Professora Grubbly-Plank

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde julho de 2013).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Na série Harry Potter, de JK Rowling, Guilhermina Grubbly-Plank é Professora de Trato das Criaturas Mágicas, sendo a substituta para cadeira de Hagrid em Hogwarts.

É uma senhora idosa, com o cabelo grisalho bem curto e um queixo proeminente. Ela fuma cachimbo e usa um monóculo.[1]

Apareceu pela primeira vez em Harry Potter e o Cálice de Fogo, substituindo Hagrid quando ele esteve ausente ou doente. [1] Depois, em Harry Potter e a Ordem da Fênix ela volta a dar aulas porque Hagrid estava em missão para o diretor Dumbledore. [2]

Ela é prática e profissional, muito capacitada e com grande conhecimento do mundo animal. Inclusive passou tranquilamente pela inspeção de Dolores Umbridge, sem perder a paciência e sem incriminar ninguém. [3]

Foi ela quem cuidou de Edwiges (a coruja de Harry) no quinto ano do rapaz em Hogwarts, quando a coruja foi atacada ao levar correspondência para o rapaz. [4]

Na opinião da maior parte dos estudantes, ela é uma professora muito competente, melhor do que Hagrid (embora, por afeto, Harry não goste de admitir). Isso se deve ao fato de que, as criaturas que ela apresenta aos alunos não sejam sempre perigosas, ao contrário de Hagrid que gosta de animais verdadeiramente exóticos. A questão é que o diretor Dumbledore é conhecido por escolher os professores por razões diversas, nem sempre apenas pela sua capacidade de ensinar (temos como exemplo a professora de Adivinhação Sibila Trelawney e o próprio Hagrid). De modo que, a professora Grubbly-Plank será sempre uma substituta enquanto Hagrid não estiver.

Referências