Prêmio iBest

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O prêmio IBest foi um concurso de websites criado em 1995 pela Mantel, de Marcos Wettreich, com o objetivo de descobrir novos talentos e premiar todo o esforço dos profissionais e dos sítios que fazem a história da Internet no Brasil. Os melhores websites, vencedores de cada categoria, eram relacionados num livro e publicados anualmente.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira edição do Prêmio iBest, realizada em 1995, contava com duas categorias que julgavam Web sites corporativos e pessoais, retratavam as iniciativas ainda escassas de um mercado que acabava de nascer. Na ocasião, não houve eleição pelo "Júri Popular", apenas pelo "Oficial".

Quando surgiu, o Prêmio iBest era administrado pelo Grupo Mantel e ainda se chamava Internet World Best, mas no final de 1999 o iBest fechou um acordo com o Grupo GP. No segundo semestre de 2001, a empresa anunciou um acordo com a Brasil Telecom, para poder criar o provedor de internet Ibest e o Portal iBest. Em junho de 2003, a Brasil Telecom assumiu 100% do controle acionário do iBest.

Em 2005, a Brasil Telecom iniciou um processo de fusão do iBest com os portais iG, adquirido em 2004, e BRTurbo, especializado em banda larga, constituindo o que foi chamado de BrTI (Brasil Telecom Internet). Em 2006, quando o iBest passou a fazer parte do Grupo Brasil Telecom e a marca foi incorporada ao iG, houve uma pausa nas edições do prêmio.

Em 2008, o prêmio voltou em sua 12ª edição, com votos da Academia iBest e do Júri Popular.[1] A partir de 2008 a premiação foi descontinuada.[1]

Categorias do Prêmio Ibest[editar | editar código-fonte]

Em sua última edição, o Prêmio iBest contou com as seguintes categorias:

  • Finanças / Seguros
    • Bancos
    • Seguros
    • Serviços Financeiros
  • Comércio Eletrônico
    • B2B (Comércio entre empresas)
    • B2C (Venda ao consumidor)
  • Industria
    • Agências e Produtoras
    • Agrobusiness
    • Bebidas e Alimentos
    • Eletro-Eletrônicos
    • Higiene, Limpeza e Farmacêutica
    • Informática
    • Meios de Transporte
    • Minas e Energia
    • Tecnologia
  • Pessoal
    • Blog
    • Pessoal Entretenimento
    • Pessoal Esportes
    • Pessoal Futebol
    • Pessoal Internet e Tecnologia
    • Pessoal Personalidades
    • Pessoal Serviços e Variedades
  • Lazer e qualidade de vida
    • Arte e Cultura
    • Cinema
    • Entretenimento
    • Esportes
    • Música
    • Rádio
    • Saúde e Bem Estar
    • Televisão
    • Turismo
  • Afinidades
    • Infantil
    • Mulher
    • Personalidades
    • Religião e Esoterismo
  • Cidadania
    • Ações Sociais e ONGs
    • Associações Profissionais
    • Educação e Treinamento
    • Governo
    • Política
    • Serviços ao Consumidor
  • Prêmio especial
    • iBest Excelência em Design
    • iBest Fidelização
    • iBest Imprensa
    • iBest Revelação
  • Prêmios regionais

Referências

  1. a b ibest (13 de junho de 2008). «Classificação final». blog oficial. Consultado em 3 de Fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 15 de abril de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre Internet é um esboço relacionado ao Projeto Internet. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.