Pootie Tang

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pootie Tang
Pootie Tang - Quase um Super-Homem[1] (BRA)
 Estados Unidos
2001 •  cor •  81[2] min 
Direção Louis C.K.
Produção Caldecot Chubb
David Gale
Ali LeRoi
Chris Rock
Roteiro Louis C.K.
Elenco Lance Crouther
Jennifer Coolidge
Wanda Sykes
Robert Vaughn
Chris Rock
Gênero ação
comédia
Música QD3
Prince Paul
Cinematografia Willy Kurant
Edição Doug Abel
David Lewis Smith
Companhia(s) produtora(s) Alphaville Films[3]
3 Arts Entertainment[3]
HBO Downtown Productions[3]
Distribuição Paramount Pictures[3]
MTV Films[3]
Chris Rock Productions[3]
Lançamento Estados Unidos 29 de junho de 2001
Idioma inglês
Orçamento US$ 7 milhões[4]
Receita US$ 3,313,583[4]

Pootie Tang (bra: Pootie Tang - Quase um Super-Homem ) é um filme norte-americano de 2001, do gênero comédia, escrito e dirigido por Louis C.K.. Adaptado de uma esquete que apareceu pela primeira vez no The Chris Rock Show,[5] o personagem Pootie Tang é uma sátira dos personagens estereotipados que apareceram nos filmes antigos de blaxploitation. O discurso do personagem-título, que se parece vagamente com pidgin, é quase ininteligível para o público, mas os outros personagens do filme não têm problemas para entendê-lo.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Pootie Tang (Crouther) luta contra o crime, tem uma linguagem própria e é um modelo para as crianças. Sua batalha consiste em derrotar Dick Lecter (Robert Vaughn), o diretor de uma empresa que está tentando fazer com que crianças comecem a fumar, a beber e a comer apenas fast food.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Originalmente um filme da Paramount Classics intitulado Pootie Tang in Sine Your Pitty on the Runny Kine, o orçamento foi aumentado e transferido para a principal divisão da Paramount Pictures.[6] C.K. afirmou que ele foi demitido do filme durante a fase de edição. Segundo ele, Ali LeRoi foi contratado para reeditar extensivamente o filme.[6] Concordando abertamente com as críticas desdenhosas de Roger Ebert de que o filme não deveria ter sido lançado, C.K. disse que o produto final, apesar de conter partes de que ele gostava, estava longe de ser sua própria visão.[7]

Recepção[editar | editar código-fonte]

A recepção crítica foi geralmente negativa, com o Rotten Tomatoes dando uma taxa de aprovação de 27% com base em 44 avaliações.[8] Roger Ebert atribuiu uma classificação de meia-estrela, criticando-a pelo uso excessivo da linguagem vulgar e pelo retrato humilhante das mulheres, descrevendo-a como um "acidente de trem" e finalizando sua crítica afirmando: "Este filme não está em condições de ser liberado"[9] Nathan Rabin, do The A.V. Club, disse que Pootie Tang "beira o abuso do público" e "confunde a idiotice com absurdo e aleatoriedade com inteligência".[10] Em 2009, o colega escritor do A.V. Club Scott Tobias revisitou o filme e o incluiu em sua série New Cult Canon, notando que Pootie Tang repeliu os principais críticos e o público, mas mantém um status elevado entre comediantes e fãs de anti-comédia subversiva em geral".[11]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Music from and Inspired By the Motion Picture Pootie Tang é a trilha sonora do filme. Foi lançado em 26 de junho de 2001 pela Hollywood Records e consistia em R&B e hip hop. O álbum alcançou o 51º lugar nos principais álbuns de R&B/Hip-Hop[12] e 22º no Top Soundtracks da Billboard[13] e apresentou um single "Southern Girl", de Erykah Badu & Rahzel, que alcançou o 24º lugar na Billboard R&B/Hip-Hop Songs.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • No filme de comédia de 2003 Scary Movie 3, o personagem de George Carlin, The Architect, diz que acidentalmente devolveu uma fita de vídeo para a Blockbuster Inc., pensando que era Pootie Tang. Posteriormente, os alienígenas chegam à Terra e afirmam ter assistido ao vídeo que estimulou suas visitas à Terra porque pensavam que era Pootie Tang.
  • No programa de TV The Bernie Mac Show, Chris Rock (que aparece em Pootie Tang) assiste a um jogo de pôquer na casa de Bernie Mac. Um dos participantes observa que ele realmente gostou de Pootie Tang, ao qual Rock responde que "nem a mãe dele viu Pootie Tang". Além disso, em "The Talk", do mesmo seriado, a amiga de Wanda diz a Mac que o viu na capa da caixa do vídeo, embora Mac negue isso, pois ele não aparece na capa da caixa do filme.
  • Conan O'Brien disse em seu programa de televisão que Pootie Tang é "o maior nome de um filme de todos os tempos".[14]
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Pootie Tang (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  2. «POOTIE TANG (15)». British Board of Film Classification. 2 de outubro de 2001. Consultado em 8 de janeiro de 2015 
  3. a b c d e f «Pootie Tang». American Film Institute. Consultado em 21 de novembro de 2016 
  4. a b Pootie Tang (em inglês) no Box Office Mojo
  5. Original Appearance in the Chris Rock Show
  6. a b WTF with Marc Maron - Louis C.K. part 1
  7. Scott Raab (23 de maio de 2011). «Louis C.K.: The ESQ+A». Esquire 
  8. Pootie Tang at Rotten Tomatoes
  9. Ebert, Roger (29 de junho de 2001). «Pootie Tang». Chicago Sun-Times. Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  10. Rabin, Nathan (29 de março de 2002). «Pootie Tang». The A.V. Club. Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  11. Tobias, Scott (23 de julho de 2009). «The New Cult Canon - Pootie Tang». The A.V. Club. Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  12. «Soundtrack Pootie Tang Chart History». Top R&B/Hip-Hop Albums. Consultado em 5 de maio de 2018 
  13. «Soundtrack Pootie Tang Chart History». Top Soundtracks. Consultado em 5 de maio de 2018 
  14. Kristen Bell discussing Pootie Tang on Conan. YouTube. 24 de março de 2012