Puerto Suárez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Turismo[editar | editar código-fonte]

Puerto Suárez é a capital do Pantanal boliviano, e por esta razão o ecoturismo destaca-se como uma ferramenta turística fundamental, na qual você pode visitar o PN e o ANMI Pantanal de Otuquis, que está localizado a 137 km. da cidade de Puerto Suárez, um lugar com infinita natureza, vale a pena admirar a flora e fauna que possui, variedade de plantas e animais que são endêmicas da região, como veados, bato, araras vermelhas, carpinchos pantaneiros. Onde você pode fazer safáris noturnos, Porto Busch com a única saída para o Atlântico e com suas águas correntes faz referência para a pesca, atividade esportiva tradicional do Porteño.

Puerto Suárez
  Cidade  
Localização
Puerto Suárez está localizado em: Bolívia
Puerto Suárez
Coordenadas 18° 58' S 57° 47' 53" O
País  Bolívia
Departamento Santa Cruz
Província Germán Busch
História
Fundação 1875
Fundador Miguel Suárez Arana
Características geográficas
População total 22,000 hab.
Altitude 103 m

Lugares turisticos[editar | editar código-fonte]

TACUARAL[editar | editar código-fonte]

Características:

Está a 35 km de distância. De Puerto Suárez caracterizada por uma área de florestas pouco úmidas, onde a pesca é praticada atualmente e é considerada uma área para observação da flora e fauna do Pantanal.

CAVERNA DE MOTACUSITO[editar | editar código-fonte]

Características: O nome vem porque na área o Motacú existe em quantidade, é uma palmeira original deste lugar. A comunidade de Motacusito está localizada a 8 km. Para o oeste da cidade de Puerto Suarez, na estrada Bioceánica, com uma população de 287 habitantes, e uma área de 2.800 hectares, que são dedicados à agricultura e agora à pecuária.

Há também uma comunidade Ayoreo de 12 famílias que se dedicam ao artesanato, e 3 km adiante é a caverna Motacusito, e dentro da caverna você pode ver impressionantes formações rochosas de estalagtites e estalagmites, bem como um fluxo de água em uma rota de 80 metros. Terminando em pequenas formações milenárias de pedras e o rio de águas cristalinas que corre por dentro, as cavernas são de grande porte além da existência de espécies de peixes vivos: como o morcego, aracnídeos, anfíbios, grilos, peixes cegos e outros. Na rota para chegar ao local natural, você pode ver uma grande variedade de vegetação típica da região. A temperatura varia entre 30º C e 35º C e a sua pluviosidade é de 2.000 a 4.000 mm. Você pode realizar atividades de:

• fotografia

• Observação de flora e fauna

• Turismo de Aventura

• Investigação Científica Espeleológica

PN y ANMI OTUQUIS[editar | editar código-fonte]

Características: Devido à sua composição, assemelha-se a um mosaico de matas de galeria e savanas desabitadas, onde mais de 1.647 espécies de plantas com flor pertencem a 693 gêneros e 134 famílias e 700 espécies de aves, 400 espécies a 1.100 espécies de borboletas. A lontra curiosa e brincalhona, os glamorosos criados dos pântanos e pampas coexistem em perfeita harmonia com os jacarés, com o maior rastreador réptil do mundo, a capivara, anaconda, poucos lugares no mundo podem competir com esse enorme pântano.

El TUMBADOR.[editar | editar código-fonte]

Características:

O centro ecológico fica a 3 km de distância. Do centro de Puerto Suárez, El Tumbador, é uma das entradas da Baía de Cáceres, administrada pela Associação Homem e Natureza. Este centro protege uma faixa da Floresta Seca Chiquitano, o local possui trilhas de Interpretação, ideal para atividades de observação de flora e fauna, e com uma paisagem onde se pode apreciar uma alta diversidade e oferece cabanas para hospedagem e excursões com ampla oferta de ecoturismo circuito através do Parque Nacional Otuquis, chegando ao Brasil e ao Paraguai.

A experiência vale a pena.

COMO CHEGAR LÁ

Pode ser alcançado de carro, moto ou por meio de transporte aquaviário.

ATIVIDADE TURÍSTICA: Turismo de aventura e fotografia Caminhadas, excursões, observação de flora e fauna.

EL SALAO[editar | editar código-fonte]

Características: Localiza-se a cinco quilômetros da cidade de PUERTO SUAREZ na comunidade do mesmo nome.

Outrora este balneário era a principal atração turística da população, já que pelas suas águas frias e a alta temperatura da região concentrava centenas de pessoas, principalmente nos fins de semana, pois era também o local apropriado para excursões de estudantes, águas deste SPA. Nascido de uma fonte chamada "as cabeceiras" distantes cerca de 800 metros no lado direito da estrada Bioceánica para Santa Cruz de La Serra.

Como conseguir? É bastante acessível, você pode chegar lá de carro e moto (da cidade de Puerto Suárez), e a pé da comunidade "El Sala 'o”.

SERRANÍA DO MUTÚN[editar | editar código-fonte]

Características: A cordilheira Mutum constitui a reserva de ferro mais importante do país, os trabalhadores de avaliação concordam que seu volume excede 40.000 milhões de toneladas de minério com teor médio de 48%, a área mineralizada ocupa uma área de 60 km quadrados a região sudeste do país.

Província Germán Busch, do departamento de santa cruz, a população boliviana mais próxima é Puerto Suárez, a 35 km do acampamento Mutum.

Existe distância semelhante em direção ao ponto fronteiriço de Corumbá Brasil.

PETROGLIFOS DO MUTUN[editar | editar código-fonte]

Características:

A cordilheira do mutum, localizada a 34 km da cidade de Puerto Suárez, é um dos maiores depósitos de ferro. No sopé desta colina, você pode admirar o melhor local de arte rupestre na província de Germán Busch.

Estas antigas pedras gravadas, representando pegadas humanas e de aves, bem como diferentes signos sem flecha ou motivo de recreação identificada, são um mistério antropológico que nos convida a refletir sobre o passado da humanidade. Ecoturismo, fotografias, caminhadas, cavalgadas em estradas secundárias, turismo de aventura, observação e estudos de petroglyphs (Turismo Científico).

PORTO BUSCH[editar | editar código-fonte]

Características:

É um posto militar localizado no final do país na província de Germán Busch, no departamento de Santa Cruz. Tome o nome para honrar a. Germán Busch, que lutou na Guerra do Chaco contra o Paraguai.

Ele está localizado em uma área chamada Triângulo de Foianini ao lado do rio Paraguai, uma área que foi concedida à Bolívia sob o tratado que encerrou a Guerra do Chaco. A maior parte da terra é pantanosa e é pouco povoada pelos nativos da tribo Ayorea. Está em uma zona estratégica de acesso ao Oceano Atlântico através do rio Paraguai. Está quase sem população, com exceção dos guardiões da Marinha Boliviana. O Porto está atualmente em construção, que será o maior e mais moderno do país, e através do qual a Bolívia exportará produtos da região leste para o mundo exterior, principalmente ferro e Soja.

Pode ser acessado por uma estrada de 140 km. Isso conecta com a cidade de Puerto Suárez.

Você pode observar o panorama e fazer excursões.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DAS MERCEDES[editar | editar código-fonte]

Características: O novo templo foi construído com base em um plano elaborado pelo arquiteto suíço Hans Roth, e após um ano e meio de trabalho intensivo, sob a direção do pároco P. Godofredo Trenker, e assistiu de forma extraordinária Assim, para a população moral e economicamente foi consagrada pelo Monsenhor Bonifácio Madersbacher em 21 de setembro de 1986, a torre e a entrada (céu aberto), são do antigo templo. Além da entrada principal, há 24 portas que carregam um total de 96 esculturas, feitas pelos escultores de San Miguel De Velasco representando temas bíblicos ou retratos de santos. O navio é dividido em sete partes representando os sete sacramentos da Igreja Católica. A porta principal é em zinco em relevo, também projetada pelo arquiteto Hans Roth, que mostra à direita a "Criação", e à esquerda a culminação, ou seja, "A Nova Jerusalém". No meio de ambas as folhas há uma escultura em madeira de valor histórico e cultural incalculável, já que é uma obra feita pelos índios das "Reduções Jesuítas" da primeira metade do século XVI.

PRAÇA DE ARMAS 10 DE NOVEMBRO[editar | editar código-fonte]

Características: Esta praça histórica, nomeada após a fundação do Município de Puerto Suárez, além de ser muito importante para os habitantes e um dos cartões postais do Município, o centro tem o busto de Don Miguel Suárez Arana, fundador de Puerto Suárez; É também um centro de lazer e recreação mais popular entre as outras atrações do Município.

Além de ser o Centro Histórico mais visitado e admirado, em seus arredores encontram-se restaurantes tradicionais, a Igreja de Nossa Senhora das Mercedes, os Serviços de Hospedagem, como o Hotel Sucre, a Casa Real e, El Progreso. Também tem locais de diversão noturna, alguns dos mais populares, o Bar Restaurant ALIBAR, o Restaurante de Música ao Vivo , e a Sede de Swing Latino, com muita música e diversão.

Puerto Suárez

Puerto Suárez é a capital da província de Germán Bush, no departamento de Santa Cruz, Bolívia.

Gastronomía da região[editar | editar código-fonte]

A Costaneira[editar | editar código-fonte]

Passeio turístico A Costaneira Conhecida também como a vila do pescador, é um lugar com inúmeros restaurantes que se destacam pela gastronomia em base ao peixe, ai você encontra desde a sopa de piranha até o menú mais variado em peixes.

Lugar exclusivo para encontros com amigos e familiares e passar bons momentos, além de ter uma bela vista ao pantanal.

Restaurante Vista ao Pantanal[editar | editar código-fonte]

Um elegante e aconchegante lugar para passar bons momentos em companhia de amigos e familiares, também especial para fazer festas e reuniões de todo tipo.

Vista ao Pantanal te oferece a maior culinária nacional e internacional , com música ao vivo..

Generalidades[editar | editar código-fonte]

Com uma população aproximada de 22.000 habitantes, situa-se junto a fronteira com o Brasil, sendo denominado o Pantanal Boliviano, junto com a Lagoa Cáceres. Comunica-se com o rio Paraguai pelo Canal Tamengo e a oeste com Santa Cruz e pelo lado leste, com Brasil.

Fundada por Miguel Suárez Arana em 1875, tem na pecuária e comércio suas principais riquezas. Aposta agora no fortalecimento do turismo, e para isto conta com apoio de Corumbá, e na mineração, com a entrada efetiva em operação de Mutum, região detentora de uma das maiores reservas de minério do mundo. A poucos quilômetros da cidade encontra-se a reserva de ferro do Mutún, uma das maiores do mundo, atualmente não explorada. É um dos principais portos fluviais da Bolívia.

Próximo dela encontram-se Arroyo Concepción, Puerto Quijarro, Puerto Aguirre e a cidade brasileira de Corumbá. Juntas, essas localidades formam uma região metropolitana natural em via de se tornar oficial. Devido a proximidade com a fronteira, seu abastecimento elétrico vem do país vizinho.

Transportes[editar | editar código-fonte]

Para o transporte aéreo a cidade possui o Aeroporto Internacional de Puerto Suárez, onde operam as empresas TAM – Transporte Aéreo Militar e Línea Aérea Amaszonas. As empresas LAB Airlines e Aerosur também chegaram a operar no aeroporto.

O acesso terrestre se dá pela Ruta Nacional 4, que liga Puerto Suárez tanto com Santa Cruz de La Sierra e o resto do pais, também com Corumbá, na fronteira com o Brasil. Ainda o acesso é por meio de carros, ônibus e motos que liga a cidade com Corumbá.

Geografia[editar | editar código-fonte]

  • Altitude: 103 metros.
  • Latitude: 18º 58' 00" S
  • Longitude: 57º 47' 53" O

Ligações externas[editar | editar código-fonte]