Predefinição Discussão:Família real britânica

    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

    Traduções erradas[editar código-fonte]

    Eis o grande problema do hábito (de alguns, a maioria composta por portugueses) de traduzir nomes de membros da realeza: às vezes a tradução é feita de forma incorreta. "Michael", em inglês, não é Micael nem Micaela (pois não tem feminino). É, na verdade, Miguel. Portanto, escrever "Príncipe Micael de Kent" e "Princesa Micaela de Kent" está absurdamente errado.

    Particularmente, eu prefiro que o nome original seja preservado (como no caso do rei Juan Carlos da Espanha); afinal ninguém precisa ser gênio para perceber que um nome em uma língua corresponde a outro. Meu cérebro, em questão de segundos, sabe que John é João; Edward é Eduardo; Charles é Carlos, etc. Entrementes, fico espantado com o fato de que foi sugerida a troca de "Henry" para "Haroldo" no artigo Príncipe Henry de Gales, vulgo "Harry".

    Não me agradava ver no artigo da Princesa Eugenie de York o título ser "Eugénia de Iorque": primeiro porque sou brasileiro (escrevo Eugênia) e depois o Iorque (o ducado de York, diferentemente do ducado da Cornuália (dukedom of Cornwall, em inglês), jamais foi traduzido em livros que eu conheça). Felizmente, alguém trocou para York.

    Acho uma tremenda falta de tempo essa mania sem sentido de traduzir nomes para a língua portuguesa, já que, enquanto isso acontece, wikipedistas da Wikipedia em inglês preocupam-se quanto à qualidade do artigo. O artigo de D. Pedro II do Brasil, na wikipedia inglesa, está bem escrito e ilustrado e o título do artigo é "Pedro II of Brazil"; porém, eles salientam a tradução do nome (Peter II) logo no início do texto (talvez para satisfazer alguns). Usuário:Blackcat.

    Resposta[editar código-fonte]

    Caríssimo usuário, de facto é um problema saber qual a versão correcta visto que ninguém se entende se os nomes devem ser traduzidos ou não e para além disso, não é só mania dos portugueses a tradução de nomes mas também de brasileiros. Quando criei a predefinição, tive o cuidado de deixar os nomes em inglês mas os artigos tem o nome traduzido e eu não posso fazer nada. Para mim, ambas as versões (nome em inglês ou em português) estão correctas, desde que o nome verdadeiro seja referenciado no artigo. Acho que a Wikipédia devia definitivamente decidir qual as regras a seguir sobre os nomes. Obrigado. Pcjrm 11h11min de 5 de Abril de 2008 (UTC)

    Gostaria de participar dessa discussão e responder ao Pcjrm. Sempre achei que nunca deveríamos traduzir nomes próprios pois são identificações pessoais e quando queremos nos referir a alguém, seja para uma conversa informal ou até para registro formal, isso é imprescindível! Ao contrário da sua opinião acho que os artigos no Wikipedia deveriam obrigatoriamente exibir o nome como é escrito na língua nativa, excessões quando a língua nativa possui um alfabeto diferente (tipo russo, japonês, árabe, etc). Opcionalmente poderia conter o nome na versão portuguesa entre parêntesis e bem identificado com um PT ao lado. Estou assistindo a série The Crown e pesquisando a versão real dos personagens da série e encontro absurdos com identificar a Rainha Elizabeth II com Izabel II! De onde foi tirado que esse nome deveria ser usado no lugar de Elizabeth (eu admito um "Elizabete", mas Izabel...)? Megavolts66 (discussão) 12h57min de 14 de janeiro de 2021 (UTC)Responder[responder]

    Olá, precisamos urgentemente resolver esse problema sobre as traduções de nomes próprios dos monarcas e pessoas da realeza estrangeira, principalmente a britânica. Como há milhares de páginas com nomes já traduzidos para o Português, sugiro que coloquemos os nomes originais em parêntesis, ex: (em inglês: Elizabeth II). Pois, se fôssemos refazer as milhares de páginas com os nomes originais seria um trabalho realmente árduo, além de que as traduções são feitas à séculos nos livros de história. Então, sugiro que a partir da Rainha Vitória em diante, todas páginas de seus descendentes tenham apenas o nome-título e o original na introdução, ex: Jorge V (em inglês: George V). A tradução do nome completo é o original em inglês, podemos colocá-los em um segundo parágrafo. LuizLuz (discussão) 17h00min de 2 de junho de 2021 (UTC)Responder[responder]

    Resposta da Resposta[editar código-fonte]

    Aqui no Brasil, a maioria das revistas, jornais e a televisão não traduzem; a pronúncia dos nomes pouco importa (infelizmente), mas enfim isso não atrapalha na wikipédia. E alguns artigos vem traduzidos, já que não foram criados pelos mesmos wikipedistas. Realmente, a wikipédia deveria estabelecer logo um padrão para estes artigos de membros da realeza (nobreza não). Porém, eu realmente devo retirar o "Príncipe Micael e Micaela de Kent", ok? Usuário:Blackcat.

    Porém, eu realmente devo retirar o "Príncipe Micael e Micaela de Kent", ok? Retirar o quê, de onde? Explique melhor a sua ideia. Obrigado. Pcjrm 11h07min de 8 de Abril de 2008 (UTC)

    Ele quis dizer retirar da predefinição. Zoicite, 2 de junho de 2008.

    Membros[editar código-fonte]

    Segundo a Wiki en:

    "The only people who should be listed in this template – to the exclusion of all others – are the sovereign, the sovereign's consort and all living princes and princesses of the United Kingdom." Pedrassani (discussão) 00h57min de 17 de junho de 2016 (UTC)Responder[responder]