Portal:Espiritismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Espiritismo

Este é o portal do espiritismo, que pretende reunir o máximo de informações sobre a Doutrina Espírita.

Introdução

Espiritismo, Doutrina espírita, Kardecismo ou Espiritismo kardecista é uma doutrina religiosa e filosófica mediúnica ou moderno espiritualista. Foi criada (segundo seus adeptos, "codificada") pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, usando o pseudônimo Allan Kardec. Ele definiu o espiritismo como "a doutrina fundada sobre a existência, as manifestações e o ensino dos espíritos". Segundo Kardec, o espiritismo aliaria ciência, filosofia e religião, buscando uma melhor compreensão não apenas do universo tangível (científico), mas também do universo a esse transcendente (religião).

Sua doutrina é baseada em cinco "obras básicas", chamadas de Codificação Espírita. A codificação espírita foi publicada entre 1857 e 1868, sendo composta por O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese. Somam-se à codificação as chamadas obras "complementares", como O Que é o Espiritismo?, Revista Espírita e Obras Póstumas.

Mesmo não sendo reconhecido como ciência, seus adeptos consideram-no uma doutrina de cunho científico-filosófico-religioso voltada para o aperfeiçoamento moral do homem e acreditam na possibilidade de comunicação com os espíritos através de médiuns. O espiritismo também é conhecido por influenciar e promover um movimento social de instituições de caridade e saúde, que envolve milhões de pessoas em dezenas de países.

Apesar de ser uma religião completa e autônoma apenas no Brasil, o espiritismo tem se expandido e, segundo dados do ano 2005, conta com cerca de 15 milhões de adeptos espalhados entre diversos países, como Portugal, Espanha, França, Reino Unido, Bélgica Estados Unidos, Japão, Alemanha, Argentina, Canadá, e, principalmente, Cuba, Jamaica e Brasil, sendo que este último tem a maior quantidade de adeptos no mundo. No entanto, vale frisar que é difícil estipular a quantidade existente de espíritas, pois as principais estipulações sobre isso são baseadas em censos demográficos em que se é perguntado qual a religião dos cidadãos, porém nem todos os espíritas interpretam o Espiritismo como religião.


Artigo selecionado

Salão parisiense com pessoas ao redor de uma mesa girante. (L'Illustration, 1853)

Mesas girantes, mesas falantes ou dança das mesas são um tipo de sessão espírita em que os participantes se sentam ao redor de uma mesa, colocam as mãos sobre ela e esperam que ela se movimente. Populares no século XIX, as mesas supostamente serviam como meio de comunicação com supostos espíritos. Alfabetos também eram colocados sobre as mesas e elas supostamente se inclinavam para a carta adequada, soletrando, assim, palavras e frases.

O fenômeno é explicado pelo efeito ideomotor, que também acontece no tabuleiro ouija e na chamada "brincadeira do copo". Em 1853, Michael Faraday publicou os resultados de experimentos que esclareceram a movimentação das mesas com base nas descobertas de William Benjamin Carpenter sobre o efeito ideomotor, a movimentação involuntária dos músculos pelos participantes da sessão. Apesar disso, e da condenação pela Igreja Católica, no século XIX e começo do século XX, os defensores do magnetismo animal e do médico acusado de charlatanismo Franz Anton Mesmer, os praticantes do moderno espiritualismo e, posteriormente, os adeptos do espiritismo, continuaram a alegar que as mesas permitiam a comunicação de espíritos com as pessoas.

O espiritismo se apresenta como "uma ciência" e, mesmo com as evidências e críticas posteriores, as mesas girantes, o tabuleiro ouija e a "brincadeira do copo" ainda são consideradas reais por kardecistas e umbandistas. Adeptos destas e de outras religiões espiritualistas acreditam que pessoas mortas se comunicavam usando as mesas girantes. Hoje essa comunicação aconteceria através dos supostos fenômenos mediúnicos, principalmente os chamados de psicografia e psicofonia, expressões cunhadas por Allan Kardec, o criador da Doutrina Espírita.


Biografia selecionada

Chico-Xavier-1980.jpg

Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier (Pedro Leopoldo, 2 de abril de 1910Uberaba, 30 de junho de 2002), foi um médium, filantropo e um dos mais importantes expoentes do Espiritismo. Seu nome de batismo, Francisco de Paula Cândido, em homenagem ao santo do dia de seu nascimento, foi substituído pelo nome paterno de Francisco Cândido Xavier logo que psicografou os primeiros livros, mudança oficializada em abril de 1966, quando chegou da sua segunda viagem aos Estados Unidos. Chico Xavier psicografou mais de 450 livros, tendo vendido mais de 50 milhões de exemplares e sendo o escritor brasileiro de maior sucesso comercial da história, mas sempre cedeu todos os direitos autorais dos livros, em cartório, para instituições de caridade. Também psicografou cerca de dez mil cartas, nunca tendo cobrado algo ao destinatário.

O legado do médium ultrapassa as barreiras religiosas e ele é reconhecido como o maior "líder espiritual" do Brasil, sendo uma das personalidades mais admiradas e aclamadas no país e ressaltado principalmente por um forte altruísmo.


Você sabia que...?

... no dia 18 de abril de 1857, Allan Kardec lançava em Paris a primeira obra básica espírita: O Livro dos Espíritos (Le Livre des Esprits, em francês)? A primeira edição do livro continha 501 perguntas e se dividia em três partes: "Doutrina Espírita", "Leis Morais", "Esperanças e Consolações".

... a Federação Espírita Brasileira é a maior divulgadora do esperanto no Brasil? A FEB já traduziu vários livros, incluindo as obras básicas para o idioma, e encoraja espíritas a aprenderem a língua.

... Allan Kardec é pseudônimo de Hippolyte Léon Denizard Rivail? Kardec adotou esse pseudônimo a fim de diferenciar a obra espírita da produção pedagógica anteriormente publicada. Ele soube que em uma reencarnação anterior fora um druida gaulês com esse nome.

... o livro Nosso Lar, de André Luiz, psicografado por Chico Xavier em 1944, atingiu dois milhões de exemplares cópias vendidas em 2010? Chico doou os direitos autorais para a Federação Espírita Brasileira, organizações espíritas e outras instituições de caridade.

... o filme Nosso Lar, que estreou no dia 3 de setembro de 2010 e foi dirigido por Wagner de Assis, tornou-se o filme nacional mais assistido de 2010, visto por mais de 3,4 milhões de pessoas? O filme acabou superando outra produção com temática espírita lançada naquele ano, Chico Xavier, filme dirigido por Daniel Filho e impulsionado pelo fato de que em 2010 foi comemorado o centenário do nascimento do médium mineiro.

.... de 1857, ano do lançamento de O Livro dos Espíritos, a 1869, ano do falecimento de Kardec, o Espiritismo conseguiu 7 milhões de adeptos? Segundo dados do ano 2005, o Espiritismo possui cerca de 15 milhões de adeptos ao redor do mundo e segundo dados do ano 2010, o Brasil - país com mais adeptos - conta com cerca de 3,8 milhões de espíritas. O número de simpatizantes, porém, é bem maior, estimando-se em 30 milhões.


Predefinições


Dogma

Para o Espiritismo, Deus é Inteligência suprema, causa primária de todas as coisas (é algo e não alguém). Defende-se a unicidade de Deus, rejeitando-se o dogma da Santíssima Trindade. Assim, Deus é eterno, imutável, imaterial, único, onipotente e soberanamente justo e bom. Criou o Universo, que abrange todos os seres racionais (Jesus, por exemplo) e irracionais, animados e inanimados, imateriais (que constituem o mundo invisível ou espírita, isto é, dos Espíritos - o mundo normal, primitivo, eterno, preexistente e sobrevivente a tudo que foi criado) e materiais (que constituem o mundo visível ou corpóreo - o mundo corporal é secundário; poderia deixar de existir, ou não ter jamais existido, sem que por isso se alterasse a essência do mundo espírita), os quais, por sua vez, estão todos destinados à lei do progresso. Reconhece-se a inexorabilidade das leis naturais, contudo todas as leis da natureza são leis divinas, pois Deus é seu autor.


O Livro dos Espíritos

Em 18 de abril de 1857 Allan Kardec lançou no Palais Royal, em Paris, a primeira obra básica espírita: O Livro dos Espíritos (Le Livre des Esprits, em francês). A primeira edição do livro continha 501 perguntas e se dividia em três partes: "Doutrina Espírita", "Leis Morais", "Esperanças e Consolações". Foi o primeiro de uma série de cinco livros editados pelo pedagogo sobre o mesmo tema.

As médiuns que serviram a esse trabalho foram inicialmente as jovens Caroline e Julie Boudin (respectivamente, com 16 e 14 anos à época), às quais mais tarde se juntou Celine Japhet (com 18 anos à época) e a senhorita Ermmance Defaux (14 anos na época), que tinha como guia espiritual São Luiz, no processo de revisão do livro. Após o primeiro esboço, o método das perguntas e respostas foi submetido à comparação com as comunicações obtidas por outros médiuns franceses, num total de "mais de dez", nas palavras de Kardec, cujos textos psicografados contribuíram para a estruturação do texto.

Segundo Canuto de Abreu, na página VII de O Primeiro Livro dos Espíritos, a segunda edição francesa foi lançada em 18 de março de 1860, tendo o Livro dos Espíritos, naquela reimpressão, sido revisto quase "como trabalho novo, embora os princípios não hajam sofrido nenhuma alteração, salvo pequeníssimo número de exceções, que são antes complementos e esclarecimentos que verdadeiras modificações". Para esta revisão, Kardec manteve contato com grupos espíritas de cerca de 15 países da Europa e das Américas. Nesta segunda edição é que aparecem 1018 perguntas e respostas, sendo que algumas edições atuais trazem 1019 perguntas, acréscimo que, segundo a FEB (Federação Espírita Brasileira), foi devido ao Codificador não ter numerado a pergunta imediatamente após a 1010, aquela que seria a 1011. Assim sendo, o livro teria, na prática, 1019 e não, 1018 perguntas.


Categorias

Como colaborar

Colabore!

   Como ajudar?   

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com o Espiritismo na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.

  • Vigie os artigos sobre Espiritismo, combatendo vandalismos e edições equivocadas.
  • Crie artigos sobre Espiritismo, mediunidade e espiritualismo.
  • Ajude a manter este portal atualizado.
  • Dê suas sugestões, críticas ou elogios na página de discussão.
  • Crie artigos de destaque relacionados a esse tema dando visibilidade ao assunto escolhido.
  • Adicione novas imagens na galeria.
  • Adicione {{Portal-espiritismo}} em artigos relacionados.


Galeria

Algumas das principais figuras do espiritismo
Hippolyte Léon Denizard Rivail2.jpg
Allan Kardec
Conan doyle.jpg
Arthur Conan Doyle
BezerradeMenezes2.jpg
Bezerra de Menezes, conhecido também como O Kardec Brasileiro e O Médico dos Pobres
Cairbar Schutel 2.gif
Cairbar Schutel, conhecido também como O Bandeirante do Espiritismo
Chico-Xavier-1980.jpg
Chico Xavier - 1980
Emmanuel-espírito.jpg
Emmanuel (espírito)
Andre luiz (espírito).jpg
André Luiz (espírito)
Humberto de Campos.jpeg
Humberto de Campos e Irmão X (espírito)
Yvonne do Amaral Pereira.jpg
Yvonne do Amaral Pereira - meados de década de 1980
Divaldofranco.jpg
Divaldo Franco - 2006
JoanaAngelica.jpg
Joanna de Ângelis (espírito)
Raul Teixeira en 2010.jpg
Raul Teixeira - 2010

Portais relacionados

Wikimedia

Espiritismo no Wikinotícias     Espiritismo no Wikiquote     Espiritismo no Wikilivros     Espiritismo no Wikisource     Espiritismo no Wikcionário     Espiritismo na Wikiversidade     Espiritismo no Wikivoyage     Espiritismo no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/EspiritismoWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/EspiritismoWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/EspiritismoWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/EspiritismoWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/EspiritismoWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/EspiritismoWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/EspiritismoWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:EspiritismoCommons-logo.svg