Prison Break

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prison Break
Fuga da Prisão (PT)
Prison Break: Em Busca da Verdade (BR)
Informação geral
Formato Série
Género Ação
Drama
Suspense
Duração 42 minutos (aproximadamente)
Criador(es) Paul T. Scheuring
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Espanhol
Produção
Produtor(es) executivo(s) Marty Adelstein
Neal H. Moritz
Dawn Parouse
Brett Ratner
Paul T. Scheuring
Matt Olmstead
Kevin Hooks
Michael Pavone
Editor(es) Etienne Des Lauriers
Scott Eilers
Eric Seaburn
Warren Bowman
Kaja Fehr
James Coblentz
Cinematografia Fernando Argüelles
Jeffrey C. Mygatt
Robert LaBonge
Chris Manley
Robbie Greenberg
Distribuída por 20th Television
Elenco Dominic Purcell
Wentworth Miller
Robin Tunney
Amaury Nolasco
Peter Stormare
Marshall Allman
Wade Williams
Sarah Wayne Callies
Paul Adelstein
Robert Knepper
Rockmond Dunbar
William Fichtner
Chris Vance
Robert Wisdom
Danay Garcia
Jodi Lyn O'Keefe
Michael Rapaport
Compositor da música tema Ramin Djawadi
Empresa(s) de produção Original Film
Adelstein/Parouse Productions
20th Century Fox Television
Localização Chicago, Illinois
Joliet, Illinois
Ontario
Dallas, Texas
, Panamá
Pensacola, Flórida
Los Angeles, Califórnia
Las Vegas, Nevada
Miami-dade
Exibição
Emissora de televisão original Estados Unidos Fox
Formato de exibição 480i (SDTV)
720p (HDTV)
1080i (HDTV)
Formato de áudio 5.1 (Dolby Digital)
Transmissão original 29 de agosto de 2005 - 15 de maio de 2009 / 2016
N.º de temporadas 5 (confirmada)
N.º de episódios 81 (lista de episódios)
Cronologia
Último
Breakout Kings
Próximo

Prison Break (em Portugal Fuga da Prisão, no Brasil, Prison Break: Em Busca da Verdade[1][2]) é uma bem-sucedida série de televisão estadunidense de ação e suspense, transmitida originalmente pela Fox de 29 de agosto de 2005 a 15 de maio de 2009. Em 2015, a FOX renovou a série para um revival de 9 episódios, que deve ir ao ar no início de 2017.

No Brasil, foi exibida pela FOX Brasil, pela Rede Globo, Liv e Rede Bandeirantes, sempre obtendo grandes índices de audiência.

A história gira em torno de Lincoln Burrows, um homem que foi sentenciado à morte por supostamente ter assassinado o irmão da vice-presidente dos EUA, e seu irmão, Michael Scofield, um engenheiro civil, que cria um audacioso plano para resgatá-lo da prisão antes que a sentença de morte seja executada. Michael, considerado um gênio criativo por seu psiquiatra, tatua o mapa do presídio (camuflado por outras imagens) no corpo e assalta um banco para, assim, ser preso e enviado para a Penitenciária Estadual de Fox River, onde seu irmão está no corredor da morte. Dentro do presídio, Scofield precisa fazer alianças perigosas com detentos de alta periculosidade, como T-Bag, um pedófilo assassino condenado a prisão perpétua, e John Abruzzi, ex-chefe da máfia. Enquanto Michael se ocupa com a execução do plano, do outro lado dos muros de Fox River, Veronica Donovan, amiga e advogada e ex-namorada de seu irmão, usa todas as suas forças para buscar inocentá-lo. Aos poucos, descobre-se que existe uma grande conspiração por trás de tudo, que envolve desde a vice-presidente dos Estados Unidos até um enorme grupo de multinacionais envolvidos em todos os níveis da indústria e do governo estadunidense, denominado "A Companhia".

A música-tema é uma composição de Ramin Djawadi, nomeado para o Prêmio Emmy de 2006.

O último episódio ocorreu no final da quarta temporada. Além do series finale, a série conta com um filme intitulado "O Resgate Final" (The Final Break), que, na realidade, corresponderia aos episódios especiais de números 23 e 24, que não entraram na cronologia da série. O filme aborda o que ocorreu no salto temporal de quatro anos, mostrado no último episódio, que foi ao ar na Fox estadunidense, no dia 15 de maio de 2009. "O Resgate Final" (The Final Break) foi lançado oficialmente em 21 de julho de 2009 nos Estados Unidos, simultaneamente nos formatos de DVD e blu-ray, e foi lançado em 21 de outubro de 2009 no Brasil.

No dia 16 de maio de 2016, a Fox apresentou sua programação de séries para a temporada 2016-17, e divulgou, também, os trailers das novas produções, entre eles, o da quinta temporada de Prison Break,[3] que, em 24 horas, chegou a 2 milhões de visualizações no Youtube e rapidamente se tornou o mais assistido de todos[4].

A quinta temporada tem previsão de estreia para o início de 2017, e vai ocupar o lugar deixado por Bones na grade de programação da Fox estadunidense, às quintas-feiras. No Brasil, ainda não há previsão de estreia.

Introdução das temporadas[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

1ª temporada[editar | editar código-fonte]

O irmão de Michael Scofield, Lincoln Burrows, está no corredor da morte e será executado na cadeira elétrica em alguns meses, após ser condenado por um assassinato, que Michael está convencido que Lincoln não cometeu. Michael decide assaltar um banco para ser preso e levado para a Penitenciária Estadual Fox River, o mesmo local onde seu irmão está a cumprir pena. Uma vez lá dentro, Michael um engenheiro estrutural com as plantas da prisão tatuadas no corpo começa a executar um elaborado plano para libertar Lincoln e provar sua inocência.

Com a ajuda de seu companheiro de cela, Fernando Sucre, Michael começa a criar alianças com grupo de diferentes prisioneiros, incluindo o ex-chefão da máfia John Abruzzi, Charles Westmoreland, um homem que muitos acreditam ser o famoso ladrão D.B. Cooper acusado de ter roubado um milhão e meio de dólares, Theodore "T-Bag" Bagwell, preso pela prática de estupros e abuso sexual de menores e David 'Tweener' Apolskis, um jovem preso por furtos. No lado de fora, Michael tem apenas uma aliada, sua advogada e amiga de longa data, Veronica Donovan, que também é a ex-namorada de Lincoln. Esta, a fim de provar a inocência do ex-namorado e proteger seu filho L.J. das autoridades, conta com a ajuda do agente Nick Savrin, um advogado que possui ligações misteriosas com a máfia e com Abruzzi. Entre outros personagens, também estão a Dra. Sara Tancredi que Michael acaba por visitar diversas vezes na enfermaria do presídio e por quem acaba se apaixonando, o policial Brad Bellick, que está determinado a vigiar seu novo prisioneiro; e Henry Pope, o diretor da penitenciária de Fox River, com quem Michael finge ter um relacionamento próximo, quase uma relação entre pai e filho.

Após uma série de adversidades e dificuldades, Michael e companhia conseguem fugir pela janela da sala da enfermaria, através de um cabo de força. Durante essa fuga, Charles, que estava ferido, desde que teve uma luta com Bellick, morre antes mesmo de atravessar o cabo de força, mas antes revela onde está o dinheiro roubado. Durante a fuga, T-Bag tem uma de suas mãos amputadas por Abruzzi e procura tratamento. o avião de John Abruzzi decola sem todos eles (incluindo o mesmo), forçando os a empenharem uma fuga a pé, terminando assim a primeira temporada, com a polícia no encalço deles.

2ª temporada[editar | editar código-fonte]

Nessa segunda temporada a fuga agora não é mais de uma cadeia, mas sim do país todo, pois agora são fugitivos procurados, tendo suas fotos divulgadas por todo os Estados Unidos, além da Companhia atrás dos irmãos. Veronica descobre a verdade de que o homem que Lincoln foi acusado de ter matado não está morto e tudo não passava de um plano da vice-presidente Caroline Reynolds, e logo após isso é assassinada por um agente da Companhia.

A companhia coloca no caso o agente especial do FBI Alexander Mahone, que também é extremamente inteligente, ele consegue deduzir os passos de Michael Scofield pela análise de suas tatuagens(onde o plano de fuga de Michael estava gravado). Pope demite-se do cargo de diretor de Fox River, pois é injustamente acusado de abuso de poder. Bellick, que foi demitido por aceitar propina dos presos, vai a procura dos fugitivos para receber a enorme recompensa, então descobre sobre o dinheiro de Westmoreland. Mahone que estava sendo chantageado pela companhia, por ter "executado" um maníaco, recebe a ordem de eliminar os irmãos e todos os outros fugitivos, e sendo assim mata Abruzzi (que foi se vingar de Otto Fibonacci)e Tweener e deixa Haywire suicidar-se. Sucre vai a procura de Maricruz. C-Note é preso, pois sua filha doente precisava de tratamento, (nesse meio tempo sua esposa é presa, mas C-Note resolve se entregar para Mahone, fazendo que sua esposa saia da prisão)mas depois tem a chance de começar a sua vida novamente fazendo um acordo com os federais para depor contra Mahone, nas execuções dos fugitivos. T-Bag rouba o dinheiro de Charles e foge para o Panamá, sendo seguido por Bellick e Sucre. Kellerman captura Sara e tenta matá-la. Kellerman, após ser traído pela companhia, entrega-se e salva Sara de ser acusada, livrando também Lincoln de todas as acusações.

Michael, Lincoln e Sara se encontram no Panamá, e tudo parece que vai dar certo, quando o agente da companhia, Kim, aparece. Sara atira em Kim e o trio foge da polícia que chega no exato momento, Lincoln se separa, Michael e Sara são encurralados. Então, Michael assume a morte de Kim, para evitar que Sara seja detida, e acaba por ser enviado para a Penitenciaría Federal de Sona, no Panamá, considerada uma das mais violentas e perigosas do mundo, juntamente com Bellick, que havia caído em uma armadilha de T-bag, e Mahone, que foi acusado de porte de drogas graças a Michael.

3ª temporada[editar | editar código-fonte]

Michael, T-Bag, Mahone, e Bellick estão presos em uma prisão chamada Sona. Sara desaparece juntamente com LJ, que estão de reféns de uma agente da companhia chamada Gretchen, pois Michael foi colocado em Sona de propósito, com a missão de fugir de lá com James Whistler, um homem que a companhia quer do lado de fora. Nesse meio tempo, Michael tem problemas com o chefão da prisão Lechero (traduzido "Luchero", em português, pela Fox Film do Brasil). Gretchen dá orientações a Lincoln, dizendo que Michael tem sete dias para fugir de Sona, ou Sara e LJ serão executados. Sofia é a namorada de Whistler, e está disposta a ajudar Lincoln a salvar os seus entes queridos. Sucre começa a trabalhar de coveiro em Sona, para ajudar Michael a fugir.

Após uma tentativa de Lincoln resgatar Sara e LJ, uma caixa é enviada para Lincoln com a cabeça de Sara. Michael, para fugir da prisão, faz alianças com Bellick, Mahone e Lechero (que se junta a eles por estar perdendo o poder lá dentro). No fim, Michael consegue fugir de Sona através de um túnel junto com Mahone, Whistler e McGrady (um jovem jogador de basquete que ele conheçeu lá), deixando para trás Lechero, Bellick e T-Bag. Sucre, mesmo sendo preso, pois T-Bag o entrega, não revela o paradeiro deles. Michael resolve utilizar Whistler em uma troca por LJ, mas Whistler foge, logo depois Lincoln consegue captura-lo.

Michael e Lincoln fazem a troca de Whistler por LJ. Whistler se junta a Gretchen e contratam Mahone para trabalhar com eles. Lincoln resolve ficar com LJ e Sofia no Panamá, e Michael vai para os Estados Unidos atrás de vingança contra Gretchen e a companhia pela morte de Sara. Enquanto isso, T-Bag mata Lechero, e se torna o novo chefão de Sona.

4ª temporada[editar | editar código-fonte]

Michael descobre que Sara Tancredi ainda está viva e a reencontra. T-Bag, Sucre e Bellick conseguem sair de Sona, provocando um incêndio. Um policial da Agência de Segurança Nacional chamado Self, promete dar liberdade a Michael e seus companheiros (Lincoln, Sucre, Bellick, Mahone e Sara) se conseguissem pegar SCYLLA que todas acreditam ser a lista negra da companhia, mas que na verdade esconde grandes segredos. Michael elabora então um plano para roubar, ou melhor, copiar os seis cartões e poder então invadir a Companhia e roubar a Scylla. Whistler é assassinado por um assassino da companhia chamado Wyatt.

Enquanto isso, munido das informações do livro de pássaros de Whistler, T-Bag descobre uma identidade falsa que seria usada por ele e se infiltra na corporação GATE, que é o prédio vizinho a Companhia. Durante o plano para invadir a companhia, Bellick acaba morrendo ajudando o grupo. Michael está muito doente (tumor no cérebro) e precisa ir para o hospital para ser curado, porém recusa para poder ajudar o grupo a invadir o local. Enquanto isso, Gretchen (que não trabalha mais para a Compahia) e T-Bag só pensam em enganar o grupo e poder trocar Scylla por 125 milhões que havia prometido um Chines.

Michael, junto com Sucre, Lincoln e Alex, invadem a GATE (prédio ao lado de onde a companhia se localiza) e conseguem Scylla de volta. Cumprindo a missão, Michael entrega Scylla a Self, o qual foge, acabando com a esperança de todos de se tornarem livres e poderem constituir uma vida normal. Self foge com Scylla, que finge para a Agência de Segurança Nacional que Lincoln matou a mulher da recepção do prédio da GATE (agente disfaçada, parceira de Self) e que também foi baleado por ele, porém a agência consegue descobrir que Self havia "trocado de lado". A Agência, juntamente ao Senador que ajudava Self, tomam a decisão de matar todos os envolvidos na operação para não serem presos, uma vez que a mesma era secreta e não foi autorizada. Michael e Lincoln são salvos por Sucre. Michael e os outros vão atrás de Self para pegar Scylla de volta. Self e Gretchen dão Scylla para um possível comprador para testar e ele foge com Scylla e tenta matar Gretchen e Self.

A Compahia oferece um tratamento alternativo ao "problema" de Michael em troca de Scylla. Lincoln reconhece a situação grave de Michael e a única escolha dele para salvar seu irmão é recuperar Scylla de volta, só que para a companhia e com a ajuda de T-Bag, Gretchen, Mahone e Self. Michael descobre que sua mãe está viva, que trabalha para a Compahia e que está com Scylla. Mahone acha algumas chaves que podem ser a porta para achar Scylla. Ele e Lincoln vão para o sul procurar por isso, Lincoln só acha uma foto antiga de sua mãe gravida de Michael e ele ao lado dela em frente a um carro, que foi alterada, dando uma pista de seu paradeiro. Enquanto isso Bagwell e Self vão para Little Havana em uma igreja procurar o que há em outra porta, eles acham armas automáticas e alguns cartões de segurança. O episódio 17 termina com Christina (mãe de Lincoln e Michael) ordenando o atirador pessoal dela matar Lincoln, pois ele sabia muitas coisas de Christina e que se contasse para o general ela seria caçada. Mais tarde ela revela que Lincoln é adotado e por isso tão diferente de Michael.(por isso também ela não via problemas em matar Lincoln)

Christina, em posse de Scylla tenta vendê-lo, mas Lincoln e Michael conseguem recuperar o dispositivo. Mais tarde, Michael, agora em posse de Scylla, perde o rastro do irmão; Lincoln foi capturado por Christina, que atirou nele para forçar Michael a entregar-lhe o dispositivo. Tendo Sara capturada pela Companhia, Michael, em conjunto com Mahone, arma uma cilada para Christina, enquanto Michael procura resgatar Sara. Michael salva Sara e Mahone salva Lincoln. Sara atira em Cristina para salvar Michael. Além disso, Sucre e C-Note ressurgem na história, tendo C-Note procurado Sucre para ajudá-lo a encontrar os irmãos, em troca de exoneração para todos. Kellerman, que não apareceu na história desde o fim da segunda temporada, surge como aliado das Nações Unidas com o objetivo de adquirir Scylla.

Michael entrega o dispositivo em troca da exoneração de todos os envolvidos, menos T-Bag, que volta à Fox River. Após uma cena na praia de Michael e Sara (que dá a entender que ele ainda tem o tumor) a história continua, quatro anos depois, mostrando C-note feliz com sua família; a filha de Sucre estudando; Self em estado vegetativo, igual a sua esposa; Mahone casou com a agente que trabalhava com ele e o ajudou a fugir; T-Bag na cadeia vendo um preso ler um livro de auto ajuda da GATE, e ficando irado; e o General sendo executado na cadeira elétrica; Sofia e Lincoln ficaram juntos. E depois mostra a última e mais comovente cena de toda série onde Sara, o filho Michael Jr., Lincoln, Mahone e Sucre se reúnem no Panamá para uma visita ao túmulo de Michael Scofield. Ao som de "Lay it Down Slow".

O Resgate Final (The Final Break)[editar | editar código-fonte]

Logo no início do filme "O Resgate Final" (The Final Break) - filme esse que traz uma visão do que acontece logo após a exoneração dos membros do grupo, que acontece no episódio final da série e como um dos fugitivos morreu -, Michael e Sara se casam. Porém, em sua festa de casamento, a Polícia Federal aparece para prender Sara pela morte de Christina Hampton. Michael, então, é obrigado a fazer um novo plano para resgatar Sara da prisão.

O filme mostra o General que comandava a Companhia, preso junto com T-Bag na ala masculina da prisão de Miami Dade. O General propõem um prêmio em dinheiro pela morte de Sara. A partir daí, várias detentas tentam matá-la, fazendo com que Michael, Lincoln, Sucre e Mahone, tenham que bolar um plano de urgência antes que Sara seja executada. Na ala feminina, Sara conta somente com uma estranha aliança feita com Gretchen, que deseja fugir e rever sua filha. Durante a fuga Gretchen é pega, mas não entrega Sara. Ao tentarem fugir pela capela que tem uma porta travada, Michael toma uma decisão, já planejada, de se sacrificar e somente Sara consegue escapar. Michael deixa um vídeo, gravado antes de morrer, e o resultado de um exame onde há o diagnóstico de que ele ainda tinha um tumor em seu cérebro, e que morreria logo de qualquer maneira. No emocionante vídeo deixado para Sara e Lincoln, há o depoimento de Michael, no qual ele diz que não se arrepende do que fez e que os ama muito. Ele ainda ressalta a importância de, finalmente, todos estarem livres e a série se encerra com a câmera focada no rosto de Michael, que diz: "Somos livres, agora."

O filme estreou no dia 9 de dezembro de 2009 no canal Fox no Brasil.

5ª temporada[editar | editar código-fonte]

A nova temporada da série que marcou o fim dos anos 2000 traz de volta os irmãos Lincoln Burrows e Michael Scofield, além de Sara, T-Bag, Sucre, C-Note e Paul Kellerman.

Nessa temporada, gravada no Canadá e em Marrocos, novas pistas aparecem sugerindo que Michael, inicialmente tido como morto, pode estar vivo. Lincoln e Sara se reúnem novamente para armar a maior fuga até agora, e trazem para a missão três dos mais notórios fugitivos da Penitenciária Fox River para ajudá-los a resgatar Michael.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Temporadas
Dominic Purcell Lincoln Burrows Regular
Wentworth Miller Michael Scofield Regular
Amaury Nolasco Fernando Sucre Regular
Robert Knepper Theodore "T-Bag" Bagwell Regular
Sarah Wayne Callies Sara Tancredi Regular Recorrente Regular
Wade Williams Bradley "Brad" Bellick Regular
Rockmond Dunbar Benjamin Miles "C-Note" Franklin Regular Recorrente
Peter Stormare John Abruzzi Regular Recorrente
Muse Watson Charles "D.B. Cooper" Westmoreland Regular Recorrente
Lane Garrison David "Tweener" Apolskis Regular Recorrente
Silas Weir Mitchell Charles "Haywire" Patoshik Regular Recorrente
Marshall Allman L.J. Burrows Regular Recorrente
Stacy Keach Henry Pope Regular
Robin Tunney Veronica Donovan Regular Recorrente
Patricia Wettig Caroline Reynolds Regular
Frank Grillo Nick Savrinn Regular
Phillip Edward Van Lear Louis Patterson Recorrente
William Fichtner Alexander Mahone Regular
Paul Adelstein Paul Kellerman Regular Recorrente
Barbara Eve Harris Felicia Lang Recorrente Recorrente
Jodi Lyn O'Keefe Gretchen Morgan Regular
Leon Russom General Jonathan Krantz Regular
Reggie Lee Bill Kim Regular
Danay Garcia Sofia Lugo Regular Recorrente
Chris Vance James Whistler Regular
Robert Wisdom Norman "Lechero" St.John Regular
Carlo Alban Luis "McGrady" Gallego Regular
Michael Rapaport Donald Self Regular
Shannon Lucio Trishanne "Trish" Smith/Miriam Holtz Regular
Cress Williams Wyatt Mathewson Regular
Kathleen Quinlan Christina Rose Scofield Regular
James Hiroyuki Liao Roland Glenn Regular

Lista de episódios[editar | editar código-fonte]

Exibição na Rede Globo[editar | editar código-fonte]

A Rede Globo exibiu a primeira temporada de Prison Break de 2 de fevereiro a 5 de março de 2009. A emissora emendou a primeira com a segunda temporada que começou a ser exibida em 6 de março, com um episódio especial no qual os dois primeiros episódios foram compilados em apenas um, e com a transmissão do último episódio em 3 de abril de 2009.

A audiência da série agradou à cúpula da emissora carioca, o que motivou a exibição de duas temporadas em sequência. A trama de Scofield e seu irmão garantiu, nos dois meses que esteve no ar, a liderança para a emissora. No dia 17 de março de 2011 a série voltou à grade da Rede Globo, onde foram exibidas a terceira e quarta temporadas em sequência, além do telefilme "Prison Break - The Final Break", que encerra a história.

Na Rede Globo, a série não é recomendada para menores de 16 anos.

Rede Bandeirantes[editar | editar código-fonte]

A série estreou na Rede Bandeirantes em 8 de janeiro de 2012. A segunda temporada começou a ser exibida no dia 5 de maio de 2012 e se encerrou no dia 28 de agosto. Reestreou em julho de 2014, nas madrugadas de sábado para domingo.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Em sua 1ª temporada, Prison Break teve recepção geralmente favorável por parte da crítica especializada. Com base de 32 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 65% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 8.9, usada para avaliar a recepção do público.[5]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Indicações[editar | editar código-fonte]

  • Eddie Award - 2006
    • Best Edited One-Hour Series for Commercial Television - Mark Helfrich (pelo episódio piloto)
  • Television Critics Association Awards - 2006[7]
    • Melhor Drama Revelação

Referências

  1. «Blu-Ray - Box Prison Break: Em Busca da Verdade: 3ª temporada - 4 Discos». CasasBahia. Casasbahia.com.br. Consultado em 16 de junho de 2012. 
  2. «Séries». VejoSeries. Vejoseries.com. Consultado em 16 de junho de 2012.  Texto " Prison Break: Em Busca da Verdade " ignorado (Ajuda)
  3. «Saiu o trailer da nova temporada de Prison Break!». AdoroCinema. Consultado em 2016-05-17. 
  4. «Prison Break - Trailer do retorno é o mais assistido das novas séries da TV americana». observatoriodocinema.com.br.metacomment.io. Consultado em 2016-06-21. 
  5. «Prison Break» (em inglês). Metacritic. Consultado em 23 de setembro de 2014. 
  6. Hollywood Foreign Press Association. «Prison Break» (em inglês). Goldenglobes.org. Consultado em 19 de janeiro de 2009. 
  7. Television Critics Association. «Complete list of nominees» (XLS) (em inglês). Tvcritics.org. Consultado em 19 de janeiro de 2009. 
  8. Academy of Television Arts and Sciences (2006). «The 58th Primetime Emmy Awards and Creative Arts Emmys Nominations» (em inglês). Emmys.org. Consultado em 19 de janeiro de 2009. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]