Portal:Iémen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Listas · Glossários · Índices · Índice A-Z


Iémen

Localização do Iémen.

O Iémen (português europeu) ou Iêmen (português brasileiro) é um país árabe que ocupa a extremidade sudoeste da Península da Arábia. É limitado a norte pela Arábia Saudita, a leste por Omã, a sul pelo mar da Arábia e pelo golfo de Áden, do outro lado do qual se estende a costa da Somália e a oeste pelo estreito de Bab el Mandeb, que o separa de Djibouti, e pelo mar Vermelho, que providencia uma ligação à Eritreia. Além do território continental, o Iémen inclui também algumas ilhas situadas ao largo do Corno de África, das quais a maior é Socotorá. A capital é Sana.


Mostrar novas seleções

Artigos selecionados

Yemeni soldiers from the 1st Armoured Division.JPG

A crise iemenita é um conjunto de conflitos internos de caráter sectário, político e religioso que ocorrem no Iêmen desde princípios do século XXI. A crise se intensificaria com a Revolução Iemenita de 2011-2012, ocorrida como parte dos grandes protestos da Primavera Árabe, que expulsou o regime ditatorial de Ali Abdullah Saleh do poder. Depois que Saleh deixou o cargo no início de 2012, o governo liderado pelo ex-vice-presidente de Saleh, Abd Rabbuh Mansur Hadi, se esforçou para unir o cenário político turbulento do país e afastar as ameaças dos militantes tanto da Al-Qaeda na Península Arábica como dos Houthis. Em 2014, os combatentes Houthis invadiram a capital Sanaa e forçaram Hadi a negociar um "governo de unidade" com outras facções políticas, enquanto a capital estava sendo alvo intensivo de operações terroristas da al-Qaeda. Após negociações com outras facções, os rebeldes continuaram a colocar pressão sobre o debilitado governo até que, após seu palácio presidencial e residência privada ficarem sob o ataque do grupo militante, Hadi renunciou junto com seus ministros em janeiro 2015, o que foi rejeitado pelo parlamento iemenita. No mês seguinte, os Houthis, declararam-se no controle do governo, dissolveram o Parlamento e instalaram um Comitê Revolucionário interino liderado por Mohammed Ali al-Houthi, primo do líder Houthi Abdul-Malik al-Houthi. No entanto, Hadi fugiu para Áden, onde declarou que continua sendo presidente legítimo do Iêmen, proclamou capital provisória do país, e apelou aos oficiais do governo leais e membros das forças armadas para se unirem a ele.


Biografia selecionada

Costume pour Balkis, la Reine de Saba (de l'opera de Gounod, 1862).jpg

A rainha de Sabá (em ge'ez: ንግሥተ ሳባ, transl. Nigista Saba, em hebraico: 'מלכת שבא, transl. Malkat Shva, em árabe ملكة سبأ‎, transl. Malikat Sabaʾ) foi, na Torá, no Antigo e no Novo Testamento, no Alcorão, na história da Etiópia e do Iémen, uma célebre soberana do antigo Reino de Sabá, reino mais poderoso da Arábia Feliz. A localização deste reino pode ter incluído os actuais territórios da Etiópia e do Iémen.

Conhecida entre os povos etíopes como "Makeda" (em ge'ez ማክዳ, transl. mākidā), esta rainha recebeu diferentes nomes ao longo dos tempos. Para o rei Salomão de Israel ela era a "rainha de Sabá". Na tradição islâmica ela era Balkis ou Bilkis. Flávio Josefo, historiador romano de origem judaica, a chamou de "Nicaula". Acredita-se que tenha vivido no século X a.C.

Na Torá, uma tradição que narra a história das nações foi preservada em Beresh't 10 (Gênesis 10). Em Beresh't 10:7 existe uma referência a Sabá (Shva), filho de Raamá, filho de Cuxe, filho de Cam, filho de Noé. Em Beresh't 10:26-29 há uma referência a Sabá - listada ao lado de Almodá, Selefe, Hazarmavé, Jerá, Hadorão, Usal, Dicla, Obal, Abimael, Ofir, Havilá e Jobabe, como os descendentes de Joctã, filho de Héber, filho de Salá, filho de Arfaxade, descendente de Sem, um dos filhos de Noé. A questão sobre se a rainha de Sabá representaria uma ancestral dos hamitas ou dos semitas suscita debates passionais até hoje.


Imagem selecionada

Categorias

Sabia que?

... que o Reino de Sabá, que geralmente é localizado no sul da Arábia e é mencionado pela Bíblia e pelo Corão, realmente existiu porém é difícil separar o mito da história?


Coisas que você pode fazer

Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com o Iémen na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração:

  • Ajude a manter este portal atualizado.
  • Dê suas sugestões, críticas ou elogios na Página de discussão.
  • Crie artigos de destaque relacionados a esse país dando visibilidade ao assunto escolhido.
  • Adicione novas imagens na galeria.


WikiProjetos

Wikimedia

Iémen no Wikinotícias     Iémen no Wikiquote     Iémen no Wikilivros     Iémen no Wikisource     Iémen no Wikcionário     Iémen na Wikiversidade     Iémen no Wikivoyage     Iémen no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/I%C3%A9menWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/I%C3%A9menWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/I%C3%A9menWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/I%C3%A9menWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/I%C3%A9menWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/I%C3%A9menWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/I%C3%A9menWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:I%C3%A9menCommons-logo.svg

Purgar cache do servidor