Portal:Grécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Coat of arms of Greece.svg
Bem-vindo ao
Portal da Grécia
LindosAcropolis1.jpgAcropilos wide view.jpgApollo Castelporziano Massimo.jpgCape Fonias, Corfu 2.JPGClock tower in Poros.jpg

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Listas · Glossários · Índices · Índice A-Z

Introdução

Bandeira da Grécia Lesser coat of arms of Greece.svg
Localização da Grécia na Europa

A Grécia, /ˈɡrs/ (em grego: Ελλάδα, Ellada), oficialmente República Helênica (Ελληνική Δημοκρατία, Elliniki Dimokratia) e historicamente Hellas (em grego antigo: Ἑλλάς, Hellas; em grego: Ελλάς moderno, Ellas), é o país mais meridional dos Bálcãs e confina a norte com a República da Macedônia, com a Bulgária, e com a Albânia, a leste com a Turquia, quer em fronteira terrestre, quer com fronteira marítima no mar Egeu, a sul com o mar Mediterrâneo e a oeste com o mar Jônico, através do qual tem ligação a Itália.

Localizada na juntura da Europa, Ásia e África, a Grécia é considerada por muitos como o berço da civilização ocidental possuindo uma longa e rica história durante a qual espalhou sua influência sobre três continentes: é o berço de nascimento da democracia, da filosofia ocidental, dos Jogos Olímpicos, da literatura ocidental e da historiografia, bem como da ciência política, e dos mais importantes princípios matemáticos, e também o berço de nascimento do teatro ocidental, incluindo os gêneros do drama, tragédia e o da comédia.

Mais sobre a Grécia...


Mostrar novas seleções

Artigos selecionados

Termas e cisternas romanas de Áptera

Áptera (em grego: Άπτερα), também conhecida como Aptara, Apteria, Apterea, Aptaria ou Aptere, foi uma cidade do noroeste da ilha de Creta, Grécia. Atualmente as suas ruínas constituem um sítio arqueológico, situado a menos de um quilómetro em linha reta da costa sul da baía de Souda. Ali existiu uma cidade-estado, que já era poderosa no final do período minoico e que atingiu o seu apogeu no período helenístico. Declinou lenta e gradualmente a partir daí, embora continuasse a ser uma cidade importante durante o período romano e primeiros tempos do Império Bizantino. Foi destruída por dois terramotos, nos séculos IV e VII d.C., e pelos Sarracenos em 823, quando foi definitivamente abandonada.

No século XII foi construído no local da antiga cidade um mosteiro dedicado a São João, o Teólogo, que funcionou até meados da década de 1960. Os venezianos construíram no local um forte, o qual foi destruído por piratas em 1583. A posição estratégica do sítio foi também aproveitada pelos otomanos, que ali construíram uma fortaleza na segunda metade do século XIX, durante a Revolta de Creta de 1866-1869, para dominar toda a baía de Souda. Durante a Segunda Guerra Mundial, as tropas de ocupação alemãs também se posicionaram no planalto de Áptera.


Sabia que?

... que os gregos foram os primeiros a desenvolver um alfabeto com vogais?

... que a Ponte Rio-Antirio entre o Peloponeso e a Grécia continental é a maior ponte estaiada na Europa?

... que a montanha mais alta do país, o Monte Olimpo, era dito ser o lar dos deuses gregos na antiga religião grega?

... que os Jogos Olímpicos tiveram origem na Grécia há 3000 anos atrás e que as primeiras Olimpíadas modernas foram realizadas na Grécia em 1896, como um renascimento dos Jogos Olímpicos da Antiguidade?

... que o atual Estado grego corresponde apenas ao centro do mundo grego antigo, que compreendia também o sul da Itália, as áreas costeiras da atual Turquia e o Mar Negro, bem como algumas colônias no norte da África, sul da França e da Espanha?

... que, apesar de o Estado grego moderno ter sido estabelecido em 1832, algumas regiões da Grécia não foram libertadas até depois das Guerras Balcânicas?

... que Creta é mais populosa do que as outras ilhas gregas juntas?

... que a Grécia foi o primeiro país balcânico a obter a independência dos turcos em 1831?


Predefinições

Séries
Esboços
Ligações
Outros

Como colaborar

Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Grécia na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.

  • Ajude a manter este portal atualizado.
  • Dê suas sugestões, críticas ou elogios na página de discussão.
  • Crie artigos de destaque relacionados a esse país dando visibilidade ao assunto escolhido.
  • Adicione novas imagens na galeria.

Imagem selecionada

Salonica-view-aerial2.jpg

Vista de Salônica.

Biografia selecionada

King George of Hellenes.jpg

Jorge I (Copenhague, 24 de dezembro de 1845Salonica, 18 de março de 1913), nascido príncipe Guilherme de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg, foi o Rei da Grécia de sua eleição em 1863 até seu assassinato. Originalmente um príncipe dinamarquês, Jorge parecia estar destinado a uma carreira na Marinha Real. Foi eleito rei pela Assembleia Nacional Grega quando tinha apenas dezessete anos, pouco depois da deposição do impopular rei Oto. Sua nomeação foi sugerida e apoiada pelas grandes potências da época: o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda, o Segundo Império Francês e o Império Russo. Ele se casou com a grã-duquesa Olga Constantinovna da Rússia, tornando-se o primeiro monarca da nova dinastia real grega. Duas de suas irmãs, Alexandra e Dagmar, casaram-se com os monarcas britânico e russo, respectivamente. O rei Eduardo VII e o imperador Alexandre III eram seus cunhados enquanto Jorge V e Nicolau II eram seus sobrinhos.

O reinado de quase cinquenta anos de Jorge foi caracterizado por ganhos territoriais enquanto a Grécia estabelecia seu lugar na Europa pré-Primeira Guerra Mundial. O Reino Unido cedeu pacificamente as Ilhas Jônicas, enquanto a Tessália foi anexada do Império Otomano após a Guerra Russo-Turca de 1877–78. A Grécia nem sempre foi bem sucedida em suas ambições expansivas, sendo derrotada na Guerra Greco-Turca de 1897. Jorge foi assassinado durante a Primeira Guerra Balcânica, logo depois das tropas gregas terem ocupado Salonica. Ele foi sucedido por seu filho Constantino I.


Categorias

Mapa

Map Greece expansion 1832-1947-es.svg


Expansão territorial da Grécia moderna (1832-1947).

Portais relacionados

Parthenon from west.jpg
Júpiter y Tetis, por Dominique Ingres.jpg
Olympic flag.svg
Flag of Bulgaria.svg
Flag of Albania.svg
Flag of Macedonia.svg
Flag of Turkey.svg
Grécia Antiga Mitologia greco-romana Jogos Olímpicos Bulgária Albânia Macedônia Turquia


Wikimedia

Grécia no Wikinotícias     Grécia no Wikiquote     Grécia no Wikilivros     Grécia no Wikisource     Grécia no Wikcionário     Grécia na Wikiversidade     Grécia no Wikivoyage     Grécia no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/Gr%C3%A9ciaWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/Gr%C3%A9ciaWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/Gr%C3%A9ciaWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/Gr%C3%A9ciaWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/Gr%C3%A9ciaWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Gr%C3%A9ciaWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Gr%C3%A9ciaWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:Gr%C3%A9ciaCommons-logo.svg