Pro Evolution Soccer 6

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pro Evolution Soccer 6
Desenvolvedora(s) Konami
Publicadora(s) Konami
Série Pro Evolution Soccer
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 2
PlayStation Portable
Nintendo DS
Xbox 360
Lançamento
  • AN 6 de fevereiro, 2007
  • EU 27 de outubro, 2006
Gênero(s) futebol
Modos de jogo single player
multiplayer
Pro Evolution Soccer 5
Pro Evolution Soccer 2008

Pro Evolution Soccer 6 (também conhecido como World Soccer: Winning Eleven 10 para PS2, World Soccer: Winning Eleven 10 Ubiquitous Edition para PSP, World Soccer: Winning Eleven DS para Nintendo DS e World Soccer: Winning Eleven X para Xbox 360 no Japão e Coreia do Sul, e Winning Eleven: Pro Evolution Soccer 2007 nos Estados Unidos) é a sexta edição da série Pro Evolution Soccer (PES), que é também conhecida por Winning Eleven sobretudo no Japão e nos Estados Unidos, produzida pela Konami. Foi a última edição numerada da série, com as edições seguintes passando a trazer o ano correspondente à temporada vindoura.[1]

O jogo é considerado o melhor simulador de futebol por inúmeras revistas da especialidade, ficando à frente do já conhecido FIFA 07 da série FIFA da EA Sports. Foi também o primeiro jogo da série a ser modificado, dando origem assim ao Bomba Patch.[2]

Tipos de jogo[editar | editar código-fonte]

Neste jogo, é possível competir em várias ligas europeias licenciadas: Espanhola, Francesa, Italiana e Neerlandesa; em vários torneios envolvendo os clubes de cada país, ou pode ainda criar o seu próprio torneio com equipes ou seleções. Também existe o modo Master League, no qual o jogador se torna dirigente de um clube à sua escolha, com o objetivo de subir para a 1ª divisão, realiza contratações e eventualmente tenta conquistar também o título de campeão da liga. A equipe também estará envolvida tanto no torneio da Taça da Liga como nas competições da UEFA, para que assim se torne o melhor clube do mundo. Existe ainda o tradicional modo amistoso, onde se pode enfrentar um amigo numa rápida partida. Também existe a possibilidade de realizar uma simples disputa por pênaltis.

Novidades[editar | editar código-fonte]

  • Melhorias no controle dos jogadores, sendo estes mais realistas;
  • Possibilidade de jogar em rede, novas opções na PES Shop, a inserção de um torneio especial: The Reebok Cup, isto porque o jogo é patrocinado pela Reebok, e ainda o International Challenge Mode que funciona como a Copa do Mundo FIFA, devendo o jogador convocar jogadores para passar pelas eliminatórias continentais antes de disputar o torneio;
  • Na versão japonesa há também o Nippon Challenge, que é essencialmente o mesmo modo do International Challenge, porém nele o jogador controla apenas a Seleção do Japão na disputa das eliminatórias asiáticas antes do Mundial;
  • Modo Random Selection Match, no qual o jogador disputa uma "partida comemorativa" com jogadores selecionados aleatoriamente de uma liga ou continente, ou entre um máximo de quatro equipes diferentes.

Jogadores nas capas[editar | editar código-fonte]

Equipes[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Ligas licenciadas[editar | editar código-fonte]

Clubes licenciados em ligas não licenciadas[editar | editar código-fonte]

Liga Inglesa[editar | editar código-fonte]
Outros clubes[editar | editar código-fonte]

Clubes não licenciados[editar | editar código-fonte]

Liga Inglesa[editar | editar código-fonte]
Outros clubes[editar | editar código-fonte]

NOTA: Nenhuma destas equipes possui jogadores com nomes reais.

Outros clubes[editar | editar código-fonte]

  • PES United
  • WE United

A versão japonesa mantém os mesmos clubes da temporada 2005–06 da edição anterior, com os mesmos contratos de licença da época, ou seja, a Ligue 1 (Liga Francesa) aparece sem nenhum clube licenciado, e ao invés do Manchester United, o Chelsea é um dos dois clubes ingleses licenciados, além do Arsenal.

Por outro lado, a continua presente no jogo, somente com o licenciado, e a Juventus ainda faz parte da Serie A italiana. Por conta disso também, o bloco prontas para ser criadas, está ausente da versão japonesa.

Seleções Nacionais[editar | editar código-fonte]

136 seleções nacionais: 26 americanas, 26 asiáticas, 8 oceânicas, 24 africanas e 52 europeias.

Licenciadas[editar | editar código-fonte]

Seleções exclusivas do Modo International Challenge[editar | editar código-fonte]

No International Challenge, o jogador poderá jogar em diversas zonas continentais para tentar a classificação para a Copa Internacional. Há quatro zonas continentais jogáveis, cada uma contendo seleções que não podem ser controladas nos outros modos de jogo. Todas possuem jogadores de nomes fictícios.

Seleções Africanas[editar | editar código-fonte]
Seleções Asiáticas[editar | editar código-fonte]
Seleções Oceânicas[editar | editar código-fonte]
Seleções Europeias[editar | editar código-fonte]
Seleções Norte e Centro-Americanas de Futebol[editar | editar código-fonte]
Seleções Sul-Americanas de Futebol[editar | editar código-fonte]

Equipes clássicas[editar | editar código-fonte]

As seguintes equipes podem ser desbloqueadas na PES Shop, tendo para isso ter de as comprar por 1000 pontos:

Referências

  1. Douglas Ciriaco (3 de agosto de 2016). «Relembre todas as capas de Pro Evolution Soccer (1995 – 2016)». Canaltech. Consultado em 4 de novembro de 2021 
  2. Matheus Fernandes (3 de julho de 2018). «Como o Bomba Patch formou uma geração que consome futebol pelo videogame». VICE. Consultado em 26 de fevereiro de 2022