Prêmio Internacional Catalunha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Premi Internacional Catalunya
Descrição Reconhecer e estimular a excelência criativa, trazer ao povo catalão modelos da mais alta qualidade e exigência em todos os aspetos da cultura e estabelecer um lugar para a Catalunha na arena dos grandes prémios internacionais.
Organização Generalidade da Catalunha
Local Barcelona
País Flag of Spain.svg Espanha
Primeira cerimónia 1989
Premi Internacional Catalunya Sítio oficial

O Prêmio Internacional Catalunha (português brasileiro) ou Prémio Internacional Catalunha (português europeu) (oficialmente, em catalão, Premi Internacional Catalunya), é um prémio internacional oferecido anualmente pela Generalidade da Catalunha, desde 1989, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido por individualidades que tenham contribuído para o engrandecimento da cultura, da ciência e da economia, além de seu compromisso ético e humanístico.[1]

Um júri formado por personalidades de diversas áreas, independentes da Generalitat, escolhem o vencedor a cada ano, entre os inscritos por instituições e entidades de todo o mundo, podendo ser apenas indicadas e premiadas pessoas vivas.

Além do prêmio com uma dotação monetária no valor de oitenta mil euros, o vencedor recebe também a escultura "A chave e a letra" (originalmente em catalão La clau i la lletra), de Antoni Tàpies.[2]

Premiados[editar | editar código-fonte]

1989 Karl Popper  Reino Unido Filósofo
1990 Abdus Salam Paquistão Físico
1991 Jacques-Yves Cousteau  França Oceanógrafo
1992 Mstislav Rostropovich  Rússia Violoncelista
1993 Luigi Luca Cavalli-Sforza  Itália Biólogo
1994 Edgar Morin  França Sociólogo
1995 Václav Havel
Richard von Weizsäcker
 Tchecoslováquia
 Alemanha
Escritor e político
Político
1996 Yaşar Kemal  Turquia Escritor
1997 Amartya Sen  Índia Economista
1998 Jacques Delors  França Político
1999 Doris Lessing  Reino Unido Escritora
2000 Abdallah Laroui  Marrocos Historiador
2001 Andrea Riccardi  Itália Historiador
2002 Harold Bloom  Estados Unidos Crítico
2003 Nawal al-Sa'dawi  Egito Escritora
2004 Sari Nusseibeh
Amos Oz
 Palestina
 Israel
Filósofo
Escritor
2005 Claude Lévi-Strauss  França Antropólogo
2006 Pedro Casaldáliga Flag of Spain.svg Espanha Religioso
2007 Edward Osborne Wilson  Estados Unidos Entomólogo
2008 Cynthia Maung
Aung San Suu Kyi
Mianmar
Mianmar
Médico
Ativista política
2009 Bill Viola  Estados Unidos Videoartista
2010 Jimmy Carter  Estados Unidos Político
2011 Haruki Murakami  Japão Escritor
2012 [3] Luís Inácio Lula da Silva  Brasil Político
2013 Malala Yousafzai
Gro Harlem Brundtland
Paquistão
 Noruega
Activista
Política
2014 Desmond Tutu África do Sul Activista
2015 Jane Goodall  Reino Unido Primatologista
2016 Josep Baselga
Manel Esteller
Joan Massagué
Flag of Spain.svg Espanha Investigação oncológica
2017 Costa-Gavras  Grécia Realizador de cinema
2018 Vinton Cerf  Estados Unidos Ciência da computação

Referências

  1. «Premi Internacional Catalunya». Departament de la Presidència (em catalão). Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  2. «Bases». Ministry of the Presidency (em inglês). Consultado em 11 de fevereiro de 2019 
  3. Lula recebe Prêmio Internacional da Catalunha pelo combate à pobreza e à desigualdade. Agência Brasil, 2 de abril de 2012

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]