Portal:Geórgia (Estados Unidos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bandeira da Geórgia

Portal da Geórgia

Peach State

Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  O Portal da Geórgia
Localização da Geórgia

A Geórgia, ou raramente Jórgia, é um dos 50 estados dos Estados Unidos, localizado na Região Sudeste do país, a leste do rio Mississippi, desde que a Virgínia Ocidental separou-se da Virgínia em 1863 (embora Michigan, Flórida e Wisconsin sejam maiores se a área ocupada por água é incluída), sendo o 24º maior estado do país em geral. O crescimento populacional da Geórgia é um dos mais altos do país em tempos atuais. Sua população cresceu em torno de 26% entre 1990 e 2000, de 6 478 216 habitantes em 1990 para 8 186 453 habitantes em 2000.

A maior parte da Geórgia é coberta por florestas, primariamente pinheiros, pessegueiros e magnólias. O terreno do norte do estado é primariamente montanhoso, com o sul possuindo um terreno mais plano e menos acidentado. Os aspectos naturais do Geórgia foram e ainda são muito importantes para o estado. Culturalmente, as belezas naturais inspiraram diversos artistas que cresceram no estado. Economicamente, fazem do turismo e da indústria madeireira importantes fontes de renda da Geórgia. O estado é um dos líderes nacionais na produção de produtos de madeira. Suas florestas lhe renderam o cognome The Peach State (O Estado Pêssego) e um ditado popular, Tall as Georgia Pine ("Alto como um pinheiro-da-geórgia").

A região que constitui atualmente a Geórgia fora disputada durante o final do século XVII e o início do século XVIII, entre o Reino Unido e a Espanha. A Geórgia então fazia parte de uma colônia chamada de Carolinas, que incluía também os atuais estados de Carolina do Norte e Carolina do Sul. Em 1724, os britânicos criaram a colônia de Geórgia. Em 12 de fevereiro de 1733, os primeiros assentadores britânicos instalaram-se na região, no que atualmente constitui Savannah. A Geórgia foi a última das Treze Colônias criada pelos britânicos.

A Geórgia prosperou a partir da década de 1750, com o cultivo de arroz e milho, e tornando-se um líder da indústria agrária das Treze Colônias. Após a vitória americana na Revolução Americana de 1776, a Geórgia tornou-se em 2 de janeiro de 1788 o quarto estado americano. A Geórgia aderiu à secessão em 1861, entrando nos Estados Confederados da América. A Geórgia foi um dos Estados mais duramente atingidos pela Guerra Civil Americana. Até o início do século XX, a economia do estado dependia da agropecuária. A partir de então, a manufatura tornou-se a principal fonte de renda do Estado, sendo que mais recentemente o setor de finanças tem tornado-se também uma fonte de renda primária.

Sumários temáticos

Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Artigos destacados

Jogos Olímpicos de Verão de 1996 (em inglês: 1996 Summer Olympic Games), oficialmente conhecidos como os Jogos da XXVI Olimpíada, foram os Jogos realizados em Atlanta, capital do estado de Geórgia, nos Estados Unidos, entre 19 de julho e 4 de agosto de 1996. Marcaram os 100 anos dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, sendo abertos pelo presidente dos Estados Unidos Bill Clinton. Os então 197 Comitês Olímpicos Nacionais filiados ao Comitê Olímpico Internacional enviaram suas delegações, num total de 10 318 atletas, sendo deles mulheres, competindo em 30 esportes.

A comunidade olímpica internacional acreditava ser direito de Atenas, uma das candidatas e berço tanto dos Jogos da antiguidade quanto da Era Moderna, de sediar os Jogos no seu centenário. Entretanto, os delegados do Comitê Olímpico Internacional, na 96.ª Sessão da entidade em 18 de setembro de 1990, em Tóquio, elegeram Atlanta como sede com 51 votos, contra 35 da cidade grega.

A escolha provocou protestos e acusações de suborno aos membros do COI foram inclusive veiculadas, sem provas. Além disso, os Jogos de Atlanta, que se esperava serem perfeitos pelos vultosos recursos investidos em sua organização, apresentaram vários percalços, como um inesperado problema nos transportes que ocasionou grandes engarrafamentos pela cidade no período de disputas, dificultando a locomoção entre os locais de competição, o calor intenso durante as apresentações e o mais grave deles, um atentado cometido com a explosão de uma bomba no Centennial Olympic Park, que resultou na morte de duas pessoas e ferimentos em outras 111.

Em seu discurso de encerramento, o então presidente do COI, Juan Antonio Samaranch, referiu-se aos Jogos recém-terminados com um "Bom trabalho, Atlanta" ao invés do costumeiro "Estes foram os melhores Jogos da história", usado até então.


Editar
 Messagebox info.png  História de Geórgia

Em 1730, um grupo de britânicos passou a estabelecer planos para a criação de uma colônia no sul inexplorado das Carolinas. Esta colônia foi nomeada de Georgia, em homenagem ao então monarca do Reino Unido, o rei Jorge II da Grã-Bretanha, George em inglês. Este autorizou a criação desta nova colônia através da secessão da região sul das Carolinas. Inicialmente, este grupo de britânicos planejou enviar prisioneiros ou pessoas endividadas à região. Este plano, porém, foi abandonado, sendo que apenas alguns endividados foram enviados à região, pessoas dos quais não se tiveram mais notícia após sua saída do Reino Unido.

Em 1732, o rei Jorge II deu uma licença de operação da nova colônia de Geórgia, por 21 anos, para uma corporação, chamada de Trustees for Establishing the Colony of Georgia in America (em português: Corporação para o Estabelecimento da Colônia de Geórgia na América), cujo objetivo era financiar e fornecer o recrutamento e o transporte de colonos entre a Europa e a Geórgia. Apesar dos protestos dos espanhóis, que reivindicavam a região, os primeiros colonos britânicos, liderados por James Oglethorpe, foram enviados à Geórgia em 17 de novembro de 1732, partindo do Reino Unido, a bordo do HMS Anne. Em 12 de fevereiro de 1733, estes colonos desembarcaram na região onde atualmente está localizada a cidade de Savannah. Estes colonos tiveram a assistência de Tomochichi, chefe indígena de uma tribo creek, que ajudaram os colonos a construírem abrigos adequados e a cultivar milho e arroz, bem como persuadiu outras tribos indígenas a não atacarem os novos colonos. Nos 21 anos do qual a Geórgia fora controlada pelo Trustees, mais de 4 mil colonos instalaram-se na Geórgia, dos quais metade tiveram suas despesas de viagem pagas pelo Trustees.

Ambos o Reino Unido e a Espanha reivindicavam a Geórgia. Esta questão, mais o fato da existência do comércio ilegal entre comerciantes britânicos e colônias espanholas nas Américas, fizeram com que a Espanha e o Reino Unido entrassem em guerra em 1739. Nesta guerra, Oglethorpe tentou anexar a colônia espanhola de Flórida, embora não fosse bem sucedido. Em 1742, após a captura de uma força militar espanhola primária, na Ilha de St. Simons, em Geórgia, por parte de Oglethorpe e suas tropas, terminou com a guerra. Porém, a questão da reivindicação da Geórgia continuou.

Durante o período no qual a Geórgia esteve sob o controle do Trustees, os colonos da Geórgia tinham diversas limitações impostas pela coroa britânica, que não aplicavam-se a outras das Treze Colônias. Por exemplo, não podiam fazer uso do trabalho escravo. Enquanto que a economia da Carolina do Norte e da Carolina do Sul prosperavam com o cultivo de milho e de arroz, a economia da Geórgia sofrera com baixas exportações e altos preços de produtos importados, levando a muitos recorrerem para o contrabando de produtos espanhóis via Flórida. Em 1752, o Trustees abriram mão de sua licença, e Jorge II reorganizou a colônia como uma província colonial, em 1754, e removendo as restrições anteriormente impostas à colônia. A Geórgia então prosperou economicamente, e sua população passou a crescer rapidamente.

O primeiro conflito na Geórgia na Guerra da Independência dos Estados Unidos foi a tentativa de captura de onze navios carregados de arroz, no porto de Savannah, em 1776, tendo conseguido capturar apenas dois. Em 24 de julho de 1778, a Geórgia ratificou os Artigos da Confederação, o pai da Constituição dos Estados Unidos. Savannah foi conquistada pelos britânicos em dezembro de 1779. No final de setembro de 1779, forças navais americanas, com auxílio da Marinha francesa, tomaram a cidade, após um cerco de três semanas. Apesar da reconquista da cidade, a maior parte da Geórgia estava sob controle britânico ao final de 1779. Foi somente em 1782 que as tropas britânicas presentes na Geórgia abandonariam a colônia. Após o fim da Revolução Americana, em 1783, e sob os termos do Tratado de Paris, os Estados Unidos tomaram o controle de todas as colônias britânicas ao sul dos Grandes Lagos, ao norte do golfo do México e a leste do rio Mississipi. A região que atualmente constitui os Estados de Alabama e Mississippi, então, foram anexados à Geórgia. Esta tornou-se o quarto estado americano, em 2 de janeiro de 1788.

Na década de 1790, o cultivo de algodão tornou-se a principal fonte de renda do Estado, graças à invenção de um equipamento que separava com facilidade a fibra de algodão da semente. A nova indústria, porém, não aumentou sensivelmente a demanda por terras na maior parte da Geórgia, relativamente isolada do resto do país por causa das montanhas, florestas e pântanos ao norte do Estado. Companhias privadas compraram grandes quantidades de terras do governo da Geórgia, por apenas cerca de quatro centavos de dólar o hectare, graças ao pagamento de propina a oficiais do governo estadual. Estas terras também incluíam partes do Alabama e do Missouri. Porém, a descoberta deste caso de corrupção, conhecido como Fraude de Yazoo, levou a população do estado escolherem novos legisladores nas eleições governamentais de 1795. O novo governo rejeitou a venda, embora muitos tenham recusado-se em devolver as terras. Este problema foi resolvido na década de 1800. Em 1802, a Geórgia vendeu todas as suas terras a oeste do rio Chattahoochee ao governo federal. Em 1810, a Suprema Corte dos Estados Unidos julgou que a venda era legal, e em 1814, o Congresso americano aprovou 4,2 milhões de dólares a ser distribuído entre assentadores e o governo da Geórgia.

Mais terras foram adquiridas através da expulsão dos nativos americanos da região, forçando-os a migrarem para além do oeste do rio Mississippi - região que ainda não fazia parte dos Estados Unidos. Em 1827, todas as tribos Creek da Geórgia concordaram em venderem suas terras ao governo americano, e a migrarem para o Território de Oklahoma. Em 1829, ouro foi descoberto na Geórgia, atraindo milhares de assentadores brancos de outros Estados, o que fez com que os habitantes do estado passassem a pressionar o governo a removerem os cherokee, que possuíam os direitos de propriedade de terra de grandes áreas da Geórgia, possuíam seu próprio governo e não reconheciam a autoridade do governo da Geórgia. Em 1830, com o Ato de Remoção Indígena, os cherokees e todas as tribos nativos americanas vivendo na região foram forçados a migrar para o Território de Oklahoma, sendo que a última tribo cherokee a migrar para Oklahoma assim fez em 1838.

A economia da Geórgia, ao longo da primeira metade do século XIX, dependia em grande parte do cultivo, processamento e da exportação do algodão para países europeus. Porém, para a venda do algodão em preços baixos e competitivos no mercado europeu, o uso do trabalho escravo era necessário. Após a eleição do abolicionista Abraham Lincoln em 1861, o Governador Joseph E. Brown passou a liderar um movimento a favor da separação da Geórgia do restante dos Estados Unidos. Em 19 de janeiro de 1861, a Geórgia tornou-se o quinto estado americano a separar-se da União, juntando-se aos Estados Confederados da América. Ironicamente, um político anteriormente contra a secessão da Geórgia da União, Alexander H. Stephens, tornou-se Vice-Presidente da Confederação.

The Siege of Atlanta de 1886 representa soldados da União durante a Batalha de Atlanta em 1864.
Logo durante o início da Guerra Civil Americana, a Marinha da União bloqueou todo o litoral da Geórgia, colocando diversos navios em torno do principal porto do Estado, Savannah, assim interrompendo a exportação de algodão do estado aos países europeus. Em setembro de 1863, tropas da União, lideradas por William T. Sherman venceram uma força confederada, na Batalha de Chattanooga, uma das primeiras grandes vitórias da União, realizada no extremo noroeste do Estado. Em maio de 1864, Sherman avançaria em direção ao sudeste, capturando Atlanta em setembro, tendo queimado a cidade em novembro. Então, Sherman continuou a avançar rumo a Savannah. Em seu caminho, Sherman mandou a destruição de quaisquer propriedades de valor - como fábricas, ferrovias e estruturas públicas; e roubando suprimentos em fazendas e nas cidades em que passavam, causando um prejuízo estimado em 100 milhões de dólares. Savannah seria finalmente conquistada por Sherman em setembro de 1864.

Política

Editar
 Messagebox info.png  Política de Geórgia
Fachada do Capitólio estadual da Geórgia em Atlanta.

O Capitólio do Estado da Geórgia (Georgia State Capitol) é a sede da Assembleia Geral da Geórgia, abrigando, portanto, o Senado e a Câmara dos Representantes. Localizado no centro de Atlanta, o Capitólio da Geórgia é uma das maiores atrações turísticas da região alémd e ser de extremamente significativo para a população do estado. Desde 1971, está listado no Registro Nacional de Lugares Históricos (NRHP).

O Capitólio da Geórgia foi construído no local da primeira Prefeitura de Atlanta (Atlanta City Hall) após a escolha desta como capital estadual. Durante a Campanha de Atlanta, a legislatura se reuniu em Macon e Louisville.

Geografia

Editar
 Messagebox info.png  Geografia de Geórgia
Piedmont Park é uma área urbana de 189 acres em Atlanta, na Geórgia, localizado em Midtown, a norte do centro da cidade. Piedmont Park acolhe muitos dos festivais de Atlanta e eventos culturais.


Editar
 Messagebox info.png  Clima de Geórgia

A Geórgia possui um clima subtropical, relativamente ameno no inverno e quente no verão. Temperaturas são mais amenas próximos ao Oceano Atlântico. A temperatura anual do estado é de 18°C.

A temperatura no inverno diminui à medida que se viaja para o norte. O sul da Geórgia possui média de 11 °C no inverno, enquanto que o norte possui uma média de 5 °C. No inverno, a média das mínimas é de 7 °C no sul e de 0 °C no norte. A média das máximas é de respectivamente 17 °C e 10 °C. Extremos variam entre -10 °C e 20 °C. A menor temperatura já registrada em Geórgia é de -27 °C, registrada em 27 de janeiro de 1940, no Condado de Floyd.

No verão, a variação de temperatura do estado é mínima, dependendo basicamente a altitude do terreno - quanto mais alta menor a temperatura média no verão. No verão, a média das mínimas do estado é de 22 °C, e a média das máximas é de 33 °C. A maior temperatura já registrada em Geórgia é de 44 °C, registrada em 20 de agosto de 1983, em Greenville.

As taxas de precipitação média anual de chuva da Geórgia é de 127 centímetros de precipitação por ano. A média anual é maior no norte do estado - onde chega aos 150 centímetros anuais - e menor na região central do Estado, que recebe cerca de 115 centímetros anuais. Os meses mais úmidos do ano na Geórgia são julho e agosto, e os meses mais secos são outubro e novembro. Neve é rara no Estado. A taxa de precipitação média anual de neve da Geórgia é muito baixa: o estado recebe cerca de de 2,5 centímetros de neve por ano, a maior parte no norte do estado.

Cultura

Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Biografia selecionada
Página 'Ed Muransky' não encontrada
Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Educação em Geórgia

Os primeiros centros educacionais da Geórgia foram criados ainda durante o século XVIII. Estas escolas rústicas, pequenas estruturas, eram construídas por comunidades rurais, em um lote fornecido por um dos fazendeiros da comunidade. Estas escolas funcionavam através da contratação de "professores-viajantes", que eram pagos para ensinarem por um certo período de tempo, e viajavam de comunidade rural a comunidade rural. Por isto, a educação comunitária da época era irregular. Estas escolas rústicas eram mantidas pela comunidade local, e de livre acesso para qualquer criança branca. Ricos latifundiários, por sua vez, contratavam professores do Norte do país, como tutores particulares para seus filhos.

No início do século XIX, a Geórgia construiu algumas escolas públicas nas principais cidades do Estado - com o porém de não fornecerem verbas para estas escolas após sua fundação, sendo que estas escolas eram obrigadas a cobrar pelo fornecimento de serviços educacionais. Algumas cidades e condados assumiram os custos da educação pública, porém, a maior parte era privada, com algumas destas escolas permitindo que estudantes estudassem caso concordassem em trabalhar nas fazendas controladas pela dada escola. Foi somente na década de 1870 que a Geórgia criou um sistema estadual de educação pública. Este sistema, mantido pelo governo do Estado, fornecia verbas para qualquer escola elementária do Estado. A partir de 1912, o sistema de educação pública do Estado passou a fornecer verbas também para escolas do ensino de segundo grau.

Atualmente, todas as instituições educacionais na Geórgia precisam seguir regras e padrões ditadas pelo Conselho Estadual de Educação da Geórgia. Este Conselho controla diretamente o sistema de escolas públicas do estado, que está dividido em diferentes distritos escolares. Cada cidade primária (city), diversas cidades secundárias (towns) e cada condado, é servida por um distrito escolar. Nas cidades, a responsabilidade de administrar as escolas é do distrito escolar municipal, enquanto que em regiões menos densamente habitadas, esta responsabilidade é dos distritos escolares operando em todo o condado em geral. A Geórgia permite a operação de escolas charter - escolas públicas independentes, que não são administradas por distritos escolares, mas que dependem de verbas públicas para operarem. Atendimento escolar é compulsório para todas as crianças e adolescentes com mais de sete anos de idade, até a conclusão do segundo grau ou até os dezesseis anos de idade.

Em 1999, as escolas públicas do estado atenderam cerca de 1,483 milhões de estudantes, empregando aproximadamente 90,6 mil professores. Escolas privadas atenderam cerca de 116,4 mil estudantes, empregando aproximadamente 10,7 mil professores. O sistema de escolas públicas do estado consumiu cerca de 8,537 bilhões de dólares, e o gasto das escolas públicas foi de aproximadamente 6,5 mil dólares por estudante. Cerca de 85,1% dos habitantes do Estado com mais de 25 anos de idade possuem um diploma de segundo grau.

A primeira biblioteca da Geórgia foi criada em 1736. A primeira biblioteca pública, por sua vez, foi criada em 1888. A Geórgia possui atualmente 57 sistemas de bibliotecas públicas, que movimentam anualmente uma média de 4,6 livros por habitante.

A primeira instituição de educação superior fundada na Geórgia foi a Universidade da Geórgia, fundada em 1785, em Athens. Esta universidade é atualmente parte do Sistema de Universidades da Geórgia, que administra cerca de 35 faculdades e universidades diferentes. Atualmente, o Estado possui cerca de 124 instituições de educação superior, dos quais 74 são públicas e 50 são privadas. Destas instituições, cerca de 30 eram universidades, sendo o restante faculdades. Foi uma das primeiras instituições de educação superior privadas do país, embora somente tenha aberto em 1801. A Universidade da Geórgia
Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Transportes e comunicações
Via expressa em Atlanta, um dos principais pólos de transporte dos Estados Unidos.

A Geórgia é atualmente o principal pólo de transportes do Sul americano. As principais rodovias pavimentadas do Estado foram inauguradas no início do século XX, e a grande maioria das estradas estaduais de menor porte foram pavimentadas nas décadas que se seguiram à Segunda Guerra Mundial. Atlanta é o principal centro rodoviário da Geórgia. A Geórgia, em 2003, possuía 187 543 quilômetros de vias públicas, dos quais 2 004 quilômetros eram rodovias interestaduais, considerados parte do sistema federal rodoviário dos Estados Unidos.

O estado possui uma extensiva malha ferroviária. Atlanta, além de ser o principal pólo ferroviário do Estado, é também o principal pólo ferroviário da região Sul dos Estados Unidos. Em 2002, a Geórgia possuía 7 530 quilômetros de ferrovias.

Atlanta abriga atualmente o aeroporto mais movimentado do mundo, em número de passageiros atendidos - Aeroporto Internacional Hartsfield, que movimenta cerca de 82 milhões de passageiros por ano. Savannah é o principal centro portuário da Geórgia, sendo um dos portos mais modernos em atividade no país.

O primeiro jornal publicado na Geórgia foi o Georgia Gazette, tendo sido publicado pela primeira vez em Savannah em 1763. O jornal mais antigo do Estado ainda em publicação, por sua vez, é o Augusta Chronicle, de Augusta, tendo sido publicada pela primeira vez em 1785. Em 1828, o primeiro jornal voltado a nativos americanos foi publicano em New Echota e, 1828, publicado em inglês e em cherokee. Atualmente, são publicados na Geórgia 256 jornais, dos quais 32 são diários. São impressos no Estado cerca de 200 periódicos.

A primeira estação de rádio da Geórgia foi fundado em 1922, em Atlanta. Esta estação de rádio, código WSW, foi também a primeira a operar no Sul, e também a primeira a possuir programas noturnos regulares. O slogan do WSW, que ainda está em operação presentemente, era "A Voz do Sul". A primeira estação de televisão foi fundada em 1948, em Atlanta. Atualmente, o Estado possui 257 estações de rádio - dos quais 127 são AM e 130 são FM - e 32 estações de televisão. Atlanta é sede de diversas companhias de televisão importantes e mundialmente conhecidas, tais como a CBS, CNN, TBS e o TNT.
Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Demografia de Geórgia
Crescimento populacional
Censo Pop.
179082 548
1800162 68697,1%
1810251 40754,5%
1820340 98935,6%
1830516 82351,6%
1840691 39233,8%
1850906 18531,1%
18601 057 28616,7%
18701 184 10912,0%
18801 542 18130,2%
18901 837 35319,1%
19002 216 33120,6%
19102 609 12117,7%
19202 895 83211,0%
19302 908 5060,4%
19403 123 7237,4%
19503 444 57810,3%
19603 943 11614,5%
19704 589 57516,4%
19805 463 10519,0%
19906 478 21618,6%
20008 186 45326,4%
20109 687 65318,3%
202010 711 90810,6%
Fonte: US Census

De acordo com o censo nacional de 2000, a população da Geórgia em 2000 era de 8 186 453 habitantes, um crescimento de 25,8% em relação à população do estado em 1990, de 6 508 419 habitantes. Uma estimativa realizada em 2006 estima a população do estado em 9 363 941 habitantes, um crescimento de 43,8% em relação à população do estado em 1990, de 14,3% em relação à população do estado em 2000, e de 2,5% em relação à população estimada em 2005.

O crescimento populacional natural da Geórgia entre 2000 e 2006 foi de 438 939 habitantes - 849 414 nascimentos menos 410 475 óbitos - o crescimento populacional causado pela imigração foi de 228 415 habitantes, enquanto que a migração interestadual resultou no ganho de 378 258 habitantes. Entre 2000 e 2006, a população da Geórgia cresceu em 1 177 125 habitantes, e entre 2005 e 2006, em 231 388 habitantes. As taxas de crescimento populacional da Geórgia são uma das mais altas do país, e o estado é atualmente o nono mais populoso dos Estados Unidos.

Cerca de 90,1% da população de Geórgia com mais de 5 anos de idade possuem o inglês como idioma materno, com 5,6% tendo o espanhol como idioma materno. O francês é o terceiro idioma mais falado no estado, sendo o idioma materno de 0,6% da população da Geórgia, seguido pelo alemão e pelo vietnamita, cada uma com 0,4%. 7,3% da população do estado possui menos de 5 anos de idade, 26,5% possui menos de 18 anos de idade, e 9,6% possui 65 anos ou mais de idade.
Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Desportos em Geórgia

O estado da Geórgia possui equipes em quatro grandes ligas profissionais: no beisebol o Atlanta Braves da MLB, no futebol americano o Atlanta Falcons da NFL, no basquetebol o Atlanta Hawks da NBA e no futebol o Atlanta United FC da MLS.

Os Jogos Olímpicos de Verão de 1996 ocorreram em Atlanta. O estádio (Centennial Olympic Stadium que foi construído para sediar vários eventos olímpicos foi convertido no Turner Field, casa do Atlanta Braves até 2016. No golfe o estado sedia o Masters Tournament, o primeiro dos quatro Majors da PGA Tour.

O Atlanta Motor Speedway em Hampton abriga uma corrida de carros da NASCAR e o Road Atlanta em Braselton a corrida de carros esportivos de resistência Petit Le Mans.
Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Categorias
Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Tópicos
  • Anfíbio: Hyla cinerea
  • Árvore: Quercus virginiana
  • Borboleta: Papilio glaucus
  • Bebida: Coca-Cola
  • Cognomes:
    • Empire State of the South
    • Peach State
  • Dança: Quadrilha
  • Flor: Rosa laevigata
  • Fóssil: Dente de tubarão
  • Fruta: Pêssego
  • Inseto: Abelha
  • Lema: Wisdom, justice, and moderation (Sabedoria, justiça e moderação)
  • Mamífero: Baleia franca
  • Mineral: Staurolita
  • Música: Georgia on My Mind (Geórgia na Minha Mente) - escrita (em 1930) por Hoagy Carmichael e Stuart Gorrell e gravada por Ray Charles (em 1960), natural do Estado, foi oficializada como música do Estado em 1979.
  • Pássaro: Toxostoma rufum
  • Pedra: Ametista
  • Peixe: Micropterus salmoides
  • Réptil: Gopherus polyphemus
  • Rocha: Quartzo
  • Slogan: Georgia on My Mind (Geórgia na Minha Mente)
Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Portais relacionados




Territórios fronteiriços

Aqueles listados em negrito itálico são Portais em destaque.


Editar
 Flag of Georgia (U.S. state).svg  Wikimedia


Purgar cache do servidor