Quarta Guerra Anglo-Mysore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Quarta Guerra Anglo-Mysore
Parte das Guerras Anglo-Mysore
Anglo-Mysore War 4.png
Mapa do teatro de guerra
Data 17981799
Local subcontinente indiano
Desfecho Vitória britânica
Combatentes
Mysore East India Company

Império Maratha
Hyderabad
Travancore

Principais líderes
Tipu Sultão 


Mir Golam Hussain
Mohomed Hulleen Mir Miran
Umdat Ul-Umra
Mir Sadiq
Ghulam Muhammad Khan

General George Harris
Major General David Baird
Coronel Arthur Wellesley

A Quarta Guerra Anglo-Mysore ou Anglo-Maiçor[1] (1798–1799) foi uma guerra no sul da Índia, entre o Reino de Mysore e a British East India Company sob o comando do Conde de Mornington.[2]

Este foi o conflito final das Guerras Anglo-Mysore. Os britânicos tomaram o controle indireto da Mysore, restaurando a dinastia Wodeyar ao trono Mysore (com um comissário britânico para aconselhá-lo sobre todas as questões). O jovem herdeiro de Tipu Sultão, Fateh Ali, foi enviado para o exílio. O Reino de Mysore tornou-se um estado principesco em uma aliança subsidiária com a Índia britânica e cedeu Coimbatore, Uttara Kannada e Dakshina Kannada para os britânicos.[3]

A guerra, mais especificamente a Batalha de Mallavelly e a Batalha de Seringapatam, com muitos dos seus principais protagonistas, é abordado no romance histórico Sharpe's Tiger.

Referências

  1. Fernandes, Ivo Xavier. Topónimos e Gentílicos. Porto: Editora Educação Nacional, Lda., 1941. vol. I.
  2. The History of the British Empire in India, Verlag: Adamant Media Corporation (16 de julho de 2001) ISBN 0543803295
  3. Wellington: The Iron Duke, Verlag: Harpercollins UK; Auflage: New Ed (3 de fevereiro de 2003) ISBN 0007137508
Ícone de esboço Este artigo sobre conflitos armados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.