Prêmio Muriqui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um muriqui (Brachyteles arachnoides) na natureza.

O Prêmio Muriqui é uma distinção conservacionista brasileira.

É concedida desde 1993 pelo Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA), reconhecendo o trabalho de pessoas físicas ou entidades públicas e privadas, nacionais ou estrangeiras, em prol da conservação da biodiversidade, do desenvolvimento sustentável e do conhecimento científico e tradicional do bioma. É um dos prêmios de conservação mais prestigiados do Brasil.[1][2]

O muriqui é o animal símbolo da RBMA, e é a denominação popular de duas espécies distintas de macacos: Brachyteles arachnoides e Brachyteles hypoxanthus. O prêmio é uma estatueta de bronze representando um muriqui, acompanhada de um diploma. Entre os contemplados estão, por exemplo, a Fundação Brasileira para Conservação da Natureza (1993), o Projeto TAMAR (1995), Sebastião Salgado e Instituto Curicaca (2009), a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (2012), a seção brasileira da Conservação Internacional e Thomas Lovejoy (2013).[3]

Referências

  1. "SAVE Brasil recibeu o prêmio Muriqui 2014". Alianza del Pastizal
  2. "Prêmio Muriqui valoriza atuação em defesa da Mata Atlântica". Gambá — Grupo Ambiental da Bahia, 05/10/2011
  3. Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Prêmio Muriqui.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]