Principado-Bispado de Münster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.



Fürstbistum Münster
Principado-Bispado de Münster

Estado do Sacro Império Romano

Coat of arms of Lower Saxony.svg
1180 – 1802 Wappen Aremberg.svg
 
Civil flag of Oldenburg.svg
 
Flag of the Kingdom of Prussia (1803-1892).svg
 
Flag of Salm principalities (1798-1811).svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Principado-Bispado de Münster
Mapa mostrando parte do Círculo Inferior do Reno-Vestfália em 1560, com o Principado-Bispado de Münster destacado em vermelho.
Continente Europa
Região Alemanha
Capital Münster
Língua oficial Alemão
Baixo-alemão
Latim
Religião Catolicismo romano
Governo Principado Eclesiástico
Período histórico Idade Média
 • 1180 Criação após o colapso do primeiro Ducado da Saxônia
 • 1802 Mediatização Alemã

O Principado-Bispado de Münster (em alemão: Fürstbistum Münster) foi um estado eclesiástico do Sacro Império Romano que existiu entre o final do século XII e o início do século XIX ao norte da atual Renânia do Norte-Vestfália e a oeste da Baixa Saxônia. Entre os séculos XVI e XVIII, por diversas vezes, o território ligou-se por união pessoal a um ou mais principados eclesiásticos das proximidades, como Colônia, Paderborn, Osnabrück, Hildesheim e Liège.[1]

O território de Münster limitava-se a oeste com as Províncias Unidas ao sul com Cleves, Vest Recklinghausen e Mark e a leste com Paderborn e Osnabrück. A norte e nordeste, fazia divisa com a Frísia Oriental, Oldemburgo e o Eleitorado de Hanôver (estabelecido em 1692).

Tal como acontecia com todos os outros estados eclesiásticos do Sacro Império Romano, é importante distinguir o principado-bispado da diocese de Münster. Embora ambos fossem governados pelo mesmo líder, as dioceses eram geralmente maiores que os principados-bispados.[2] Frequentemente, os limites das dioceses ultrapassavam os dos territórios seculares aos quais pertenciam. Nessas regiões, entretanto, o poder do príncipe-bispo era estritamente a de um bispo comum e limitado apenas a assuntos espirituais.[3]

Referências

  1. «Geschichte des Fürstbistums Münster». Höckmann (em alemão). Consultado em 13 de Janeiro de 2017. 
  2. «Diocese of Münster (Monasteriensis) - Secular history». Catholic Encyclopedia (em inglês). New Advent. Consultado em 13 de Janeiro de 2017. 
  3. «Diocese of Münster (Monasteriensis) - Diocesan history». Catholic Encyclopedia (em inglês). New Advent. Consultado em 13 de Janeiro de 2017.