Pontifícia Universidade da Santa Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pontifícia Universidade da Santa Cruz em Roma

A Pontifícia Universidade da Santa Cruz (Latim: Pontificia Universitas Sanctae Crucis, Italiano: Pontificia Università della Santa Croce) é uma instituição universitária com sede em Roma, erigida pela Santa Sé em 9 de janeiro de 1990, para o ensino eclesiástico. Possui hoje os cursos de Teologia, Direito Canônico, Filosofia e Comunicação Social Institucional. É integrada ainda pelo Instituto Superior de Ciências Religiosas. Os títulos acadêmicos que confere (bacharelado, licenciatura e doutorado) têm plena validade canônica.

A Pontifícia Universidade da Santa Cruz responde ao desejo de São Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei, de promover em Roma um centro de estudos universitários que desenvolvesse, ao serviço de toda a Igreja, um amplo e profundo trabalho de pesquisa e de formação nas ciências eclesiásticas, cooperando com a missão evangelizadora da Igreja no mundo inteiro. O seu sucessor, Beato Álvaro del Portillo, obtendo a necessária aprovação da Santa Sé, pôs em prática esse desejo a partir do ano acadêmico de 1984/1985[1]. Foi erigida formalmente como Pontifícia Universidade pela Congregação dos Seminários e dos Institutos de Estudos, pela autoridade conferida pelo Romano Pontífice, com Decreto de 9 de janeiro de 1990, e está confiada à Prelazia da Santa Cruz e Opus Dei, seu Grão-Chanceler é o Prelado do Opus Dei, atualmente D. Fernando Ocáriz, que foi um dos fundadores da universidade e membro do corpo docente de teologia durante muitos anos.

Foi a 6a universidade pontifícia a ser erigida na cidade de Roma[2]. Seu nome é comumente abreviado como PUSC ou simplesmente Santa Croce.

Dados[editar | editar código-fonte]

O campus está localizado no Palazzo di S. Apollinare (Piazza di Sant'Apollinare, 49), na cidade de Roma, ao lado da Piazza Navona. A biblioteca está a 5 minutos andando, em Via dei Farnesi, 82.

No ano acadêmico de 2017 havia 1700 alunos de 81 países, entre sacerdotes, seminaristas e leigos. Muitos estudantes recebem bolsas de estudos graças às doações de benfeitores de todo o mundo, que contribuem na formação de vocações sacerdotais.

Pesquisa e publicações acadêmicas[editar | editar código-fonte]

Ao longo do ano acadêmico de 2005-06, foram publicados 40 livros escritos por membros do corpo docente e 78 teses de doutorado.

As publicações acadêmicas da universidade são:

  • Annales Theologici (Faculdade de Teologia)
  • Ius Ecclesiae (Faculdade de Direito Canônico)
  • Acta Philosophica (Faculdade de Filosofia)

Reitores[editar | editar código-fonte]

  • Mons. Ignacio Carrasco de Paula (1984 - 1994)
  • Mons. Luis Clavell (1994 - 2002)
  • Mons. Mariano Fazio (2002 - 2008)
  • Mons. Luis Romera Oñate (2008 - 2016)
  • Mons. Luis Felipe Navarro (2016 - presente)

Grão-chanceleres[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Profile & Mission | Pontificia Università della Santa Croce». en.pusc.it (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2018. 
  2. «Ente | Vicariatus Urbis». www.vicariatusurbis.org (em italiano). Consultado em 24 de abril de 2018.