Quatro Grandes Romances Clássicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Os Quatro Grandes Romances Clássicos ou as Quatro Maiores Novelas Clássicas (chinês: 四大名著, pinyin: sì dà míng zhù) são os quatro romances comumente considerados pelos eruditos como os maiores e mais influentes romances da era pré-moderna chinesa de ficção. Datados das dinastias Ming e Qing, são muito conhecidos pela maioria dos leitores chineses. Eles não devem ser confundidos com os quatro livros do Confucionismo.

Eles estão entre novelas mais longas e mais antigas do mundo [1] e são considerados o expoente máximo da China em romances clássicos. Influenciaram a criação de muitas histórias, peças de teatro, filmes, jogos e outras formas de entretenimento por todo o leste da Ásia, incluindo China, Japão, Coreia do Sul e Vietnã.

Obras[editar | editar código-fonte]

Em ordem cronológica:

Título ocidental Chinês simplificado Chinês tradicional Pinyin Autor Data
Margem da Água 水浒传 水滸傳 Shuǐhǔ Zhuàn Shi Nai'an[2] Século XIV
Romance dos Três Reinos 三国演义 三國演義 Sānguó Yǎnyì Luo Guanzhong Século XIV
Jornada ao Oeste 西游记 西遊記 Xī Yóu Jì Wu Cheng'en Século XVI
O Sonho da Câmara Vermelha 红楼梦 紅樓夢 Hóng Lóu Mèng Cao Xueqin Século XVIII

Referências

  1. «Books: Big Little Talk (Review of Lin Yutang, Moment in Peking (em inglês). Time Magazine. 20 de novembro de 1939. 
  2. Há um debate considerável sobre a autoria de Margem da Água. Embora a maioria atribua a obra a Shi Nai'an, há quem creia que a novela possa ter sido escrita inteiramente ou em parte por outros autores, tais como Luo Guanzhong (autor do Romance dos Três Reinos), Shi Hui (施惠) e Guo Xun (郭勛).