Tambaú (praia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Praia de Tambaú)
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Tambaú
Praia de Tambaú, localizada no bairro homônimo.
Localização João Pessoa,  Paraíba,  Brasil
Lista de praias da Paraíba

Tambaú é uma praia brasileira do estado da Paraíba. Com 8 km de extensão, é composta de areia batida e fina, com águas de cor verde-azuladas. Ë o ponto de partida a Picãozinho, ponto turístico de beleza natural.

Facilidades[editar | editar código-fonte]

Em suas areias está o Hotel Tropical Tambaú, que foi construído em forma circular e é considerado o hotel mais pitoresco de João Pessoa. Possui quadra de tênis, bar, restaurante, salão de convenções e uma galeria com cinema e lojas. Foi inaugurado em setembro de 1971.

Próximo ao Hotel Tropical Tambaú, situa-se o Mercado de Artesanato Paraibano (MAP), construído em estilo colonial, numa área de, aproximadamente, 6.100 m². Foi inaugurado em 1990 e apresenta lojas de produtos regionais como rendas, crochês, tapeçarias, pintura, couro, batik, entre outras, além de lanchonetes, agência dos correios e uma central de telefonia.

A feirinha de Tambaú, teve a sua formação decorrente do movimento noturno em torno da lanchonete «A Nutritiva», na quadra fronteiriça ao Hotel Tropical Tambaú. Uma área urbanizada privilegiada que é ponto de encontro de artistas, intelectuais e estudantes

Pier[editar | editar código-fonte]

A praia possuía um pier, que era uma estrutura de atracação de embarcações e de passeio turístico. Foi construído em 1994 ao lado do Hotel Tropical Tambaú, na divisa com a Praia de Manaíra. Em dezembro de 2007, os dois primeiros vãos da estrutura ruíram devido à força dos ventos e das ondas do mar.[1][2]

O píer foi construído com concreto armado e adentrava 100 metros ao mar. Possuía 3 metros de largura sobre três estacas circulares em cada bloco de coroamento, sendo duas laterais inclinadas e uma central na posição vertical, cravadas a 4 metros de profundidade do leito oceânico.[1]

Em 1 de novembro de 2007, dois meses antes de uma de suas partes ruírem, o píer foi interditado para manutenção de sua infraestrutura. Com o colapso da estrutura e a comprovação de que se tornaria inviável a sua recuperação, optou-se pela sua completa demolição em 2009. No entanto, parte dos seus destroços ainda permaneceram na praia, sendo retirados meses seguintes após a demolição.[2][3]

Transportes e comunicação[editar | editar código-fonte]

As TVs por assinatura existentes na praia e no bairro homônimo são: Sky, Net, Claro TV (antiga Via Embratel), Oi TV e Vivo TV. As linhas de ônibus que trafegam no bairro são a 510-Tambaú/Praia/Val Paraíso (pertencente a Unitrans/Transnacional), a 513-Tambaú/Bessa/Epitácio (pertencente a Reunidas, assim como as linhas circulares 5600-Mangabeira/Josefa Taveira/Manaíra Shopping, 5603-Mangabeira VII e a 5605-Mangabeira/José Américo/Alfredo F. Rocha)

Referências

  1. a b Cavalcanti, Antonio. «Inspeção técnica do píer de atracação de Tambaú» (PDF). Solucionando Problemas:. Consultado em 20 de fevereiro de 2018 
  2. a b Business, EW3 Internet. «Píer de Tambaú será demolido em 10 dias - PB Agora». www2.pbagora.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2018 
  3. «Destroços do Pier de Tambaú ainda ameaçam banhistas em João Pessoa - Jornal da Paraíba». Jornal da Paraíba. 6 de outubro de 2009 
SEQUÊNCIA DE PRAIAS
Oceano Atlântico
precedida por:

Praia de Manaíra (João Pessoa)

Praia de Tambaú

(João Pessoa)

sucedida por:

Praia do Cabo Branco (João Pessoa)