Portal:Pará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Atualizar Conteúdos)
Portal do Estado do
Pará

Pará

Bandeira do Estado do Pará
Brasão do Estado do Pará
Mapa do estado e localização no Brasil
Pará é uma das 27 unidades federativas do Brasil. É o segundo maior estado do país com uma extensão de 1.247.689,515 km², pouco maior que Angola, dividido em 144 municípios (com a criação de Mojuí dos Campos), está situado no centro da região norte e tem como limites o Suriname e o Amapá a norte, o oceano Atlântico a nordeste, o Maranhão a leste, Tocantins a sudeste, Mato Grosso a sul, o Amazonas a oeste e Roraima e a Guiana a noroeste.

O estado é o mais rico e mais populoso da região norte. Sua capital, Belém, reúne em sua região metropolitana cerca de 2,1 milhões habitantes, sendo a segunda maior população metropolitana da região Norte.

Outras cidades importantes do estado são, Abaetetuba, Altamira, Ananindeua, Barcarena, Castanhal, Dom Eliseu, Itaituba, Marabá, Parauapebas, Santarém e Tucuruí. O relevo é baixo e plano; 58% do território se encontra abaixo dos 200 metros. As altitudes superiores a 500 metros estão nas serras de Carajás, Caximbo e Acari. Os rios principais são: rio Amazonas, rio Tapajós, rio Tocantins, rio Xingu, rio Jari e rio Pará.

O Pará começou a ser colonizado pelos portugueses em 1616 com a construção do Forte do Presépio na baía de Guajará, próximo a Marajó, dando origem posteriormente à cidade de Belém. O clima é equatorial. A economia se baseia no extrativismo mineral (ferro, bauxita, manganês, calcário, ouro, estanho), vegetal (madeira), na agricultura, pecuária, indústria e no turismo.

Capital

Vista da região central da cidade.

Belém, ou Belém do Pará, é um município brasileiro, capital do estado do Pará. É considerada a segunda cidade mais populosa da região Norte e principal cidade da maior região metropolitana da Amazônia. Com população estimada em 1.437.600 (IBGE/2009), é conhecida como "Metrópole da Amazônia". Assemelhando-se a uma península, cercada por água, áreas militares e de proteção ambiental, teve pouco espaço para expansão, ocasionando conurbação com municípios próximos dando origem a Grande Belém que tem população estimada em 2,1 milhões de habitantes. Belém possui o maior IDH entre as capitais nortistas.

Pela abundância de mangueiras em suas ruas, é popularmente chamada de "Cidade das Mangueiras". Denominada também de "Cidade Morena", característica herdada da miscigenação do povo português com os índios Tupinambás, nativos habitantes da região à época da fundação.

Artigos em destaque

Oriximiná
Oriximiná
Oriximiná é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se a uma latitude 01º45'56" sul e a uma longitude 55º51'58" oeste, estando a uma altitude de 46 metros. É o segundo maior município do Estado do Pará, possui uma área de 107.604,4 km², só superado pelo município de Altamira (161.445,91 km²) em extensão territorial.

O desbravamento, em 1877, foi feito pelo padre José Nicolino de Souza, nascido em Faro, onde fundou uma povoação, denominando-a Uruã-Tapera ou Mura-Tapera que, através da Lei nº 1.288, de 11 de dezembro de 1886, foi elevada à categoria de freguesia, com o nome de Santo Antonio do Uruá - Tapera, pelo Dr. Joaquim da Costa Barradas, presidente da Província do Pará e desembargador do Maranhão. O nome Oriximiná é de origem indígena, de procedência tupi, que significa "o macho da abelha", o zangão. No entanto, Frei Protásio Frinckel, conhecedor da região e de seus diversos núcleos de habitantes primitivos, inclina-se pela derivação de Eruzu-M’Na. que significa "muitas praias".

Turismo Cultura
Mercado Ver-o-Peso
Ver-o-Peso é um mercado situado na cidade brasileira de Belém, no estado do Pará, as margens da baía do Guarajá. Construído em 1625, seu nome faz jus às chamadas Casas do Ver-o-Peso, projetadas no Brasil, em 1614, para conferir o peso exato das mercadorias e cobrar os respectivos impostos para a coroa portuguesa. O mercado faz parte de um complexo arquitetônico e paisagístico que compreende uma área de 35 mil metros quadrados, com uma série de construções históricas, dentre elas o Mercado de Ferro, o Mercado da Carne, a Praça do Relógio, a Doca, a Feira do Açaí, a Ladeira do Castelo e o Solar da Beira. O conjunto foi tombado pelo IPHAN, em 1997. Hoje o Ver-o-Peso é muito famoso por sua variedade em produtos.
Theatro da Paz
Theatro Nossa Senhora da Paz, ou simplesmente Theatro da Paz, localiza-se na cidade de Belém, no estado do Pará, no Brasil, construído com recursos auferidos da exportação de látex, no Ciclo da Borracha. Atualmente é o maior teatro da Região Norte e um dos mais luxuosos do Brasil, com cerca de 130 anos de história é considerado um dos teatros-monumentos do país. Possui linhas neoclássicas e foi construído no período áureo da exploração da borracha na Amazônia. O seu nome foi sugerido pelo bispo D. Macedo Costa. Também foi ele quem lançou a pedra fundamental do edifício, em 3 de março de 1869. O teatro também sofreu alterações na sua fachada, após reformas. Entretanto, suas linhas arquitetônicas gerais foram mantidas.
Geografia
Rio Amazonas
Rio Amazonas é um rio que corta todo o norte da América do Sul, ao centro da Floresta Amazônica. Maior rio da Terra, tanto em volume de água quanto em comprimento (6.937,08 km de extensão), nas cheias, a distância de uma margem a outra pode chegar a 50 km, tem sua origem na nascente do rio Apurímac (alto da parte ocidental da cordilheira dos Andes), no sul do Peru, e deságua no Oceano Atlântico junto ao rio Tocantins no Delta do Amazonas, no norte brasileiro.

Ao longo de seu percurso recebe, ainda no Peru, os nomes de Carhuasanta, Lloqueta, Apurímac, Rio Ene, Rio Tambo, Ucayali e Amazonas (Peru). Entra em território brasileiro com o nome de rio Solimões e finalmente, em Manaus, após a junção com o Rio Negro, recebe o nome de Amazonas e como tal segue até a sua foz no Oceano Atlântico. Por muito tempo acreditou-se ser o rio Amazonas o mais caudaloso do mundo, porém o segundo maior em comprimento (o mais extenso acreditava-se então ser o rio Nilo).

Principais cidades

O Pará possui 144 municípios, dentre os quais, importantes para a economia do estado são: Ananindeua, Barcarena, Belém, Castanhal, Capanema, Itaituba, Marabá, Parauapebas, Salinópolis, Tucuruí, e Santarém.

Bélem
Cidade/População
(IBGE/2009)

Você sabia?

Círio de Nazaré
...que a origem do nome Pará vem do termo Pa'ra, que significa rio-mar na língua indígena tupi-guarani ?

...que o Pará teve um elevado número de imigrantes portugueses, espanhóis, italianos e japoneses. Além das muitas influências africanas e indígenas ?

...que a a culinária paraense possui grande influência indígena e que os nomes dos pratos são tão exóticos quanto o seu sabor ?

...que o Pará tem temperaturas bastante elevadas, acompanhadas de muita umidade ?

...que o Círio de Nazaré é uma das maiores festas religiosas do Brasil, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, e é realizado no segundo domingo de outubro em Belém ?

...que a Ilha de Marajó é na verdade um arquipélago. No local existem cerca de 2 mil ilhas numa área de 50 mil quilômetros quadrados ?


Imagens

Categorias

Feriados

Data
Feriado
15 de agosto Adesão do Grão-Pará à independência do Brasil
8 de dezembro Nossa Senhora da Conceição
Colabore!
Como colaborar!
• Crie artigos relacionados ao Pará dando visibilidade ao assunto escolhido.
• Adicione imagens nos artigos.
• Melhore os artigos sobre o estado do Pará.

Portais

Brazil Region Norte.svg
BRAlogo1.png
Rotating earth (Very small).gif
Norte brasileiro Brasil Geografia