Prémio Nacional do Ambiente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Prémio Nacional do Ambiente
Organização Confederação Portuguesa das Associações de Defesa do Ambiente
País Portugal Portugal
Primeira cerimónia 1999
Sítio oficial

O Prémio Nacional do Ambiente é um prémio que tem como principal objectivo realçar e promover as pessoas ou entidades que se destacaram na área ambiental em Portugal. Instituído pela Confederação Portuguesa das Associações de Defesa do Ambiente divide-se em dois prémios: o Prémio Fernando Pereira (desde 1999) e o Prémio Carreira (desde 2003). Este último expressa o reconhecimento do movimento ambientalista pelo trabalho em prol do ambiente.

O Prémio Fernando Pereira procura fazer justiça e prestar uma homenagem a Fernando Pereira, fotógrafo morto a bordo do Rainbow Warrior, o navio da Greenpeace que tentava impedir a realização de testes nucleares franceses no atol de Muroroa, no Pacífico.

O prémio tem um carácter simbólico e consiste numa peça em cristal da Atlantis[1].

Vencedores do Prémio Nacional do Ambiente - Fernando Pereira[editar | editar código-fonte]

  • 2002 - Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente da GNR;
  • 2003 - Pedro Almeida Vieira (escritor);
  • 2004 - José Sá Fernandes;
  • 2005 - Helena Cluny;
  • 2006 - CineEco - Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente;
  • 2007 - José Maria Serra Saraiva;
  • 2008 - Sociedade de Advogados Miranda Correia Amendoeira e Associados;
  • 2009 - João Lourenço e José Carlos Marques;
  • 2010 - Biosfera (RTP2), Farol de Ideias
  • 2011 - João Pereira Evangelista;
  • 2014 - Carla Castelo (jornalista da SIC);
  • 2017 - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica;
  • 2018 - Arlindo Marques[2].
  • 2019 - Miguel Bastos Araújo (Investigador, Biogeógrafo)
  • 2020 - Robert Manners Moura

Prémio Carreira[editar | editar código-fonte]

  • 2003 - Humberto Vasconcelos, jornalista do Diário de Notícias;
  • 2004 - Eugénio Sequeira, da Liga para a Protecção da Natureza;
  • 2005 - Jorge Paiva;
  • 2006 - Fernando Catarino (investigador e professor universitário);
  • 2007 - Mário Ruivo;
  • 2008 - Delgado Domingos (investigador e professor universitário);
  • 2009 - Alfredo Conceição;
  • 2010 - José de Almeida Fernandes;
  • 2011 - Miguel Ramalho;
  • 2014 - Carlos Pimenta (ex-governante e professor universitário);
  • 2017 - Henrique Schwarz (póstumo).
  • 2020 - José Louza

Referências

  1. Confederação Portuguesa das Organizações de Defesa do Ambiente (2012). «Press-Release Entrega do PRÉMIO NACIONAL DE AMBIENTE Fernando Pereira 2011/2012 e Prémio Carreira*» (PDF). Consultado em 20 de Novembro de 2018  line feed character character in |título= at position 62 (ajuda)
  2. Lusa, Público (10 de Novembro de 2018). «O "guardião do Tejo" recebeu o Prémio Nacional do Ambiente». Consultado em 20 de Novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]