Propionato de testosterona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estrutura química de Propionato de testosterona
Propionato de testosterona
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
[(8R,9S,10R,13S,14S,17S)-10,13-dimethyl-3-oxo-1,2,6,7,8,9,11,12,14,15,16,17-dodecahydrocyclopenta[a]phenanthren-17-yl] propanoate
Identificadores
CAS  ?
ATC  ?
PubChem 5995
Informação química
Fórmula molecular C22H32O3 
Massa molar 344.50 g·mol−1
Farmacocinética
Biodisponibilidade  ?
Metabolismo Fígado, Testículo e Próstata
Meia-vida 1-3 dias
Excreção Urina
Considerações terapêuticas
Administração Injeção intramuscular, transdérmica (creme, gel ou patch), oral, sub-'Q' pellet
DL50  ?

Propionato de testosterona (nomes comerciais Testosterona Propionato, Testogar, Testogan, Testoviron, etc) é um esteroide anabolizante, com poder andrógeno. É uma das versões sintéticas da testosterona, porém, com apenas duas cadeias de carbono adicionadas à sua composição, o que torna a vida da versão sintética da testosterona mais curta e de rápida ação no organismo humano.[1][2][3]

O esteroide propionato de testosterona não é comercializado através de farmácias no Brasil. Ele pode ser encontrado no composto químico Durateston, porém, em doses baixas.[4] O uso deste esteroide anabolizante é efetivo para tratamento de reposição hormonal, assim como as mais variadas versões sintéticas da testosterona. É comprovado que o propionato e qualquer outra versão sintética da testosterona, assim como o cipionato de testosterona, eleva os níveis de testosterona no corpo humano.[5]

Uso do propionato de testosterona[editar | editar código-fonte]

Assim como o cipionato de testosterona, o propionato é muito utilizado em academias. O problema mais enfrentado com esta droga é as aplicações, que são feitas frequentemente, no método "dia sim, dia não" (DSDN) ou "todo santo dia" (TSD), métodos criados por quem utiliza esteroides. Alguns criticam o propionato pelo fato das aplicações serem constantes e, por não existir uma versão farmacêutica da droga, a sub-dosagem ocorre na maioria dos casos.

Assim como os outros esteroides, o propionato de testosterona é obtido através de laboratórios clandestinos ou através de laboratórios legalizados em outros países, como o Paraguai e também o México (cujo uso e comercialização em farmácias é liberada pelo governo e pela legislação).[6]

Segundo a lei e defendido pela legislação brasileira, o uso de esteroides é destinado à correção de problemas como a disfunção erétil.

Efeitos colaterais[editar | editar código-fonte]

Artigos relacionados[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Elks, J. (14 de novembro de 2014). The Dictionary of Drugs: Chemical Data: Chemical Data, Structures and Bibliographies (em inglês). [S.l.]: Springer. ISBN 9781475720853 
  2. Elks, J. (14 de novembro de 2014). The Dictionary of Drugs: Chemical Data: Chemical Data, Structures and Bibliographies (em inglês). [S.l.]: Springer. ISBN 9781475720853 
  3. Morton, I. K.; Hall, Judith M. (6 de dezembro de 2012). Concise Dictionary of Pharmacological Agents: Properties and Synonyms (em inglês). [S.l.]: Springer Science & Business Media. ISBN 9789401144391 
  4. Organon (2000). BULA DURATESTON. --: -- 
  5. Korenchevsky, Vladimir; Dennison, Marjorie; Eldridge, Margaret (1937-03). «The prolonged treatment of castrated and ovariectomized rats with testosterone propionate». Biochemical Journal. 31 (3): 475–485. ISSN 0264-6021. PMID 16746360  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. «Buying Steroids In Mexico – Is it Legal without a Prescription?». Steroidio.com - Legal Anabolic Steroid Cycles, Results & Reviews (em inglês). 1 de março de 2017