Portal:China

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Stars of China.svg Bem-vindo ao portal da
República Popular da China

中华人民共和国
National Emblem of the People's Republic of China.svg
Mostrar novas secções abaixo (purge)
Cartella rossa.jpg
Brosen windrose-fr.svg
ver    
Mapa antigo da China publicado em 1926.

República Popular da China (RPC; chinês simplificado: 中华人民共和国; chinês tradicional: 中華人民共和國; pinyin: ? zhōnghuá rénmín gònghéguó), também conhecida simplesmente como China, é o maior país da Ásia Oriental e o mais populoso do mundo, com mais de 1,38 bilhão de habitantes, quase um quinto da população da Terra. É uma república socialista, governada pelo Partido Comunista da China (PCC) sob um sistema unipartidário[6] e que tem jurisdição sobre vinte e duas províncias, cinco regiões autônomas (Xinjiang, Mongólia Interior, Tibete, Ningxia e Guangxi), quatro municípios (Pequim, Tianjin, Xangai e Chongqing) e duas Regiões Administrativas Especiais com grande autonomia[7] (Hong Kong e Macau). A capital do país é Pequim.[8] A nação tem uma longa história, composta por diversos períodos distintos. A civilização chinesa clássica — uma das mais antigas do mundo — floresceu na bacia fértil do rio Amarelo, na planície norte do país.[10] O sistema político chinês era baseado em monarquias hereditárias, conhecidas como dinastias, que tiveram seu início com a semimitológica Xia (aproximadamente 2 000 a.C.) e terminaram com a queda dos Qing, em 1911. Desde 221 a.C., quando a dinastia Qin começou a conquistar vários reinos para formar um império único, o país expandiu-se, fraturou-se e reformulou-se várias vezes. A República da China, fundada em 1911 após a queda da dinastia Qing, governou o continente chinês até 1949. Em 1945, a república chinesa adquiriu Taiwan do Império do Japão, após o fim da Segunda Guerra Mundial. Na fase de 1946-1949 da Guerra Civil Chinesa, o Partido Comunista derrotou o nacionalista Kuomintang no continente e estabeleceu a República Popular da China, em Pequim, em 1 de outubro de 1949, enquanto o Partido Nacionalista mudou a sede do seu governo para Taipei. Desde então, a jurisdição da República da China está limitada à Taiwan e algumas ilhas periféricas (incluindo Penghu, Kinmen e Matsu) e o país recebe reconhecimento diplomático limitado ao redor do mundo. Desde a introdução de reformas econômicas em 1978, a China tornou-se em uma das economias de mais rápido crescimento no mundo,[11] sendo o maior exportador e o terceiro maior importador de mercadorias do planeta. A industrialização reduziu a sua taxa de pobreza de 53% (em 1981) para 8% (em 2001).[12] O país tem sido considerado uma superpotência emergente por vários acadêmicos,[13] analistas econômicos[14] e militares.[15] A importância da China[16][17] como uma grande potência é refletida através de seu papel como segunda maior economia do mundo (ou segunda maior em poder de compra) e da sua posição como membro permanente do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas e de várias outras organizações multilaterais, incluindo a Organização Mundial do Comércio, Cooperação Econômica Ásia-Pacífico, Grupo dos Vinte, BRICS e da Organização para Cooperação de Xangai. Além disso, o país é reconhecido como uma potência nuclear, além de possuir o maior exército do mundo em número de soldados e o segundo maior orçamento de defesa.

Cartella rossa.jpg
Nuvola filesystems services.png
ver    
Mao Zedong depositando seu voto

As eleições na China são baseadas em um sistema eleitoral organizado de forma hierárquica, no qual o Congresso do Povo (ou Congresso Popular) de cada local é eleito por meio de voto direto. A partir daí, tais Congressos assumem o papel de eleger todos os níveis superiores até o Congresso Nacional do Povo (o órgão máximo do poder legislativo da República Popular da China). Dessa forma, cada subdivisão do país possui o seu próprio Congresso do Povo, sendo este o responsável pelo governo da região.

Os cargos de governador, prefeito e líder de condado, distrito, município e cidade são eleitos por seus respectivos Congressos do Povo. Presidentes dos Tribunais do Povo e procuradores-chefes das Procuradorias do Povo são eleitos pelos Congressos do Povo locais imediatamente acima do nível do condado. O Presidente da China e o Conselho de Estado são eleitos pelo Congresso Nacional do Povo, constituído por 2980 pessoas.

Flag-map of the People's Republic of China.svg Ler mais ...
Cartella rossa.jpg
Nuvola apps kontact.png
ver    
Retrato de Xi Zhongxun

Xi Zhongxun (chinês: 习仲勋, pinyin: Xí Zhòngxūn; 15 de outubro de 191324 de maio de 2002) foi um revolucionário comunista chinês e posteriormente um político da República Popular da China. É considerado parte da primeira geração de lideranças da China pós-revolução. Suas contribuições para a Revolução Chinesa e para o desenvolvimento da República Popular, desde a fundação de bases guerrilheiras no noroeste da China nos anos 30 até a iniciação da liberalização econômica no sul da China nos anos 80, são amplas e numerosas. Foi conhecido por sua moderação política e pelos contratempos que enfrentou ao longo de toda sua carreira, tendo sido aprisionado e expurgado diversas vezes. Xi foi também o pai de Xi Jinping, atual Líder Político da China e Secretário-Geral do Partido Comunista da China. Xi Zhongxun casou-se com Qi Xin, sua segunda esposa, e tiveram quatro filhos: Qi Qiaoqiao, Xi An'an, Xi Jinping e Xi Yuanping. Xi Jinping tornou-se Secretário-Geral do Partido Comunista da China e Presidente da Comissão Militar Central em 15 de novembro de 2012, assim como Presidente da República Popular da China em 15 de março de 2013. Xi Zhongxun morreu em 24 de maio de 2002. Seu obituário oficial o descreve como um "um excepcional revolucionário proletário", "um grande soldado comunista" e "um dos principais fundadores e líderes das áreas de bases revolucionárias na região fronteiriça de Xianxim-Gansu"

Flag-map of the People's Republic of China.svg Ler mais ...
Cartella rossa.jpg
Nuvola filesystems camera.png
ver    
Great Rear Attack by Our Second Army at Weihaiwei.jpg
Na Guerra Sino-Japonesa de 1894-1895, que foi disputada pela influência na Coreia, as tropas japonesas derrotaram as forças da Dinastia Qing.
Cartella rossa.jpg
Nuvola apps remote.png
ver    
Cartella rossa.jpg
Nuvola apps kate.png
ver    
Cartella rossa.jpg
Nuvola apps bad kcontrol.png
ver    

Artigos para desenvolver:

  • Outros artigos:

Artigos para revisar/reciclar:


Artigos para sofrerem fusão: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Artigos para traduzir: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Predefinições a traduzir/completar: Observação importante: Ao criar novos artigos procure criar todos os possíveis redirecionamentos.

Cartella rossa.jpg
Nuvola apps kdmconfig.png
ver    
Predefinições
Infobox
Ligações
Portal A Wikipédia possui o
Portal da China
Cartella rossa.jpg
Nuvola apps bookcase.png
ver    
Cartella rossa.jpg
Portal.svg
ver    

Purgar cache do servidor