÉRMICAS EM ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO NO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFÍCIO HOTELEIRO PARA 4 ZONAS BIOCLIMÁTICAS BRASILEIRAS" (PDF). Consult. Outubro, 2015. 
  4. Jorge Gustavo Marques Alface Pereira Valério (Setembro, 2007). "Avaliação do Impacte das Pontes Térmicas no Desempenho Térmico e Energético de Edifícios Residenciais Correntes" (PDF). Consult. Outubro, 2015. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal de engenharia
Ícone de esboço Este artigo sobre construção civil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.