Praça Barão de Ladário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A praça após a revitalização, em 2017.

A Praça Barão de Ladário é uma praça situada no bairro do Centro, na Zona Central da cidade do Rio de Janeiro. Com uma área de 2.150 m², integra a Orla Conde, um passeio público que margeia a Baía de Guanabara.

A praça foi inaugurada em 1936, tendo sido reinaugurada em 20 de março de 2017 após ser reurbanizada.[1] A revitalização da praça foi feita no âmbito do Porto Maravilha, uma operação urbana que visa revitalizar a Zona Portuária do Rio de Janeiro.

A praça recebeu esse nome por homenagear José da Costa Azevedo, o Barão de Ladário, que foi o último ministro da Marinha do Segundo reinado. Barão de Ladário também desempenhou as funções de deputado geral e de senador da República ao longo de sua vida, além de ter sido a única vítima da Proclamação da República do Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Reinauguração da praça, em 20 de março de 2017.

A praça foi construída em virtude de um projeto que visava a remodelação do litoral da cidade, sob autoria do engenheiro francês Alfred Agache, elaborado entre 1927 e 1930. Segundo o projeto, o atual Edifício Almirante Tamandaré e a praça seriam construídos no local onde ficava o antigo prédio que comportava o gabinete do ministro da Marinha. Em fevereiro de 1936, por meio do Decreto n° 5.894, o logradouro da "Praça Barão de Ladário" foi criado.[1]

Entre 2012 e 2016, a praça abrigou um poço de ataque, de 26 metros de diâmetro e 45 metros de profundidade, que tinha por função auxiliar as obras dos túneis Rio450 e Prefeito Marcello Alencar. Ao fim das obras, em agosto de 2016, a área do poço de ataque foi fechada com uma laje de concreto.[1] A praça foi reinaugurada em 20 de março de 2017, passando a contar com novo urbanismo e mobiliário, seguindo o padrão do Porto Maravilha na Orla Conde.[2]

Urbanismo[editar | editar código-fonte]

Com a revitalização, a praça passou a ter novas redes de drenagem e de telecomunicações e iluminação pública de LED, em harmonia com o padrão urbanístico da Orla Conde. A área ajardinada ocupa 1.088,4 m² da praça, onde a vegetação é composta por capim, que lembra uma plantação de trigo, além de Bromélia Imperial, Orquídea-Bambu e Ipê Amarelo. O piso de mosaico é composto por granito, pedras, paralelepípedos e grama.[1]

Pontos de interesse[editar | editar código-fonte]

Os seguintes pontos de interesse situam-se nas redondezas da Praça Barão de Ladário:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Prefeitura reinaugura Praça Barão de Ladário». Porto Maravilha. 20 de março de 2017. Consultado em 31 de março de 2017. 
  2. «Praça Barão de Ladário é reaberta no Rio de Janeiro (RJ)». Marinha do Brasil. 23 de março de 2017. Consultado em 31 de março de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Píer Mauá
Largos e Praças da
Orla Conde

Sucedido por
Largo da Candelária