Tambaú (praia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Praia de Tambaú)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Tambaú
Jampa, PB.jpg

Praia de Tambaú, localizada no bairro homônimo.

Localização
Endereço
Descrição
Tipo de praia

Tambaú é uma praia brasileira do estado da Paraíba. Com 8 km de extensão, é composta de areia batida e fina, com águas de cor verde-azuladas. Ë o ponto de partida a Picãozinho, ponto turístico de beleza natural.

Facilidades[editar | editar código-fonte]

Em suas areias está o Hotel Tropical Tambaú, que foi construído em forma circular e é considerado o hotel mais pitoresco de João Pessoa. Possui quadra de tênis, bar, restaurante, salão de convenções e uma galeria com cinema e lojas. Foi inaugurado em setembro de 1971.

Próximo ao Hotel Tropical Tambaú, situa-se o Mercado de Artesanato Paraibano (MAP), construído em estilo colonial, numa área de, aproximadamente, 6.100 m². Foi inaugurado em 1990 e apresenta lojas de produtos regionais como rendas, crochês, tapeçarias, pintura, couro, batik, entre outras, além de lanchonetes, agência dos correios e uma central de telefonia.

A feirinha de Tambaú, teve a sua formação decorrente do movimento noturno em torno da lanchonete «A Nutritiva», na quadra fronteiriça ao Hotel Tropical Tambaú. Uma área urbanizada privilegiada que é ponto de encontro de artistas, intelectuais e estudantes

Pier[editar | editar código-fonte]

A praia possuía um pier, que era uma estrutura de atracação de embarcações e de passeio turístico. Foi construído em 1994 ao lado do Hotel Tropical Tambaú, na divisa com a Praia de Manaíra. Em dezembro de 2007, os dois primeiros vãos da estrutura ruíram devido à força dos ventos e das ondas do mar.[1][2]

O píer foi construído com concreto armado e adentrava 100 metros ao mar. Possuía 3 metros de largura sobre três estacas circulares em cada bloco de coroamento, sendo duas laterais inclinadas e uma central na posição vertical, cravadas a 4 metros de profundidade do leito oceânico.[1]

Em 1 de novembro de 2007, dois meses antes de uma de suas partes ruírem, o píer foi interditado para manutenção de sua infraestrutura. Com o colapso da estrutura e a comprovação de que se tornaria inviável a sua recuperação, optou-se pela sua completa demolição em 2009. No entanto, parte dos seus destroços ainda permaneceram na praia, sendo retirados meses seguintes após a demolição.[2][3]

Transportes e comunicação[editar | editar código-fonte]

As TVs por assinatura existentes na praia e no bairro homônimo são: Sky, Net, Claro TV (antiga Via Embratel), Oi TV e Vivo TV. As linhas de ônibus radiais que trafegam no bairro são a 510-Tambaú/Praia/Val Paraíso, 511-Tambaú/Ruy Carneiro/Hiper Bompreço e a 513-Tambaú/Bessa/Epitácio Pessoa (pertencentes à Reunidas, assim como as linhas circulares 5600-Mangabeira/Josefa Taveira/Manaíra Shopping, 5603-Mangabeira VII e a 5605-Mangabeira/José Américo/Alfredo F. Rocha)

Referências

  1. a b Cavalcanti, Antonio. «Inspeção técnica do píer de atracação de Tambaú» (PDF). Solucionando Problemas:. Consultado em 20 de fevereiro de 2018 
  2. a b Business, EW3 Internet. «Píer de Tambaú será demolido em 10 dias - PB Agora». www2.pbagora.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2018 
  3. «Destroços do Pier de Tambaú ainda ameaçam banhistas em João Pessoa - Jornal da Paraíba». Jornal da Paraíba. 6 de outubro de 2009 
SEQUÊNCIA DE PRAIAS
Oceano Atlântico
precedida por:

Praia de Manaíra (João Pessoa)

Praia de Tambaú

(João Pessoa)

sucedida por:

Praia do Cabo Branco (João Pessoa)