Portal:Sudão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Listas · Glossários · Índices · Índice A-Z

Bem-vindo ao
Portal do Sudão
3Wali tombs,El Kurru.jpgAshu land.JPGEl-Hassa temple du Roi AmanaKhereqerem Béliers de Grés.jpgJebel Barkal Pyramids.jpg


Sudão

Bandeira do Sudão
Brasão de armas do Sudão
Mapa de Localização

Sudão (oficialmente República do Sudão) (em árabe: السودان As Sūdān) é um país no nordeste da África. Faz fronteira com o Egito ao norte, o Mar Vermelho ao nordeste, a Eritreia e a Etiópia ao leste, a República Centro Africana ao sudoeste, Chade a oeste e a Líbia ao noroeste e com o Sudão do Sul ao sul. O maior rio do mundo, o Nilo, divide o país entre lados leste e oeste.

O Sudão é o lar de uma das mais antigas grandes civilizações do mundo, com assentamentos históricos e urbanos que remontam a 3000 aC. O povo sudanês tem uma longa história que se estende desde a antiguidade, que se confunde com a história do Egito, com o qual se uniu politicamente por vários períodos. Depois de ganhar a independência do Egito e do Reino Unido em 1956, o Sudão sofreu uma guerra civil, que durou 17 anos, posteriormente seguida por conflitos étnicos, religiosos e econômicos entre os sudaneses do Norte (com raízes árabes e nubianas), e os cristãos e animistas nilotes do Sudão do Sul. Assim, isso levou a uma segunda guerra civil em 1983, e devido a contínuas lutas políticas e militares, o Sudão foi tomado em um sangrento golpe de Estado pelo coronel Omar al-Bashir em 1989, que depois proclamou-se Presidente do Sudão.

O Sudão então alcançou grande crescimento econômico através da implementação de reformas macroeconômicas e, finalmente, terminou a guerra civil através da adoção de uma nova constituição em 2005 com grupos rebeldes no sul, conferindo-lhes autonomia limitada para ser seguida por um referendo sobre a independência em 2011.


Artigos selecionados

Khartoum.jpg

Cartum (الخرطوم al-Kharṭūm) é a capital do Sudão e do Estado de Cartum. Está localizado na confluência do Nilo Branco, fluindo para o norte do Lago Vitória, e o Nilo Azul que flui a oeste da Etiópia. O local onde os dois Nilos defrontam é conhecido como "al-Mogran". O Nilo principal continua a fluir para o norte para o Egito e o Mar Mediterrâneo.

Dividido pelos Nilos, Cartum é uma metrópole tripartida com uma população total estimada de mais de um milhão de pessoas que consistem em Cartum propriamente, e ligadas por pontes para Cartum do Norte chamadas (al-Khartūm Bahrī) e Omdurman (Umm Durmān) a oeste.


Biografia

Omar al-Bashir, 12th AU Summit, 090131-N-0506A-342.jpg

O Tenente-General Omar Hassan Ahmad Al-Bashir (em árabe: عمر حسن أحمد البشير; nascido em 1 de janeiro de 1944) é o presidente do Sudão e o chefe do Congresso Nacional do Partido. Ele chegou ao poder em 1989, quando, como um brigadeiro do exército sudanês, conduziu um grupo de oficiais em um golpe militar que derrubou o governo do primeiro-ministro Sadiq al-Mahdi.

Em outubro de 2004, o governo de al-Bashir negociou o fim da Segunda Guerra Civil Sudanesa, uma das guerras mais antigas e mais mortíferas do século XX, através da concessão de autonomia limitada para o Sudão do Sul dominado pelo Exército Popular de Libertação do Sudão (SPLA). Desde então, porém, houve um violento conflito em Darfur que resultou em índices de mortes entre 200.000 e 400.000. Durante a sua presidência, houve várias lutas violentas entre as milícias Janjaweed e os grupos rebeldes como o Exército de Libertação do Sudão (SLA) e o Movimento pela Justiça e Igualdade (JEM), na forma de guerrilha na região de Darfur. A guerra civil resultou em mais de 2,5 milhões de pessoas sendo deslocadas, e as relações diplomáticas entre o Sudão e o Chade passando a um um nível de crise.

Al-Bashir é uma figura controversa, tanto no Sudão e como no mundo. Em julho de 2008, o procurador do Tribunal Penal Internacional (TPI), Luis Moreno Ocampo, acusou al-Bashir de genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra em Darfur. O tribunal emitiu um mandado de prisão para al-Bashir em 4 de março de 2009 sobre crimes de guerra e crimes contra a humanidade, mas decidiu que não havia provas suficientes para processá-lo por genocídio. No entanto, em 12 de julho de 2010, depois de um longa apelação pela acusação, o Tribunal considerou que realmente havia provas suficientes para acusações de genocídio a serem trazidas e emitiu um segundo mandado contendo três acusações separadas.


Imagem selecionada

Coptic cathedral (Khartoum) 001.jpg
Catedral da Santíssima Virgem Maria da Igreja Ortodoxa Copta, Cartum, Sudão.


Sabia que?

Did you know?
  • ... que o inglês de Selim Aga, um ex-escravo do Sudão, era tão impecável que se acreditou que seu livro fora escrito por um britânico?


Categorias

Coisas que você pode fazer

Artigos para desenvolver:

  • Outros artigos:

Artigos para revisar/reciclar:


Artigos para sofrerem fusão: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Artigos para traduzir: Observação importante: Após fazer a fusão, favor riscar o nome da lista acima usando <s> e </s>.


Predefinições a traduzir/completar: Observação importante: Ao criar novos artigos procure criar todos os possíveis redirecionamentos.

WikiProjetos

Wikimedia

Sudão no Wikinotícias     Sudão no Wikiquote     Sudão no Wikilivros     Sudão no Wikisource     Sudão no Wikcionário     Sudão na Wikiversidade     Sudão no Wikivoyage     Sudão no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
//pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/Sud%C3%A3oWikinews-logo.png
//pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/Sud%C3%A3oWikiquote-logo.svg
//pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/Sud%C3%A3oWikibooks-logo.png
//pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/Sud%C3%A3oWikisource-logo.svg
//pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/Sud%C3%A3oWiktionary-logo-en.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Sud%C3%A3oWikiversity-logo.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/Sud%C3%A3oWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:Sud%C3%A3oCommons-logo.svg
Purgar cache do servidor