Processo de cassação de Renan Calheiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Este artigo foi proposto para eliminação por consenso. Você é encorajado a melhorá-lo(a), mas não remova este aviso, o que seria considerado vandalismo.

Dê a sua opinião e caso ela seja transformada numa votação após uma semana, vote (se tiver direito a voto) na discussão.

Se aprovada, a eliminação ocorrerá a partir de 6 de agosto.

Processo de cassação de Renan Calheiros
Participantes Renan Calheiros
Localização  Brasil
Resultado Absolvido em 12 de setembro de 2007.

O processo de cassação de Renan Calheiros consistiu na absolvição do presidente do Senado, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) das acusações de que teria usado um lobista para pagar despesas pessoais. Foram 40 votos pela absolvição, 35 pela cassação e seis abstenções, em sessão secreta, realizada em 12 de setembro de 2007.[1]

Referências

  1. a b «Renan Calheiros é absolvido em sessão secreta do Senado». Gazeta do Povo. 12 de setembro de 2007. Consultado em 14 de junho de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.