Província de Liubliana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Demarcação da província em verde escuro após a invasão da Iugoslávia (c. 1941)

Província de Liubliana (em italiano: Provincia di Lubiana, em esloveno: Ljubljanska pokrajina, em alemão: Provinz Laibach) foi uma província do Reino da Itália proclamada pelo decreto real de 3 de maio de 1941, estabelecida nos territórios da atual Eslovênia ao sul da linha Vrhnika-Jezica-Cerklje como resultado do desmembramento do Reino da Iugoslávia alcançado no acordo fechado em Viena em abril de 1941 pela Itália fascista e a Alemanha nazista.[1] Após a capitulação da Itália em setembro de 1943, a província foi ocupada pelo Terceiro Reich, que a incorporou em sua Zona de Operação do Litoral Adriático (Adriatisches Küstenland).[2] O território ocupado foi libertado em maio de 1945.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha nazista e a Hungria ocuparam as áreas ao norte (áreas marrom e verde-escuro, respectivamente), enquanto que a Itália fascista ocuparia a zona negra tracejada verticalmente, incluindo a área de Gottschee. (A parte ocidental em preto contínuo seria anexada pela Itália já com o Tratado de Rapallo). Depois de 1943, a Alemanha assumiria a área de ocupação italiana, também.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]