Procissão do Santo Sangue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Processão do Santo Sangue é uma conhecida procissão religiosa anualmente realizada durante o dia da Ascensão na cidade belga de Bruges e cujas origens remontam à Idade Média.

A peça central da festividade é o Sangue de Cristo, uma relíquia de sangue coagulado que, de acordo com a tradição popular, se tornaria fluida a cada ano, nesse dia. Entre sessenta e cem mil espectadores assistem a procissão, além dos desfiles de encenações históricas e de passagens da bíblia. Coros, grupos de danças, animais, apresentações equestres e pequenas peças teatrais se apresentam durante algumas horas.

O espetáculo é composto por mais de 3.000 pessoas, e é também conhecido como Brugges Schoonste Dag (O dia mais bonito de Bruges). Embora largamente secularizado, o evento retém certo aspecto espiritual, na medida em a localidade é o destino de vários peregrinos, vindos dos mais diversos lugares. O translado do Santo Sangue representa o clímax da festividade, e, quando de sua passagem, a multidão silencial em reverência.

O evento foi nominado Obra-prima do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO.