Portal:Discriminação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Discriminação

Disclogo1.svg

Discriminação é a prática de tratar as pessoas de maneira diferente com base em distinções feitas sem levar em conta o mérito individual. Exemplos de categorias em que a discriminação ocorre incluem raça e etnia, religião, sexo/gênero, peso, deficiência, estatura, condições de emprego, orientação sexual e idade.

Em algumas sociedades, incluindo a maioria dos países desenvolvidos, os direitos civis de cada indivíduo, incluem o direito de ser livre de discriminação social patrocinada pelo governo.

Mais...

Artigo selecionado

1933-may-10-berlin-book-burning.JPG

Anti-intelectualismo descreve um sentimento de hostilidade em relação a, ou suspeição de, intelectuais e seus objetos de pesquisa. Isto pode ser expresso de várias formas, tais como ataques aos méritos da ciência, educação, arte ou literatura.

Em geral, o anti-intelectualismo se justifica mediante os argumentos de ideologias e pragmatistas. Entre as suas motivações mais comuns, podemos enumerar: ressentimento de pessoas pouco instruídas contra eruditos; hostilidade em relação ao trabalho realizado pelos intelectuais, como educação, pesquisa, crítica social e cultura, literatura; acusação de parasitismo social (os intelectuais não teriam uma "função" econômica na sociedade, sendo esta ultima compreendida, portanto, de maneira organicista); acusações de subversão e morbidez.


Categorias

Imagem selecionada

NaziConcentrationCamp.gif

O Holocausto foi uma campanha de genocídio pelo governo nazista alemão liderado por Adolf Hitler antes e durante a Segunda Guerra Mundial. Os alvos principais foram os judeus, embora os poloneses, os romani, as testemunhas de Jeová e os homossexuais fossem igualmente visados.

Esta imagem mostra pilhas de corpos exterminados em um campo de concentração nazista encontrado após o campo ser libertado pelas forças aliadas.

WikiProjetos


Tópicos

Purgar cache do servidor