Quadro de hinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Quadro de Hinos em Zoetermeer
(Países Baixos)

Um quadro de hinos é um quadro usado em igrejas protestantes que lista os hinos que serão cantados durante o culto. Normalmente, os hinos são indicados pelo número sob o qual o hino aparece no hinário da igreja. A exibição dos números dos hinos dessa maneira pode permitir que a congregação marque as páginas relevantes do hinário com antecedência, para facilitar o louvor durante o culto. [1] números dos hinos também podem ser impressos em uma folha de aviso distribuída antes do serviço.[2] Geralmente a placa se encontra ao lado do púlpito de frente para a congregação.

História[editar | editar código-fonte]

Os quadros de hinos se originaram no século XVI com João Calvino, a partir da ideia de facilitar para os fiéis identificarem os hinos que seriam cantados durante o culto. Originalmente, a prática usual era escrever as linhas de abertura dos hinos no quadro, mas no início do século XVIII, tornou-se mais comum referir-se aos números dos hinos no hinário da igreja.[3] Hoje se tornou uma tradição nas igrejas protestantes usarem o quadro de hinos, principalmente na Europa e América do norte.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Jr, F. Belton Joyner (1 de setembro de 2010). The Unofficial United Methodist Handbook (em inglês). [S.l.]: Abingdon Press. ISBN 9781426724961 
  2. Heath, Shirley B.; Heath, Shirley Brice (7 de julho de 1983). Ways with Words: Language, Life and Work in Communities and Classrooms (em inglês). [S.l.]: Cambridge University Press. ISBN 9780521273190 
  3. Herl, Joseph (1 de julho de 2004). Worship Wars in Early Lutheranism: Choir, Congregation, and Three Centuries of Conflict (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 9780195348309 
Ícone de esboço Este artigo sobre protestantismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.