Província da Silésia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a província prussiana dos séculos XIX e XX. Para o ducado medieval, veja Ducado da Silésia. Para a subdivisão atual da Polônia, veja Silésia (voivodia).
   |- style="font-size: 85%;"
       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"
   |- style="font-size: 85%;"
       | Erro::  valor não especificado para "continente"


Provinz Schlesien
Província da Silésia

Província da Prússia

Flag of the Kingdom of Prussia (1803-1892).svg
1815–1919
1938–1941
Flagge Preußen - Provinz Schlesien.svg
 
Flagge Preußen - Provinz Oberschlesien.svg
 
Blank.png
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de {{{nome_comum}}}
Província da Silésia (vermelho) dentro da Prússia (amarelo),
dentro do Império Alemão, 1871
Capital Breslau
Governo Não especificado
História
 • 1815 Fundação
 • 1919 Dissolução
 • 1938–1941 Reestabelecido brevemente
Área
 • 1910 40 335 km2
 • 1939 37 013 km2
População
 • 1910 est. 5 225 962 
     Dens. pop. 129,6 hab./km²
 • 1939 est. 4 868 764 
     Dens. pop. 131,5/km²
Atualmente parte de  Alemanha
 Polónia
 Chéquia

A Província da Silésia (em alemão: Provinz Schlesien; em polonês: Prowincja Śląska; em silesiano: Prowincyjŏ Ślōnskŏ) foi uma província da Prússia de 1815 a 1919. A região da Silésia fazia parte do reino prussiano desde 1740 e foi estabelecida como uma província oficial em 1815, em seguida, tornou-se parte do Império Alemão em 1871. Em 1919, como parte do Estado Livre da Prússia dentro de Weimar, Alemanha, a Silésia foi dividida nas províncias da Alta Silésia e da Baixa Silésia. A Silésia foi reunificada brevemente de 1 de abril de 1938 a 27 de janeiro de 1941 como uma província da Alemanha Nazista antes de ser dividida em Alta Silésia e Baixa Silésia.

Breslau (atual Wrocław, Polônia) era a capital da província.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Terra da Coroa da Silésia até 1742 (sombreada em ciano) e a Província da Silésia de 1815 (destacada em vermelho), sobreposta nas fronteiras internacionais modernas

O território em ambos os lados do rio Oder formava a parte sudeste do reino prussiano. Ele compreendia a maior parte das terras da antiga Coroa da Boêmia da Alta e Baixa Silésia, bem como o condado adjacente de Kladsko, que o rei prussiano Frederico, o Grande, conquistou da monarquia austríaca dos Habsburgos sob a Imperatriz Maria Teresa nas Guerras da Silésia do século XVIII. Além disso, incluía a parte nordeste da Alta Lusácia em torno de Görlitz e Lauban, cedida à Prússia pelo Reino da Saxônia de acordo com as resoluções do Congresso de Viena em 1815.

A província fazia fronteira com o coração prussiano de Brandemburgo (incluindo as terras recém-adquiridas da Baixa Lusácia) no noroeste, e com o Grão-Ducado da Posnânia (Província de Posen de 1848) no norte, ou seja, as terras da Grande Polônia que antes das Partições da Polônia do século XVIII pertenceram à Comunidade Polaco-Lituana. No nordeste, a Alta Silésia fazia fronteira com o restante do Congresso da Polônia, a partição russa que foi incorporada como Terra do Vístula em 1867. No leste estava a parte austríaca, a Pequena Polônia Reino da Galícia e Lodoméria com a Cidade Livre de Cracóvia (até 1846), e no sul as terras da coroa boêmia remanescentes da Silésia Austríaca, Morávia e Boêmia propriamente dita. A faixa de terra da Alta Lusácia incorporada no oeste tocou o território remanescente do reino saxão.