Priscilla Presley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Priscilla Presley
Priscilla Presley em 2014.
Nascimento 24 de maio de 1945 (73 anos)
Brooklyn, Nova Iorque
Nacionalidade Estados Unidos Americana
Cônjuge Elvis Presley (1 de maio de 1967 - 9 de outubro de 1973)
Marco Garibaldi (1984-2006)
Filho(s) Lisa Marie Presley
Navarone Garibaldi
Ocupação Atriz e empresária
Página oficial
www.priscillapresley.com

Priscilla Presley, nascida Priscilla Ann Wagner Beaulieu (Brooklyn, Nova Iorque, 24 de maio de 1945), conhecida como ex-esposa de Elvis Presley e mãe da cantora Lisa Marie Presley.[1] é uma empresária de sucesso, filantropa, atriz e produtora.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Priscilla conheceu Elvis na Alemanha Ocidental no ano de 1959, quando Elvis prestava serviço militar.[1][2] Priscilla acompanhava a mãe e seu padrasto, que era um oficial da força aérea americana. Ele tinha 24 anos e ela 14. Elvis nesta época havia acabado de perder a mãe Gladys Presley. Em 1962 ela foi convidada a passar o natal e conhecer Graceland e de lá não foi mais embora. Ficou quatro anos entregue à Elvis que custeou seus estudos, alimentação e vestuário. Seus pais não compareceram nem a sua formatura do segundo grau. casaram-se em 1 de maio de 1967 em Las Vegas,[1] " A mãe de Priscila, Anna Lillian Iversen, disse a alguns conhecidos que Priscila já estava gravida quando se casou com Elvis, Coincidência ou não Lise Marie nasceu 9 meses após ao casamento" Após o nascimento de Lisa Marie, em fevereiro de 1968, seu casamento começou a se deteriorar. Segundo amigos de Elvis, às vésperas do Natal de 1972 ela saiu de casa com a filha, de repente, pegando Elvis de surpresa. Ele sabia que a separação estava por vir, mas paralelamente mantinha casos com 3 mulheres diferentes. Priscilla, devido a enorme distância de Elvis e a diferença de estilos de vida, acabou se apaixonando por seu professor de karatê, Mike Stone (por ironia do destino, Elvis a encorajou a treinar com ele). Em 23 de fevereiro de 1972, após a apresentação final da temporada, ela anuncia que deseja a separação, causando profunda tristeza e transtorno a Elvis. O astro ainda insistiu, por meses a fio, que Priscilla reconsiderasse o pedido, porém o estilo de vida dos dois (Elvis, notívago, andava constantemente com 12 guarda costas e mal saía para apreciar a vida), acabou gerando em Priscilla a certeza de que, embora ainda o amasse profundamente, o casamento estava desfeito. Elvis mergulhou na tristeza e gravou belas canções, motivadas pela separação, como Always on My Mind, Separate Ways, e mais pra frente, It´s Midnight (onde, em um show de 1974, ele diz "ouça Cilla", para uma estupefata Priscilla, que estava na platéia, um anós após seu divórcio). Porém, após este período amargo, a amizade dos dois permaneceu forte. Harry Fain foi o advogado que tratou do divórcio, quando encontrou-se com Elvis ficou impressionado com sua gentileza, seu esforço em resolver tudo sem antagonismo, sua natural generosidade e ficou convencido que era mais do que seu talento, mas sua cordialidade e seu vigor que contribuíram para sua excepcional fama. Sentiu que Elvis Presley poderia ter sido diferente e criar dificuldade, tal o tamanho da sua fama, mais do que nenhum mortal pode carregar mas não o fez e o casamento se encerrou em 09 de Outubro de 1973. Todos os amigos e biógrafos de Elvis são unânimes em dizer o quanto ele ainda amava a esposa, e queria retomar a vida de casado até, praticamente, o dia de sua morte.

Priscilla e Stone ja estavam vivendo juntos durante o processo de Divórcio, Mike Stone era seu instrutor de karatê, em seu livro, ela alega que conheceu Stone em 1971), embora já assistira, junto com Elvis, uma luta de Stone em 1968, no Hawaii. Após o divórcio Priscilla volta a usar seu nome original , enquanto Elvis a ajudava a criar a menina de longe, dando a pensão devida a Lisa Marie. Priscilla tornou-se uma empresária de sucesso ao fazer uma parceria com sua estilista Olivia Bis na Boutique Bis &Beau (em alusão ao seu nome, Beaulieu), que funcionou em Los Angeles de 1974 até 1976, tendo como clientes nomes como Cher. Ela também recusou um papel no seriado As Panteras (Charlie´s Angels), pois não atuava e se sentia insegura para isto. Depois que o pai de Elvis, Vernon adoentou, ele passou a Priscila os direitos de administrar os bens de Elvis, em defesa da neta, e para que o Tom Parker não assumisse os bens de Elvis. Após o falecimento de Vernon Presley ela contratou uma administradora especializada e assumiu Graceland. Priscilla voltou então a usar o sobrenome Presley. Ela namorou por seis anos o ator e modelo Mike Edwards. A relação mais duradoura foi com o diretor e roterista italiano Marco Garibaldi, com quem viveu por vinte e dois anos. Seu filho, Navarone, nasceu em 1 de março de 1987. Nos anos 90, participou da comédia de grande sucesso "Corra que a Polícia Vem Aì" (The Naked Gun), ao lado de Leslie Nielsen. Hoje, dedica-se integralmente a Graceland e a Elvis Presley Enterprises, assim como é uma defensora do bem estar animal e ligada a associações americanas de proteção a cavalos, uma de suas grandes paixões.

Produziu uma grande parte do disco Elvis with Royal Philarmonic e agora está prestes a lançar um documentario exclusivo e especial para a HBO, Elvis: The Searcher.

Filmes e Televisão[editar | editar código-fonte]

Atriz[editar | editar código-fonte]

Produtora[editar | editar código-fonte]

  • 1998 - Cinema - Finding Graceland
  • 1998 - Televisão - Breakfast with Einstein
  • 1994 - Televisão - Elvis: The Tribute
  • 1990 - Televisão - Elvis
  • 1988 - Televisão - Elvis and Me

Programa[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «IMDB - 0001636» (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2009. 
  2. «Tv Guide. com - Priscilla Presley: Biography» (em inglês). Consultado em 3 de maio de 2009. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]