Potengi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros artigos sobre Potengi, veja Potengi (desambiguação).
Potengi
  Município do Brasil  
Praça da Matriz
Praça da Matriz
Hino
Apelido(s) "A cidade que não dorme"
Gentílico potenjiense[1]
Localização
Potengi está localizado em: Brasil
Potengi
Localização de Potengi no Brasil
Mapa de Potengi
Coordenadas 7° 05' 27" S 40° 01' 37" O
País Brasil
Unidade federativa Ceará
Municípios limítrofes ao Leste o município de Santana do Cariri, ao Oeste os municípios de Campos Sales e Salitre, ao Norte o município de Assaré e ao Sul município de Araripe
Distância até a capital 485 km
História
Fundação 4 de Setembro de 1957
Aniversário 4 de setembro de 1957 (62 anos)
Administração
Prefeito(a) Antonia Alizandra Gomes dos Santos (PT, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 338,723 km²
População total (IBGE/2010[3]) 10,651 hab.
Densidade 0 hab./km²
Clima Tropical quente semi-árido brando
Altitude 557 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,596 baixo
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 31 657,654 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 3 147,51

Potengi[nota 1] é um município brasileiro do estado do Ceará. Sua população estimada pelo IBGE 2018 foi de 10.986 habitantes. O município separou-se da vizinha Araripe no início do século XX. O responsável pela emancipação do município foi o seu primeiro prefeito, Luiz Gonzaga de Figueiredo.

História[editar | editar código-fonte]

Igreja Matriz

O município fica na região metropolitana do sul do Ceará, região esta conhecida como "Cariri". A localidade foi desmembrada do município de Araripe, chamando-se primitivamente "Xique-Xique". Depois, com a divisão territorial datada de 1 de julho de 1955, o distrito, já denominado "Ibitiara", figura no município de Araripe.

Suas origens remontam ao século XIX, quando, entre outros agricultores, aí se estabeleceu Manuel Monteiro. Sua evolução à categoria de Vila Xique-Xique provém de ato governamental de 22 de novembro de 1913. As primeiras manifestações de apoio eclesial contam de doação do respectivo patrimônio e edificação pela qual se tem como responsável o pioneiro Manuel Monteiro.

Outro pioneiro que chegou à Vila de Xique-Xique, já no segundo quartel do século XX, foi Augusto Ulisses Alencar. Instalou-se na localidade denominada "Mata Fresca". Nessa propriedade, cultivou algodão, milho, feijão e arroz; criou bovinos, ovinos e caprinos, além de ter sido um dos maiores compradores de algodão do município e adjacências. Por conseguinte, foi um dos precursores do crescimento agropecuário do município. Na propriedade Mata Fresca, depois da sua morte, o município construiu uma pequena escola com seu nome.

A Vila de Xique-Xique foi elevada à categoria de município com a denominação de "Potengi" pela lei estadual n.º 3786, de 4 de setembro de 1957. Constituído por dois distritos, Potengi e Barreiros, criados por esta mesma lei estadual. Instalado em 25 de março do ano 1959.

Potengi é conhecida como "a cidade que não dorme", devido à grande quantidade de ferreiros. Como a metalurgia produz muito calor, os ferreiros começam a trabalhar sempre depois da meia-noite, na confecção das peças de metal (foices, facas e etc.). As batidas provocam um barulho que somente silencia ao raiar do dia. A maior parte do que é produzido é vendida no comércio local, e exportada para outras cidades do Ceará, Piauí e Maranhão.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

  • População estimada (IBGE 2013): 10.651 habitantes
  • População estimada (1010): 10.276 habitantes
  • População estimada (2009): 10.144 habitantes
  • População (2007): 9.670 habitantes
  • População urbana (2007) 41,03%
  • População rural (2007): 58,97%
  • Densidade demográfica (2008): 29,01 hab/km²
  • Domicílios (censo 2007): 3.330
  • Serviço de água (urbano-2007): 94,02%
  • Esgoto (urbano-2007): 0%
  • Serviço de água (rural-2007): 21,04%
  • Energia Elétrica (clientes-2008): 3.248
  • Linhas Telefônicas fixas (2007): 584
  • Telefonia Móvel (Celulares) 0%

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Ribeirão Quinqueleré

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

Potengi, na época do ciclo do algodão, foi um dos maiores produtores da região. Sua agropecuária ainda é muito forte.

  • PIB (2006): R$ 24.396.000
  • Agropecuária: 14,47%
  • Indústria: 9,20%
  • Serviços: 76,33%
  • Trabalho de artesã: PIB de 2006 o município a posição 160 no Ceará
  • PIB per capita (2005): R$ 2.391,00
  • Benefícios da Previdência Social (2008): R$ 8.400,907,00
  • Total de beneficiados (dez 2008): 1.701
  • Bancos: Banco do Brasil, Bradesco e Caixa.

Finanças públicas[editar | editar código-fonte]

  • Receita Total (2008) R$ 10.769.107,23
  • Receita Tributária (2008): R$ 311.456,04
  • FPM (2008): R$ 4.799.080, 87
  • Transferência do SUS (2008): R$ 747.393,75
  • ICMS (2008): R$ 1.271.710,87
  • FUNDEB (2008): R$ 2.773,820,82
  • Despesa Total (2008): R$ 10.785,340,17
  • Despesa de Pessoal (2008): R$ 5.178.037,42
  • Despesa de Investimento (2008): R$ 1.774.481,51

Educação[editar | editar código-fonte]

Escola de Ensino Fundamental Luiza Mendes
  • Escolas de ensino fundamental (2008): 23
  • Escola de ensino médio (2008): 1
  • Escolas de ensino profissional (2008): 0
  • Instituições de ensino superior (2008): 0
  • Matrículas do ensino fundamental (2008): 2.121
  • Matrículas do ensino médio (2008): 249
  • Matrículas Jovens e Adultas (2008): 364
  • Taxa de escolaridade líquida no ensino fundamental (2008): 100%
  • Taxa de escolaridade líquida no ensino médio (2008): 22,37
  • Nota do Ideb (2007): Séries iniciais (até a 4ª série: 2,8)

Saúde[editar | editar código-fonte]

  • Hospitais (2007): 0
  • Leitos por hab/ano (2007): 1,8
  • Transferências do SUS hab/ano (2007): R$ 83
  • Cobertura Saúde da família (2007): 45,9%
  • Taxa de mortalidade Infantil (2007): 32,4

Cultura[editar | editar código-fonte]

Meios de comunicação social: Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares FM na frequência de 104.9 MHz e cobertura por Rádio AM da vizinha cidade Campos Sales.

Padroeiro: São José.

Equipamentos culturais: uma biblioteca e um auditório.

Segurança Pública[editar | editar código-fonte]

Polícia Militar e Pró-cidadania.

Justiça[editar | editar código-fonte]

  • Fórum Dr. Luiz Rodrigues Neto
  • Comarca vinculada a Araripe
  • Juízes: 1 -
  • Promotores: 1 -
  • Defensores: 0 -

Política[editar | editar código-fonte]

  • Eleitores (2009): 7.032
  • Perfil dos eleitores (2009): Masculino: 3.396 / Feminino: 3.628 / Não informado: 8

Administração[editar | editar código-fonte]

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Prefeitura Municipal de Potengi
Câmara Municipal de Potengi

Os registros consultados constam que Luiz Gonzaga de Figueiredo foi um grande lutador pela emancipação do município e foi o seu primeiro prefeito, inclusive, governou Potengi por dois mandatos. Veja a lista dos nomes dos que governaram o município.

  • 1958 a 1962 - Luiz Gonzaga de Figueirêdo (PSD)
  • 1963 a 1966 - José Alves Batista (PSD)
  • 1967 a 1970 - Luiz Gonzaga de Figueirêdo (PSD) -
  • 1971 a 1972 - José Edvaldo de Sousa (Zétiburcio) (Arena)
  • 1973 a 1976 - Celésio Brilhante de Alencar (Arena 2)
  • 1977 a 1982 - Antônio Alves Rodrigues (Toim) (Arena 1)
  • 1983 a 1988 - Antônio Rivaldo Rodrigues (PFL)
  • 1989 a 13/10/1991 - José Edmilson Rocha (PMDB/PFL
  • 13/10/1991 a 1992 - Francisco Rodrigues da Fonseca PMDB/PFL
  • 1993 a 1996 - José da Rocha Forte (PSDB)
  • 1997 a 2000 - Antônio Rivaldo Rodrigues (PFL)
  • 2000 a 2004- Francisco Luiz Rodrigues Mendes de Souza (PTB)
  • 2004 a 2008-Francisco Luiz Rodrigues Mendes de Souza (PSDB)
  • 2009 a 2012 - Samuel Carlos Tenório Alves Alencar (PC do B)
  • 2013 a 2016 - Samuel Carlos Tenório Alves Alencar (PC do B
  • 2017 a 2020 - Antonia Alizadra Gomes dos Santos Rodrigues PT

Fotos de logradouros[editar | editar código-fonte]

Fonte de pesquisa[editar | editar código-fonte]

Arquivo público e depoimentos de cidadãos idosos do município. Anuário do Ceará, edição 2009/2010, página 188, publicação do IPECE - Instituto de Pesquisa Estratégia Econômica do Ceará. TRE – Tribunal Regional Eleitoral do estado do Ceará.

Notas

Referências

  1. Conforme Houaiss, Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (ABL) e Aurélio.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.