Praça de Toiros de Montemor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Praça de Toiros de Montemor
Nome completo Praça de Toiros do Rossio
Categoria 2.ª Categoria
Estilo Clássico
Inauguração 6 de Agosto de 1882
Restauro 1910
Lotação 2000 lugares
Propriedade Misericórdia de Montemor-o-Novo
Geografia
País Portugal Portugal
Localidade Montemor-o-Novo
Província Alto Alentejo

A Praça de Toiros de Montemor é uma praça de toiros localizada na cidade de Montemor-o-Novo, em Portugal. Foi inaugurada em 1882. Encontra-se classificada administrativamente como de 2.ª Categoria.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Montemor é um concelho com antigas tradições taurinas. Desde o século XV que as corridas de toiros decorriam em recinto de madeira na Praça do Corro (hoje Praça Miguel Bombarda). Em 6 de Agosto de 1882, por obra de António Pedro Sameiro, foi inaugurada uma nova Praça de Toiros, a actual Praça de Toiros do Rossio. Esta Praça viria mais tarde, em 1910, a beneficiar de obras de restauro.[2]

A então vila de Montemor chegou a ter duas Praças de Toiros em actividade, a Praça dos Chãos, de que era proprietário o Visconde da Amoreira da Torre, e a actual Praça do Rossio.

Até 1954 a Praça de Toiros serviu ainda de espaço para projecção de filmes.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A praça tem capacidade para 2000 lugares.[3] De estilo clássico, o edifício consta de planta circular, com bancadas corridas e dispondo de galerias cobertas no topo.[carece de fontes?]

Tauromaquia em Montemor[editar | editar código-fonte]

Concelho de antigas tradições taurinas, Montemor foi desde sempre terra de ganaderos, cavaleiros e forcados.

Os cavaleiros montemorenses Simão da Veiga Jr. e Luís Miguel da Veiga levaram, com as suas longas carreiras tauromáquicas, o seu toureio e o nome de Montemor a todo o País e ao estrangeiro.

Em Montemor existem também diversas ganadarias bravas, como a de António José Teixeira, Herdade de Pégoras, Gregório Oliveira e a antiga ganadaria Simão Malta, actualmente com o nome de S. Torcato.

O Grupo de Forcados Amadores de Montemor, fundado em 1939, é o segundo Grupo de Forcados com maior antiguidade em Portugal. É igualmente um dos Grupos de maior prestígio e tradição na tauromaquia nacional.

Referências

  1. Portal Sapo. «Praça de Toiros de Montemor-o-Novo». Consultado em 1 de junho de 2016 [ligação inativa] 
  2. Grupo de Forcados Amadores de Montemor. «Cidade: Montemor e a Tauromaquia» 
  3. Ángel Calamardo (coord.) (2009). «Guia de los Toros 2009» (PDF) (em espanhol). Cadena SER (Rádio Madrid). p. 34. Consultado em 24 de novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]