Portal:Exploração espacial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Atualizar Conteúdos)
Portal da
Exploração espacial

Exploração espacial


O ônibus espacial Discovery preparado para o seu lançamento na missão STS-114.

Exploração espacial é o conjunto de esforços do homem que visão a exploração espaço e seus corpos celestes. Enquanto o estudo do espaço, estrelas, dentre outros astros, é realizada principalmente por astrônomos com instrumentos materiais, a exploração física do espaço é realizada tanto por sondas robóticas não tripuladas, quanto por voos espaciais tripulados. Os corpos celestes e astros sempre foram motivo de grande fascinação na humanidade. Há registros de gregos, mesopotâmicos e astecas descrevendo vários acontecimentos celestes. Há também vários cientistas deram grandes contribuições para que o sonho de explorar o espaço pudesse se tornar realidade, como o russo Konstantin Tsiolkovsky, o alemão Hermann Oberth e o estadunidense Robert Goddard. Antes e durante a Segunda Guerra Mundial não havia um esforço conjunto que tinha por objetivo a exploração física do espaço. Mas foi realmente durante a Guerra Fria, com o início da Corrida Espacial, que Estados Unidos e União Soviética buscaram consideravelmente superioridade uma da outra na exploração do espaço, exploração que nunca antes se tinha visto.

Artigo selecionado


Constelação de satélites

Satélite artificial é o nome de qualquer corpo feito pelo homem e colocado em órbita ao redor da Terra ou de qualquer outro corpo celeste. Até hoje já foram efetuados milhares de lançamentos desses corpos ao espaço, mas a maioria já está desativada. Quando ocorrem falhas no lançamento ou no próprio satélite, partes dos mesmos podem ficar orbitando o planeta por tempo indefinido, formando o lixo espacial. Tecnicamente, esses objetos também são satélites, embora o termo por si só seja usado para se referir ao aparelho que foi colocado em órbita para exercer uma função específica.

As primeiras ideias sobre satélites surgiram no século XVIII com as teorias sobre gravitação de Isaac Newton. No século seguinte diversos escritores de ficção científica propunham novos conceitos sobre satélites, até que os cientistas perceberam a real possibilidade e utilidade de tais corpos em órbita. Com base em diversos estudos e testes, foi lançado pelos soviéticos em 1957 o primeiro satélite artificial da história, o Sputnik 1, o que, em tempos de Guerra Fria, marcou o início da corrida espacial. Desde então foram lançados milhares de satélites de diversos tipos: satélites de comunicações, astronômicos, militares, meteorologicos, entre outros.

Biografia selecionada


Marcos Pontes2.jpg

Marcos Cesar Pontes (Bauru, 11 de março de 1963) é um tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB), atualmente na reserva. Foi o primeiro astronauta brasileiro, o segundo sul-americano e o primeiro lusófono a ir ao espaço, na missão batizada "Missão Centenário", em referência à comemoração dos cem anos do voo de Santos Dumont no avião 14 Bis, realizado em 1906. Em 30 de março de 2006, partiu em direção à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da nave russa Soyuz TMA-8, com oito experimentos científicos brasileiros para execução em ambiente de microgravidade. Retornou no dia 8 de abril, a bordo da nave Soyuz TMA-7.

Casado com Franciska de Fátima Cavalcanti, Marcos Pontes tem dois filhos e seus hobbies são musculação, futebol, violão, piano, desenho e pintura em aquarela. Além destes hobbies, também se dedica ao radioamadorismo. Seu prefixo como radioamador é PY0AEB. Seus pais, Virgílio e Zuleika Pontes, moravam em Bauru. Foi piloto de caça da FAB, chegando ao posto de tenente-coronel.

Imagem selecionada


Apollo 11 Launch2.jpg
Lançamento da Apollo 11.

Neste dia: 19 de março


Categorias


Para ver todas as subcategorias, clique em [►]
Colabore!
Como colaborar!
• Crie artigos relacionados a exploração espacial dando visibilidade ao assunto escolhido.
• Adicione imagens nos artigos.
• Melhore os artigos sobre a exploração espacial.