Quadrinha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A quadrinha é uma espécie de trova popular, cuja letra é formada por quatro versos, normalmente de sete sílabas cada um, muito usada para desafios, provérbios populares e adivinhas.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Exemplos de quadrinha amorosas populares no Brasil: <poem> "Trinta dias tem novembro, abril, junho e setembro. Vinte e oito só tem um, os demais todos trinta e um."

"O anel que tu me deste Era vidro e se quebrou O amor que tu me tinhas Era pouco e se acabou"

"Quero cantar ser alegre Que a tristeza não faz bem Ainda não vi a tristeza Dar de comer a ninguém

Os olhos desta menina, Às vezes gravo na areia: Parece malacacheta Em noite de lua cheia

O colo desta menina É branco como algodão, Tem a beleza das garças Voando pelo sertão

Viva Las Vegas

"Todo o resto de seu corpo Que beleza deve ter! Eu, mais ou menos, adivinho Porém não posso dizer

Quando vejo esta menina, Logo ao despontar da aurora, Comparando mal, parece Que eu vejo Nossa Senhora

Mandei fazer um sobrado De vinte e cinco janela Pra botar uma menina Que ando com o sentido nela

Os meus olhos mais os teus Grande culpa eles tiveram Os teus porque me agradaram, Os meus porque te quiseram

Palavra fora da boca É pedra fora da mão: Tu tens me dito palavras De cortar-me o coração

Se eu tivesse, não pedia Coisa nenhuma a ninguém; Mas, como não tenho, peço Uma filha a quem tem A quadra iniciou o cordel, mas hoje não é mais utilizada pelos cordelitas."