Praça José de Alencar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura praça soteropolitana homônima, veja Largo do Pelourinho.
Monumento a José de Alencar na praça José de Alencar.

A Praça José de Alencar é uma praça localizada no bairro do Flamengo[1], no Rio de Janeiro, no Brasil. Situa-se na confluência das ruas do Catete, Conde de Baependi, Barão do Flamengo, Marquês de Abrantes e Senador Vergueiro.

História[editar | editar código-fonte]

Seu nome anterior era Largo do Catete[2]. Em 1882, foi construído, ao lado da praça, o primeiro templo metodista no Brasil[3]. Tem o nome atual desde 1897, quando passou a ser adornada com uma estátua do escritor brasileiro José de Alencar confeccionada pelo escultor Rodolfo Bernardelli. Na base da estátua, estão gravadas cenas dos seguintes romances do autor: O Guarani, Iracema, O Gaúcho e O Sertanejo.

Adjacências da Praça José de Alencar.

Antes da canalização do Rio Carioca, em 1905, existia, ao lado da praça, a Ponte do Salema, também chamada Ponte do Catete, que fazia a ligação entre os bairros do Catete e do Flamengo desde 1576[4]. Próximo à praça, na esquina da Rua Barão do Flamengo com a Rua Senador Vergueiro, foi assassinado o senador José Gomes Pinheiro Machado em 1915. Na época, ali se localizava a entrada do Hotel dos Estrangeiros[5][6].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.