Primeira Igreja Batista em São Gonçalo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Primeira Igreja Batista em São Gonçalo é uma igreja localizada na região metropolitana do estado do Rio de Janeiro. É considerada uma igreja histórica e doutrinariamente conservadora.

História[editar | editar código-fonte]

Introdução[editar | editar código-fonte]

Após dois anos como congregação da Primeira Igreja Batista em Niterói (entre 1917 e 1919) foi organizada em 29 de junho de 1919 a " Egreja Batista de São Gonçalo " pelo Reverendo Dr. Manoel Avelino de Souza, seu primeiro pastor (1919-1930) na antiga residência do Cônego Goulart, localizada na atual rua Coronel Moreira César, 175. Seus sucessores foram o Pr. Waldemar Zarro (1930 a 1974) e Pr. Mauro Israel Moreira (1974 a 2002).

A Primeira Igreja Batista de São Gonçalo segue uma dinâmica ministerial sem abrir mão da firmeza doutrinária dentro dos preceitos da Convenção Batista Brasileira. Seus pastores tiveram grande influência dentro da denominação e no ministério do Pastor Mauro a atuação se estendeu às outras denominações.

A história da Primeira Igreja Batista em São Gonçalo se confunde muito com a do município, sendo a primeira igreja evangélica na cidade, criada em uma época onde havia uma grande perseguição moral aos evangélicos, chegando ao ponto de o padre da igreja Matriz de São Gonçalo apelidá-los de "bodes" e proibir os fiéis de sua paróquia de passar na calçada da igreja Batista.

As Sucessões Pastorais[editar | editar código-fonte]

Entre 1919 e 1930, o Rev. Dr. Manoel Avelino de Souza revezava o pastoreio entre as igrejas de São Gonçalo e Niterói (igreja pastoreada por ele entre 1917 e 1962, ano de seu falecimento).

No ano de 1930, quando a igreja de São Gonçalo já possuía condições de ter um pastor exclusivo, o Rev. Dr. Manoel Avelino e a membresia decidiram ordenar o evangelista Waldemar Zarro ao "santo ministério". A ordenação pastoral de Waldemar Zarro e sua posse na presidência da Igreja foram feitas em um único culto a Deus, celebrado com grande júbilo no mês de setembro de 1930.

No início de outubro, com menos de um mês no cargo de pastor-presidente, Waldemar Zarro foi obrigado a se ausentar por algumas semanas do "posto" devido à instabilidade política do Brasil causada pelo movimento que levou Getúlio Vargas à Presidência da República (cuja sede ainda era no Palácio do Catete. O município vizinho do Rio de Janeiro ainda era a capital do país). Em poucas semanas, o pastor Zarro já estava de volta para dar prosseguimento ao seu ministério que durou 44 anos.

Em 1974, já muito adoentado, sofrendo as consequências causadas pela glicemia alta, pastor Waldemar Zarro faleceu, passando o pastoreio para o jovem pastor Mauro Israel Moreira, de apenas 24 anos. Mauro Israel já exercia algumas funções que estavam além das capacidades físicas do pastor Zarro como ministrar os batismos.

Mauro Israel nasceu no dia 4 de janeiro de 1950 no Rio Grande do Sul. Este gaúcho chegou a São Gonçalo em 1970 e foi adotado pela igreja calorosamente. A PIBSG já tinha alguns seminaristas, o que inviabilizou acrescentar o Mauro no orçamento. Pastor Zarro, amavelmente, custeou os estudos do Mauro, que enquanto seminarista liderava o Ministério de Juventude da igreja. Sua ordenação foi em 1973, levando Mauro Israel ao posto de pastor auxiliar, cargo que ocupou até o falecimento do Pastor Zarro em 1974. A igreja convocou a Comissão de Sucessão Pastoral que por sua vez orientou a mesma a oficializar Mauro Israel no cargo de Pastor-Presidente.

O ministério do Pastor Mauro Israel durou até seu falecimento em 2002. O amado pastor Mauro foi um homem contou com uma grande equipe pastoral, sendo eles: Pr. Célio Trugilho, Pr. Fernando César Oliveira, Pr. Manoel Luiz Vieira, Pr. Genildo, Pr. Douglas Brito, Pr. Daniel Miranda, professor Pedro Jorge Farias, professor Henrique Alves e a professora Sônia Regina Barreto.

A Influência[editar | editar código-fonte]

O pastoreio da 1a Igreja Batista em São Gonçalo teve suas particularidades. O Rev. Dr. Manoel Avelino de Souza foi considerado um "gigante da fé". Devido à escassez de transportes, Dr. Manoel Avelino se deslocava de Niterói a São Gonçalo a cavalo, pois este município só contava com uma minúscula frota de bondes e o trem que ligava o Barreto (Niterói) à Vitória (capital do Espírito Santo). Diversos hinos do "Cantor Cristão" foram de sua autoria. Como não se havia muitos pastores evangélicos no Brasil, Dr. Manoel Avelino chegou ao ponto de pastorear cinco igrejas ao mesmo tempo, entre elas: Primeira Igreja Batista de Niterói (organizada em 1892) durante 1917 e 1962, Primeira Igreja Batista em São Gonçalo e Igreja Batista de Neves (organizada em 1929). Dr. Manoel Avelino foi o pastor que mais vezes ocupou a presidência da Convenção Batista Fluminense.

O Pastor Zarro foi conhecido por "abrir o trânsito" dos evangélicos de São Gonçalo à sociedade, pois os crentes eram excluídos de boa parte da vida social gonçalense. Seu prestígio foi tanto que ao final da vida, Waldemar Zarro acumulava o pastoreio com o cargo de Juiz de Paz. Zarro foi um pastor disciplinador. Frequentava assiduamente a casa das "ovelhas" para cuidar delas e aproveitava para fazer um lanchinho no final da visita. Pastor Zarro chegou ao ponto de sair de sua residência localizada nos fundos da Igreja (centro de São Gonçalo) para visitar uma ovelha residente em Guaxindiba (em uma das divisas de São Gonçalo com Itaboraí). Pela falta de transportes, pastor Zarro ia e voltava de Guaxindiba a pé. Seu culto fúnebre contou com um brevíssimo depoimento do padre da Igreja Matriz de São Gonçalo.

Em diversas inaugurações de hospitais e clínicas públicas, o Pr. Zarro era uma figura presente. Era um agente social na vida pública e política no município. Durante o ministério do Pr. Zarro a PIBSG foi requisitada em vários momentos para colaborar na doação de leitos para os novos hospitais construidos pela prefeitura do município.

O saudoso Pastor Mauro Israel Moreira foi um diplomata. Era reconhecido internacionalmente pelo seu "tato" ao saber lidar com o próximo. Sua filosofia de vida era o "Chegar Junto", demonstrando o amor ao próximo. Quando soube de sua doença, a 1a Igreja pôs o "Chegar Junto" em prática e cuidou amorosamente de Mauro. Ao término do ministério de Mauro Israel Moreira, a igreja já contava com 5000 membros congregando em sua sede.

O falecimento do Pastor Mauro Israel foi no dia 2 de abril de 2002, devido a um câncer no rim esquerdo que provocou metástases nos pulmões. O culto em ação de graças pela vida de Mauro Israel foi no dia seguinte (3 de abril) e contou com mais de 6000 pessoas, incluindo neste meio os padres da maioria das paróquias de São Gonçalo e de algumas pessoas de origem espiritualista que, gentilmente, estiveram presentes para prestigiar o querido pastor. Também estiveram presentes o então prefeito, Dr. Henry Charles (que deu uma rápida palavra) e o deputado federal Arolde de Oliveira.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

1915 a 1917: Ponto de pregação da Primeira Igreja Batista de Niterói em São Gonçalo

1917 a 1919: Congregação da Primeira Igreja Batista de Niterói em São Gonçalo

1919 a 1930: Rev. Dr. Manoel Avelino de Souza

1930 a 1974: Pr. Waldemar Zarro

1974 a 2002: Pr. Mauro Israel Moreira

2002 a 2004: Conselho pastoral interino formado por Pr. Fernando César Mendonça de Oliveira, Pr. Célio Trugilho, Pr. Hamilton Pereira, Pr. Valter Vieira e Pr. Isaías Barros.

As Semanas de Adolescentes em Foco (Semafo)[editar | editar código-fonte]

A União de Adolescentes (UNA) da PIBSG sempre foi uma organização atuante no cotidiano da igreja. Desde 1974, no final do ministério do Pr. Zarro , a UNA promove a Semana de Adolescentes em Foco (Semafo) em julho, mês de férias das escolas. Pr. Zarro faleceu logo após a primeira Semafo. A princípio, a Semafo é um congresso de comunhão e evangelização. Houve Semafos que contavam com a presença de 3000 a 4000 pessoas por noite. Em algumas se contabilizavam ao final do evento 150 novas almas rendidas ao Senhor. Entre estas Semafos estão:

1992 - XIX Semafo - PARA QUEM IREMOS NÓS

1993 - XX Semafo - É HORA DE DESPERTAR

1994 - XXI Semafo - LIBERDADE COM RESPONSABILIDADE

1995 - XXII Semafo - O TEMPO DE DEUS (com a apresentação do musical PRA SEMPRE)

Nestas Semafos, houve a participação de grupos de louvor como: Ruama, Águas, Hággios, Kléber Lucas, Fernanda Brum.

O Ministério de Música[editar | editar código-fonte]

Seguindo a tradição da denominação batista, a PIBSG possui seu Ministério de Música (denominado de Pastoral da Adoração) bem firmado em uma organização sistemática, refletida em seus vários corais, conjuntos, musicais de natal e musicais de Páscoa. Entre seus corais e conjuntos estão:

Coral Waldemar Zarro - Regente: Gerson Gomes

Coral Cantares - Regente: Marcos Aurélio Verçosa

Coral Jovem - Regente: Marcos Aurélio Verçosa

Coral Una - Regente: Marcos Aurélio Verçosa

Coral Palestrina - Regente: Luís Carlos Abreu

Coral Vox Dei - Regente: Marcos Eugênio

Coral Proclamar - Regente: Pr. Manoel Luiz Vieira de Souza

Missão Vale - Liderança: Pr. Manoel Luiz Vieira de Souza

Grupo Pedra Viva - Liderança: Alexandre Laureano

O dinamismo da PIBSG foi concretizado de diversas formas. Uma delas foi através dos musicais de natal organizados pelo pastor Manoel Vieira e pelo irmão Marcos Aurélio Verçosa. Entre os musicais que marcaram a história da PIBSG estão:

1993 - Musical ATOS - Pr. Manoel Luiz Vieira de Souza

1994 - Musical VENTO LIVRE - Pr. Manoel Luiz Vieira de Souza

1995 - Musical ERAM DOZE - Pr. Manoel Luiz Vieira de Souza

1996 - Musical MAIOR É DEUS - Marcos Aurélio Verçosa

1997 - Musical O MESSIAS - Marcos Aurélio Verçosa

2000 - Musical JONAS - Este musical foi o último musical que contou com a participação do Pr. Mauro Israel, interpretando o evangelista do século XXI.

O Ministério de Educação Cristã[editar | editar código-fonte]

O Ministério de Educação Cristã teve várias nomenclaturas no decorrer de sua história, como Ministério de Educação Religiosa e Pastoral da Edificação. Sob sua reitoria estiveram educadores como:

a) Professor Pedro Jorge de Souza Farias (bacharel em Psicologia pela UFF, bacharel em Teologia pelo Seminário do Sul, bacharel em Educação Cristã pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, pós-graduado em Terapia Familiar pela Universidade Cândido Mendes, professor do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil e do Instituto Batista de Educação Religiosa, atual CIEM)

b) Professora Sônia Regina Barreto (licenciada em Pedagogia pela UFF, bacharel em Psicologia pela Faculdade Maria Thereza)

c) Pr Jonathan Bahia (bacharel em Teologia pelo Seminário Betel, licenciado em Filosofia pela UFF e professor do Seminário Teológico Batista Gonçalense).

O Ministério de Educação Cristã também teve vários colaboradores muito competentes, como:

a) Professor Henrique Alves da Silva (professor do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil e do Seminário Teológico Batista de Niterói).

b) Professora Soraia Cavalcanti (Psicóloga e bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista de Niterói)

Além da organização da Escola Bíblica (regular e Panorama Bíblico), da Escola de Discipulado (Plenitude de Vida e Segue-Me) e da Escola de Treinamento (Una, Unijovem, etc), o Ministério de Educação Cristã também coordena o Gênesis Instituto Bíblico (GIB), que por sua vez é um centro de formação de obreiros leigos aberto a membros de qualquer igreja evangélica. O GIB não é um seminário teológico, pois não forma bacharéis em Teologia apenas obreiros.

O Ministério de Assistência Pessoal[editar | editar código-fonte]

O Ministério de Assistência Pessoal (também conhecido como Pastoral da Comunhão/MASP) foi organizado oficialmente no ano de 1996 pelo Pr. Mauro Israel e coordenado pela professora Sônia Regina Barreto nos seus primeiros anos. Atualmente o Ministério de Assistência Pessoal está sendo coordenado pela irmã Graça Abreu. Dentre as suas funções estão o acompanhamento das pessoas recém-chegadas à comunidade da PIBSG e pessoas que não são evangélicas através do aconselhamento e das visitas.

A maior parte das visitas são feitas pelo Pr. Célio Trugilho, que, incansavelmente e com a disposição de um guerreiro que não se deixa abater pela idade, pela saúde ou pelas circunstâncias, visita as pessoas com uma disposição inigualável. Sua garra é comparável a de um leão que não teme os desafios. Pr. Célio Trugilho circula os municípios da região metropolitana do estado do Rio (capital, Baixada Fluminense, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá e Rio Bonito) para fazer suas visitas e sua disposição está sempre vencendo várias barreiras. Sua paixão pelo seu time de futebol favorito não é maior do que sua paixão pelas vidas ministradas durante suas visitas.

Os demais membros da igreja também são desafiados e treinados a participarem das visitas e dos trabalhos de aconselhamento.

O Legado[editar | editar código-fonte]

Muitos pastores atuantes no mundo evangélico são frutos da 1a Igreja Batista em São Gonçalo, como Pr. José Armando Cidaco (Teresópolis). Dentre as igrejas filhas da PIBSG estão: 1a Igreja Batista em Rio Bonito, Igreja Batista em Itambi (Itaboraí), ambas organizadas no ministério Waldemar Zarro. No ministério do Pr Mauro foram organizadas a 1a Igreja Batista em Brasilândia (em 1985, tendo Lélio Barros como missionário e primeiro pastor) e a Igreja Batista em Água Mineral (tendo Getúlio Crível Vargas como missionário e primeiro pastor).

Atualmente a 1a Igreja Batista em São Gonçalo está levando adiante o desafio aceito pelo saudoso pastor Mauro de levantar o novo templo, que terá capacidade para 5000 pessoas bem acomodadas e espaço para um seminário teológico e um colégio secular que funcionarão durante a semana.

A PIBSG sempre foi reconhecida por investir em missões e educação. A igreja sempre teve um grande número de alunos matriculados no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (Tijuca), Instituto Batista de Educação Religiosa (IBER, atual Centro Integrado de Educação e Missões), no Seminário Teológico Batista de Niterói, no Seminário Teológico Betel, no Seminário Teológico Escola de Pastores (vinculado à Igreja Presbiteriana Betânia de São Francisco, Niterói) e no Seminário Bíblico Palavra da Vida. Várias instituições de amparo a missões como a Junta de Missões Mundiais (órgão da Convenção Batista Brasileira), a Jocum (Jovens com uma Missão), a Mocidade Para Cristo e a Missão Portas Abertas viam na PIBSG uma grande parceira no sustento de missionários.

O município de São Gonçalo possui algumas homenagens ao Pr. Waldemar Zarro como uma rua no bairro da Trindade (onde se localizava o templo antigo da Primeira Igreja Batista de Trindade) e um Ciep (Centro Integrado de Educação Pública, popularmente conhecido como Brizolão) no bairro Rosane. Ao Pr. Mauro Israel Moreira, a Prefeitura de São Gonçalo fez uma homenagem com a construção de um centro de informática no bairro de Laranjal.