Potência emergente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O termo potência emergente é um reconhecimento da crescente influência econômica e política de um grupo de países que recentemente aumentaram a sua presença em assuntos globais. Aspiram a papéis mais assertivos no cenário internacional e possuir recursos suficientes para que tais objetivos sejam potencialmente realizáveis.[1]

Embora não haja definição exata da adesão, o termo é frequentemente utilizado para incluir onze países (África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, China, Coreia do Sul, Indonésia, México e Turquia), que juntamente com os membros do G8, formam o G20.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Leaders in need of followers: Emerging powers in global governance». Sage Journals. 16 de fevereiro de 2010. Consultado em 6 de abril de 2012 
  2. «The Emerging Powers». CIGI. 30 de abril de 2009. Consultado em 6 de abril de 2012