Puerpério

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Puerpério é o nome dado à fase pós-parto, em que a mulher experimenta modificações físicas e psíquicas, tendendo a voltar ao estado que a caracterizava antes da gravidez.

O puerpério inicia-se no momento em que cessa a interação hormonal entre o ovo e o organismo materno. Geralmente isto ocorre quando termina o descolamento da placenta, logo depois do nascimento do bebê, embora possa também ocorrer com a placenta ainda inserida, se houver morte do ovo e cessar a síntese de hormônios.

O momento do término do puerpério é impreciso, aceitando-se, em geral, que ele termina quando retorna a ovulação e a função reprodutiva da mulher. Nas puérperas que não amamentam poderá ocorrer a primeira ovulação após 6 a 8 semanas do parto. Nas que estão amamentando, a ovulação retornará em momento praticamente imprevisível. Poderá demorar até 6 a 8 meses, a depender da freqüência das mamadas. Isto impõe, entre outras medidas, a adoção de método anticoncepcional adequado.

O puerpério é dividido em três fases:

  • Puerpério imediato (se estende de 1 hora e meia a 2 horas).
  • Puerpério mediato (até o décimo dia).
  • Puerpério tardio (do décimo primeiro dia até o início dos ciclos menstruais).

Durante este período,ocorrem alguns fenômenos:

  • Lóquios - Chamam-se "lóquios" o corrimento sanguinolento libertado pelo útero após o parto. Inicialmente são vermelhos e, por vezes, são tão ou mais abundantes que a menstruação. Com o passar do tempo tornam-se acastanhados e em quantidade reduzida. Ao fim de 10 a 14 dias tornam-se brancos ou amarelados, acabando por desaparecer. Se nesta altura verificar uma súbita e abundante perda de sangue, coágulos e um odor desagradável nos lóquios, assistência médica adequada deverá ser procurada.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.